A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aprendizagem Significativa Rodrigo Claudino Diogo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aprendizagem Significativa Rodrigo Claudino Diogo."— Transcrição da apresentação:

1 Aprendizagem Significativa Rodrigo Claudino Diogo

2 O que é? Teoria desenvolvida por David Ausubel Teoria desenvolvida por David Ausubel É uma teoria cognitiva: É uma teoria cognitiva: Procura explicar o processo de aprendizagem e como o ser humano compreende, transforma, armazena e usa as informações Procura explicar o processo de aprendizagem e como o ser humano compreende, transforma, armazena e usa as informações É uma teoria construcionista: É uma teoria construcionista: O ser humano aprende a partir daquilo que já sabe O ser humano aprende a partir daquilo que já sabe

3 Fatores determinantes na A.S. O conhecimento prévio: é a variável que, isoladamente, mais influencia a aprendizagem, pois só podemos aprender a partir daquilo que já sabemos; O conhecimento prévio: é a variável que, isoladamente, mais influencia a aprendizagem, pois só podemos aprender a partir daquilo que já sabemos; A pré-disposição em aprender: o aprendiz tem que manifestar uma disposição para relacionar, de maneira não arbitrária e não literal, à sua estrutura cognitiva, os significados que capta dos materiais educativos. A pré-disposição em aprender: o aprendiz tem que manifestar uma disposição para relacionar, de maneira não arbitrária e não literal, à sua estrutura cognitiva, os significados que capta dos materiais educativos.

4 Conceitos fundamentais Estrutura cognitiva: Estrutura cognitiva: Conteúdo total, organizado e hierarquizado de idéias sobre um determinado assunto ou área particular de conhecimento  está em constante evolução e modificação Conteúdo total, organizado e hierarquizado de idéias sobre um determinado assunto ou área particular de conhecimento  está em constante evolução e modificação Conhecimentos âncoras (subçunsores): Conhecimentos âncoras (subçunsores): Conhecimentos presentes na estrutura cognitiva que servirão de apoio para que novos conhecimentos sejam apreendidos Conhecimentos presentes na estrutura cognitiva que servirão de apoio para que novos conhecimentos sejam apreendidos

5 Conceitos fundamentais Quando se diz que ocorreu a A.S.? Quando se diz que ocorreu a A.S.? Quando o novo conhecimento consegue interagir e se ligar aos conhecimentos âncoras de um indivíduo, tornando-se parte da estrutura cognitiva do indivíduo, modificando essa estrutura e tornando os conhecimentos âncoras mais elaborados e estáveis. Quando o novo conhecimento consegue interagir e se ligar aos conhecimentos âncoras de um indivíduo, tornando-se parte da estrutura cognitiva do indivíduo, modificando essa estrutura e tornando os conhecimentos âncoras mais elaborados e estáveis. E se essa ligação não ocorre? E se essa ligação não ocorre? Têm-se a aprendizagem mecânica (ou automática) Têm-se a aprendizagem mecânica (ou automática)

6 Conceitos fundamentais Organizadores prévios: Organizadores prévios: Estratégia utilizada para facilitar a aprendizagem significativa Estratégia utilizada para facilitar a aprendizagem significativa Materiais introdutórios utilizados para superar o vão cognitivo entre o que o indivíduo sabe e o que o indivíduo deve aprender Materiais introdutórios utilizados para superar o vão cognitivo entre o que o indivíduo sabe e o que o indivíduo deve aprender Funcionam como pontes cognitivas Funcionam como pontes cognitivas

7 Mapas conceituais Mapas conceituais são representações gráficas semelhantes a diagramas e fluxogramas, que indicam como determinados conceitos se relacionam Mapas conceituais são representações gráficas semelhantes a diagramas e fluxogramas, que indicam como determinados conceitos se relacionam São utilizados para representar a estrutura conceitual (cognitiva) de um indivíduo sobre um dado assunto em um determinado instante São utilizados para representar a estrutura conceitual (cognitiva) de um indivíduo sobre um dado assunto em um determinado instante Podem ser utilizados como auxiliares no processo de A.S. Podem ser utilizados como auxiliares no processo de A.S.

