A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS ORGANIZAÇÕES QUE APRENDEM, SEGUNDO PETER SENGE: “As cinco disciplinas”

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS ORGANIZAÇÕES QUE APRENDEM, SEGUNDO PETER SENGE: “As cinco disciplinas”"— Transcrição da apresentação:

1 AS ORGANIZAÇÕES QUE APRENDEM, SEGUNDO PETER SENGE: “As cinco disciplinas”

2 2 Grandes equipes são organizações que aprendem a desenvolver novas habilidades e capacidades, que levam a novas percepções e sensibilidades que, por sua vez, revolucionam crenças e opiniões (ciclo de aprendizado profundo). As organizações que aprendem são formadas por pessoas que expandem, continuamente, a sua capacidade de criar os resultados que desejam, onde se estimulam padrões de comportamento novos e abrangentes, a aspiração coletiva ganha liberdade, e as pessoas exercitam-se, continuamente, em aprender juntas. Organizações/Equipes que apreendem

3 Learning Organization São organiza ç ões que constroem, suprem e organizam o conhecimento e as rotinas em torno de suas atividades e de acordo com suas culturas, e adaptam e desenvolvem sua eficiência organizacional, melhorando a utiliza ç ão das mais amplas habilidades de sua for ç a de trabalho.

4 AS DEFICIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM Eu sou meu cargo: as pessoas que se concentram demais nos cargos que ocupam perdem o senso de relação com os demais cargos. O inimigo está lá fora : tendemos a pensar que o inimigo está lá fora, pois não enxergamos que as nossas ações vão além do cargo que ocupamos, por não termos visão sistêmica delas.Ex:Infra estrutura culpa o desenvolvimento. Ilusão de assumir o controle : A moda é ser pró-ativo e resolver os problemas mais difíceis, mas muitas vezes essa pro-atividade é a reatividade disfarçada: as pessoas buscam combater o inimigo lá fora em vez de perceber qual a nossa contribuição para os nossos próprios problemas. A Fixação em Eventos : estamos condicionados a ver a vida como uma série de eventos, porém as nossas principais ameaças não vêm de eventos súbitos, mas de mudanças graduais. A aprendizagem não pode ocorrer se as pessoas estiverem dominadas pelos eventos de curto prazo.

5 5 AS DEFICIÊNCIAS DE APRENDIZAGEM A parábola do sapo escaldado: como já foi dito anteriormente, nossas maiores ameaças vêm de mudanças graduais, embora não estejamos acostumados a reduzir nosso ritmo e prestar atenção aos pequenos eventos. Apesar disso, é necessário fazê-lo para que possamos perceber quais são as nossas reais ameaças. A ilusão de aprender com a experiência : aprendemos melhor com a experiência, todavia nunca experimentamos diretamente as conseqüências das nossas ações mais importantes. O mito da equipe gerencial : Os gerentes são educados para nunca dizerem que não sabem uma resposta, o que só bloqueia novos aprendizados, uma vez que as equipes são repletas de pessoas qualificadas para isso.

6 PRISIONEIROS DO PRÓPRIO SISTEMA OU DO NOSSO PRÓPRIO PENSAMENTO? O "jogo da cerveja" relata a experiência de pessoas nos papéis de varejista, atacadista e produtor de uma marca de cerveja. Essas pessoas se vêem no dilema de um aumento da demanda e consequente aumento de pedidos do varejista para o atacadista e deste para o produtor. Como a capacidade não aumenta, a demanda aquecida gera atraso de entrega em todos os níveis e, conseqüentemente, mais pedidos. Isso acaba acarretando maior produção para regularizar a entrega, mas, então, cessam os pedidos, uma vez que a demanda não era flutuante (os atrasos, sim, causavam mais pedidos). Esse jogo relata a experiência de pessoas diferentes agindo de maneira não-sistêmica.

7 QUINTA DISCIPLINA: O PENSAMENTO SISTÊMICO O pensamento sistêmico é a disciplina para ver o todo; é uma forma de interligação que permite ver os padrões de mudança e não apenas eventos isolados. O pensamento sistêmico é o antídoto para a sensação de impotência causada pela era da interdependência; através dele, podemos enxergar as estruturas subjacentes e discernir as mudanças de alta e baixa alavancagem. O pensamento sistêmico é a pedra fundamental que determina como as organizações que aprendem pensam a respeito de seu universo. Nem sempre fazer o óbvio produz o resultado imediato e desejado.

