A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jairo E. Borges-Andrade Por Luana Araújo.  Apresentar o modelo de um sistema de avaliação de TD&E com base no modelo de avaliação Integrado e Somativo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jairo E. Borges-Andrade Por Luana Araújo.  Apresentar o modelo de um sistema de avaliação de TD&E com base no modelo de avaliação Integrado e Somativo."— Transcrição da apresentação:

1 Jairo E. Borges-Andrade Por Luana Araújo

2  Apresentar o modelo de um sistema de avaliação de TD&E com base no modelo de avaliação Integrado e Somativo (MAIS);  Discutir o alcance e objetivos dessa avaliação além de apresentar os seus principais conceitos e modelos utilizados;  Expor e demonstrar os principais componentes do modelo MAIS e definir um plano de avaliação utilizando o modelo exposto.

3  Houve uma crescente demanda por avaliação tanto no setor público quanto no privado nos últimos anos, estendendo-se a demanda para a área de TD&E das organizações que em geral fazem altos investimentos no setor;

4  Os sistemas instrucionais são compostos principalmente por três elementos: ANT, planejamento e execução e avaliação, sendo esta última responsável pelo provimento de informações dos outros dois.  A avaliação é um processo que inclui a coleta de dados e a utilização desses dados para a emissão de algum juízo de valor e pode ter como objeto de avaliação diversas atividades;

5  O modelo MAIS proposto por Borges- Andrade (1982) tem a finalidade de realizar a avaliação de sistemas instrucionais e oferecer a oportunidade de construir conhecimento no âmbito da intervenção profissional;

6  As avaliações descritas no capítulo podem ser de resultados imediatos: reação (opiniões) e de aprendizagem (aquisição de competências) ou de efeitos em longo prazo (2 ou 3 níveis): comportamento no cargo (utilização no trabalho das competências), organização (mudanças na organização em decorrência do trabalho) e valor final (alteração na produção ou serviços prestados).  A avaliação de efetividade precisa colher dados de alguns desses efeitos ou todos eles.

7  O modelo MAIS propõe que as variáveis estudadas sejam estruturadas em um quadro de referências que supõe seis componentes: necessidades, insumos, procedimentos, processos, disseminação e suporte e predizem outros dois componentes: resultados imediatos e efeitos em longo prazo.  Modelo de avaliação Somativa: obter informações para avaliar um programa já desenvolvido e verificar sua capacidade de produzir resultados.

8  O MAIS é um modelo genérico e supõe que toda avaliação deve ter por detrás dela uma teoria de efetividade de TD&E. Essa teoria pode estar implícita nas ações e materiais de TD&E;  Foco no processo de maneira integrada e não apenas nos resultados;

9  O modelo de avaliação dos eventos deve realizar o levantamento de questões e dados sobre: os insumos, procedimentos, processos, resultados e o ambiente.  Deve possibilitar ainda a análise e interpretação integrada de forma a fornecer subsídios para tomada de decisões e acúmulo de conhecimento sobre TD&E visando à formulação futura de políticas e estratégias na organização.

10  Os insumos se referem aos fatores físicos, sociais, estados comportamentais e cognitivos anteriores à instrução e que podem afetar o seu resultado, ex: nível socioeconômico e de escolaridade dos participantes.

11  Os procedimentos incluem: as estratégias instrucionais e se referem a quaisquer ocorrências, deliberadas ou acidentalmente introduzidas na situação de ensino e que podem afetar diretamente os resultados de aprendizagem, ex: sequência de ensino dos objetivos, direcionamento da aprendizagem, etc.

12  O componente processos se refere ao que acontece a aspectos significantes do comportamento do aprendiz, à medida que os procedimentos são implementados, ex: resultados de testes.  O componente resultados é um dos principais do modelo indicando desempenho ou fracasso do treinamento e as suas variáveis podem ser hipotetizadas como consequência de todos os demais componentes.

13  O componente ambiente se refere a todas as condições, atividades e eventos ocorridos no ambiente, determinando-o e sendo modificado por este. Ele se subdivide em: necessidades, suporte, disseminação e efeitos em longo prazo.

14 O MAIS pode ser utilizado como um quadro de referência abordando os seguintes temas: Objeto de avaliação; Clientela Alvo; Variáveis a serem consideradas; Instrumentos a serem desenvolvidos ou selecionados e aplicados; Procedimentos de coleta e análise de dados; Emissão e divulgação de relatórios de avaliação. Company Logo


Carregar ppt "Jairo E. Borges-Andrade Por Luana Araújo.  Apresentar o modelo de um sistema de avaliação de TD&E com base no modelo de avaliação Integrado e Somativo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google