8 Mapas conceituais - exemplo

9 Tipos de A.S. Aprendizagem representacional Aprendizagem representacional Ocorre quando o indivíduo estabelece equivalência de significados entre os símbolos e seus correspondentes (objetos, exemplos, conceitos) Ocorre quando o indivíduo estabelece equivalência de significados entre os símbolos e seus correspondentes (objetos, exemplos, conceitos) Aprendizagem proposicional Aprendizagem proposicional Aprendizagem de uma proposição significativa Aprendizagem de uma proposição significativa Pode ser: subordinativa derivativa, subordinativa correlativa, superordenada ou combinatória Pode ser: subordinativa derivativa, subordinativa correlativa, superordenada ou combinatóriasubordinativaderivativacorrelativasuperordenada combinatóriasubordinativaderivativacorrelativasuperordenada combinatória

10 Tipos de A.S. Aprendizagem de conceitos Aprendizagem de conceitos Formação de conceitos: próprio de crianças; se dá por descobertas proporcionadas pela experiência; Formação de conceitos: próprio de crianças; se dá por descobertas proporcionadas pela experiência; Assimilação de conceitos: ocorre a partir de 7-8 anos; capacidade de aprender sem a necessidade de experiências empírico- concretas Assimilação de conceitos: ocorre a partir de 7-8 anos; capacidade de aprender sem a necessidade de experiências empírico- concretas

11 Como favorecer a A.S. Por meio de um material instrucional que seja potencialmente significativo: Por meio de um material instrucional que seja potencialmente significativo: Deve levar em conta a estrutura cognitiva do indivíduo; Deve levar em conta a estrutura cognitiva do indivíduo; Deve ser organizado de acordo com os seguintes princípios: diferenciação progressiva e reconciliação integrativa Deve ser organizado de acordo com os seguintes princípios: diferenciação progressiva e reconciliação integrativa

12 Como favorecer a A.S. Diferenciação progressiva Diferenciação progressiva As idéias mais gerais e inclusivas devem ser apresentadas em primeiro lugar As idéias mais gerais e inclusivas devem ser apresentadas em primeiro lugar Em seguida deve-se buscar o detalhamento dessas idéias Em seguida deve-se buscar o detalhamento dessas idéias Reconciliação integrativa Reconciliação integrativa Estimular a percepção das semelhanças e diferenças entre as idéias mais específicas (diferenciadas) na busca de uma idéia mais abrangente que as englobe. Estimular a percepção das semelhanças e diferenças entre as idéias mais específicas (diferenciadas) na busca de uma idéia mais abrangente que as englobe.

13 Diferenciação Progressiva e Reconciliação Integrativa Conceitos mais gerais Conceitos mais específicos, menos inclusivos Conceitos intermediários

14 Meios de Ensino e de Aprendizagem Não existe relação direta entre metodologia de ensino/aprendizagem e A.S.: Não existe relação direta entre metodologia de ensino/aprendizagem e A.S.: Ensino e aprendizagem por descoberta: cabe ao aluno induzir, descobrir os conceitos e princípios, que não estão explícitos. O exemplo máximo é o trabalho do cientista; Ensino e aprendizagem por descoberta: cabe ao aluno induzir, descobrir os conceitos e princípios, que não estão explícitos. O exemplo máximo é o trabalho do cientista; Resolução de problemas: forma de se propor a aprendizagem por descoberta; Resolução de problemas: forma de se propor a aprendizagem por descoberta; Aula expositiva: se devidamente planejada pode levar à A.S. Aula expositiva: se devidamente planejada pode levar à A.S.

15 Considerações finais A teoria da aprendizagem significativa oferece um norte para a organização curricular e para o planejamento das atividades escolares A teoria da aprendizagem significativa oferece um norte para a organização curricular e para o planejamento das atividades escolares A teoria da aprendizagem significativa destaca a importância de se conhecer os conhecimentos prévios dos alunos e não ignorá-los, como é de costume A teoria da aprendizagem significativa destaca a importância de se conhecer os conhecimentos prévios dos alunos e não ignorá-los, como é de costume

16 Obras consultadas BARALDI, Ivete Maria. Matemática na escola: que ciência é essa?. Bauru: EDUSC, 1999 – (Cadernos de Divulgação Cultural; 66). BARALDI, Ivete Maria. Matemática na escola: que ciência é essa?. Bauru: EDUSC, 1999 – (Cadernos de Divulgação Cultural; 66). MOREIRA, M.A., BUCHWEITZ, B. Mapas conceituais: instrumentos didáticos, de avaliação e de análise de currículo. São Paulo: Moraes, MOREIRA, M.A., BUCHWEITZ, B. Mapas conceituais: instrumentos didáticos, de avaliação e de análise de currículo. São Paulo: Moraes, PELIZZARI, Adriana, KRIEGL, Maria de Lurdes et al. Teoria da Aprendizagem Significativa Segundo Ausubel. Revista PEC, Curitiba, v. 2, n. 1, p , jul.2001-jul PELIZZARI, Adriana, KRIEGL, Maria de Lurdes et al. Teoria da Aprendizagem Significativa Segundo Ausubel. Revista PEC, Curitiba, v. 2, n. 1, p , jul.2001-jul


Carregar ppt "Aprendizagem Significativa Rodrigo Claudino Diogo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google