8 As leis da quinta disciplina 1.OS PROBLEMAS DE HOJE VÊM DAS ‘SOLUÇÕES” DE ONTEM. Soluções que transferem os problemas de uma parte do sistema para outra, freqüentemente não são detectadas, pois os que resolveram o problema inicialmente não são os mesmos que experimentam uma nova situação crítica.sistema 2.QUANTO MAIS VOCÊ EMPURRA, MAIS O SISTEMA EMPURRA DE VOLTA.... Insistir, seja através de uma intervenção cada vez mais agressiva, seja através da repressão cada vez mais estressante dos instintos naturais, é uma estratégia inconsequente.... Considere uma pessoa que para de fumar, engorda, começa a ter problemas com sua autoimagem e volta a fumar para aliviar o estresse. 3.O COMPORTAMENTO MELHORA ANTES DE PIORAR. Em sistemas humanos complexos, sempre há várias alternativas para melhorar as coisas a curto prazo. Porém, o feedback de compensação pode voltar depois para assombra-lo.... Uma solução sempre parece maravilhosa quando cura primeiro os sintomas. As coisas podem melhorar ou talvez até o problema seja resolvido. Talvez, somente daqui a dois, três ou quatro anos ele volte ou surjam novos, ainda piores.

9 As leis da quinta disciplina 4. A SAÍDA MAIS FÁCIL NORMALMENTE NOS LEVA DE VOLTA PARA DENTRO. Todos gostamos de utilizar soluções conhecidas para resolver dificuldades, optando por aquilo que conhecemos melhor.... Afinal, se a solução fosse fácil de enxergar ou óbvia a todas as pessoas, já teria sido encontrada. Insistir cada vez mais em soluções familiares deixando que os problemas básicos persistam ou até se acentuem é um indício claro de que o pensamento não-sistêmico está sendo adotado. 5. A CURA PODE SER PIOR DO QUE A DOENÇA. Quase sempre, a solução fácil ou familiar não é apenas ineficaz, mas perigosa, podendo criar dependência.... O alcoolismo, por exemplo, pode começar com o simples hábito de beber socialmente – uma solução para um problema de auto-estima baixa ou para o estresse provocado pelo excesso de trabalho.... As soluções empregadas em um problema nem sempre os resolvem, além de poderem gerar conseqüências ainda piores no futuro.. 6. MAIS RÁPIDO SIGNIFICA MAIS DEVAGAR.... Todos os sistemas naturais, dos ecossistemas aos animais e às organizações, possuem seu próprio ritmo ideal de crescimento. O ritmo ideal é muito mais lento do que o crescimento mais rápido possível. Quando o crescimento se torna excessivo – como ocorre com o câncer – o próprio sistema buscará compensa-lo, diminuindo o ritmo e, provavelmente, colocando em risco a sobrevivência da organização.

10 As leis da quinta disciplina 7. CAUSA E EFEITO NÃO ESTÃO TÃO PRÓXIMOS NO TEMPO E NO ESPAÇO... Chamo de “efeitos” os sintomas óbvios que indicam a existência de problemas – uso abusivo de drogas, desemprego, crianças famintas, declínio nos pedidos,... Como “causa, refiro-me à interação do sistema subjacente, que é a maior responsável pela geração dos sintomas e que, quando identificada, pode gerar mudanças, resultando em melhorias duradouras. Por que isso é um problema ?... Existe uma diferença fundamental entre a natureza da realidade nos sistemas complexos e a forma predominante de como pensamos a respeito dessa realidade. 8. PEQUENAS MUDANÇAS PODEM PRODUZIR GRANDES RESULTADOS....As soluções obvias não funcionam – na melhor das hipóteses, melhoram os problemas a curto prazo, somente para piora-los a longo prazo. No entanto, há o outro lado da história. O pensamento sistêmico também mostra que pequenas atitudes bem focalizadas podem produzir melhorias significativas e duradouras, desde que atuem no lugar certo.... A solução de um problema difícil é uma questão de descobrir onde está a maior alavancagem, uma mudança que – com o mínimo de esforço – resultaria em melhoria duradoura e significativa. 9. VOCÊ PODE ASSOBIAR E CHUPAR CANA – MAS NÃO AO MESMO TEMPO. Às vezes, os dilemas mais complexos, quando analisados do ponto de vista sistêmico, não são absolutamente dilemas. São resultado do raciocínio “instantâneo”, e não do pensamento baseado em “processo” e podem ser vistos de forma diferente quando você analisa conscientemente as mudanças ao longo do temo.

11 10. DIVIDIR UM ELEFANTE AO MEIO NÃO PRODUZ DOIS PEQUENOS ELEFANTES. Os sistemas vivos têm integridade. Seu carater depende do todo. O mesmo ocorre com as organizações; para compreender as questões gerenciais mais complexas é preciso ver o sistema inteiro responsável pelo problema. 11. NÃO EXISTEM CULPADOS. Nossa tendência é culpar as circunstâncias externas pelos nossos problemas. O pensamento sistêmico mostra-nos que não existe lá fora”, que você e a causa de seus problemas fazem parte de um único sistema. A cura está no seu relacionamento com o seu “inimigo”. As leis da quinta disciplina


Carregar ppt "AS ORGANIZAÇÕES QUE APRENDEM, SEGUNDO PETER SENGE: “As cinco disciplinas”"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google