A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Empresarial ERP Solução Cigam para NFe / SPED Dezembro/2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Empresarial ERP Solução Cigam para NFe / SPED Dezembro/2008."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Empresarial ERP Solução Cigam para NFe / SPED Dezembro/2008

2 ERP CIGAM As funcionalidades do ERP CIGAM, permitem personalizar regras que determinam, limitam ou comunicam funções específicas de acordo com as necessidades e dinâmicas de cada negócio.

3 ERP CIGAM Quais os principais impactos para as organizações na implantação integral da NFe e SPED? a) Profissionalização das atividades gerenciais e operacionais; b) Planejamento tributário c) Organização de processos contábeis d) Revisão de processos, em especial administrativos e logísticos e) Auditoria f) Integração eletrônica de informações fiscais e logísticas com clientes, fornecedores e contadores. g) Capacitação profissional h) Implantação de sistemas de apoio a gestão empresarial (ERP).ERP i) Segurança da Informação Impactos da Nfe e SPED

4 Sistema Empresarial ERP NFe CIGAM

5 Na Visão do Fisco: A Nota Fiscal Eletrônica tem como objetivo a implantação de um modelo nacional de documento fiscal eletrônico que venha substituir a sistemática atual de emissão do documento fiscal em papel, com validade jurídica garantida pela assinatura digital do remetente, simplificando as obrigações acessórias dos contribuintes e permitindo, ao mesmo tempo, o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelo Fisco. ERP CIGAM Nota Fiscal Eletrônica

6 Missão CIGAM “promover crescimento e maiores resultados a nossos clientes com nossas soluções de software e serviço”. “promover crescimento e maiores resultados a nossos clientes com nossas soluções de software e serviço”. A NFe é uma forma efetiva de diminuição de custos, com redução da burocracia, e graças à automação, melhora da produtividade e eliminação de erros de digitação, além de representar um importante instrumento no combate à concorrência desleal pela sonegação de impostos. ERP CIGAM Alinhamento Estratégico

7 A solução CIGAM para a Nota fiscal Eletrônica é totalmente transparente para o usuário. Qualquer empresa que possuir o ERP CIGAM terá um mínimo de alterações em seu ambiente e rotinas de trabalho graças à sua integração com os WebServices da Secretarias da Fazenda de cada estado. ERP CIGAM Integração

8 Benefícios com a Adesão à NFe ERP CIGAM Para o contribuinte Vendedor (emissor da NF-e) a) Redução de gastos com impressão e papel; b) Redução de gastos com armazenagem de documentos (substituído por arquivamento eletrônico) c) Otimização do tempo na liberação da carga d) Simplificação de obrigações acessórias, como dispensa da AIDF e) Negociação antecipada da carga, evitando devolução de mercadorias f) Redução de tempo de parada de caminhões em Postos Fiscais de Fronteira

9 ERP CIGAM Para o contribuinte Comprador (receptor da NF-e) a) Eliminação da digitação de Notas Fiscais na recepção de mercadorias; b) Planejamento de logística de entrega pela recepção antecipada da NF-e c) Redução de erros de escrituração devido a equívocos de digitação de Notas Fiscais d) Incentivo ao uso e padronização de relacionamentos eletrônicos com fornecedores (B2B) Benefícios com a Adesão à NFe

10 ERP CIGAM Para as Administrações Tributárias a) Aumento na confiabilidade da Nota Fiscal b) Melhoria no processo de controle fiscal c) Redução de custos no processo de controle das Notas Fiscais capturadas pela fiscalização de mercadorias em trânsito d) Diminuição da sonegação e aumento da arrecadação Benefícios com a Adesão à NFe

11 O certificado digital é a “caneta” que assinará a nota eletrônica, garantindo a sua procedência e legitimidade perante o Fisco. Podem ser utilizados os certificados dos modelos A1 ou A3 emitidos por um órgão homologado pela ICP Brasil ERP CIGAM Certificado Digital

12 Funcionalidades  Consulta status do serviço.  Consulta a cadastro de contribuinte.  Envio.  Retorno.  Impressão do DANFE  Cancelamento.  Inutilização.  Importação de NFe de Fornecedores. ERP CIGAM

13 O Arquivo da Nota A Nota Fiscal Eletrônica é um arquivo com extensão XML (eXtensible Markup Language), no qual são demonstradas todas as Tag’s (campos) do layout da nota com suas respectivas informações. Este padrão de arquivo é melhor visualizado pelo Internet Explorer ou por programas próprios para abrir este tipo de extensão. ERP CIGAM

14 O Arquivo da Nota O CIGAM disponibiliza a opção de envio automático do arquivo da nota fiscal para o seu cliente através de no momento do retorno com aprovação da SEFAZ, bem como, possibilita a importação dos arquivos XML das notas eletrônicas emitidas pelos seus fornecedores(nota de entrada). ERP CIGAM

15 Exemplo de Operação ERP CIGAM CIGAM e10 SEFAZ WebServices Cliente DANFE XML Fornecedor DANFE XML

16 A única mudança referente à NFe na rotina do usuário que lança as notas serão os botões “Enviar NFe” e “Retornar NFe”, localizados no mini-botão “múltiplo”, ao lado do botão imprimir da nota fiscal. ERP CIGAM O Arquivo da Nota

17 As notas fiscais eletrônicas podem ser visualizadas através do Gerenciador NFe CIGAM ERP CIGAM Uso no CIGAM

18 ERP CIGAM O ERP CIGAM está preparado para entrar automaticamente no modo de emissão em contingência assim que detectado algum problema de conexão(acesso) com a Secretaria da Fazenda, bem como, retornar ao modo de emissão normal tão logo os serviços estejam novamente disponíveis. Contingência

19 O DANFE - Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica, pode ser configurado através de modelo personalizado com tecnologia a “Merge”(integração entre o ERP CIGAM e o Microsoft Office) de acordo com qualquer configuração que o cliente desejar(limitado pelo padrão Legal). Importante: O DANFE não é uma nota fiscal, nem substitui uma nota fiscal, servindo apenas como instrumento auxiliar para consulta da NF-e ERP CIGAM Código de Barras: chave de Acesso Número da NF com 9 dígitos Chave de Acesso para consulta no site do SEFAZ Impressão do DANFE

20 ERP CIGAM Para utilizar a nota fiscal eletrônica CIGAM serão necessários:  Certificado digital modelo A1 ou A3;  Possuir os módulos Escrita Fiscal e Faturamento;  Estar utilizando o CIGAMe10;  Formulário de Contingência;  Revisão de cadastros; O Cadastro de empresas CIGAM deve ser revisado, pois dados que antes não eram obrigatórios, como códigos do IBGE de países, estados e municípios passaram a ser exigidos. Também não serão aceitos cadastros incompletos de endereços e dados de transportadoras. Configuração do Ambiente CIGAM

21 Sistema Empresarial ERP SPED Fiscal CIGAM

22 ERP CIGAM A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui de um conjunto de escriturações de documentos fiscais e de outras informações de interesse dos Fiscos das Unidades Federadas e da Secretaria da Receita Federal do Brasil, bem como de registros de apuração de impostos referentes às operações e prestações praticadas pelo contribuinte. Este arquivo deverá ser assinado digitalmente e transmitido, via Internet, ao ambiente SPED.

23 ERP CIGAM EFD - Principais impactos -Livros fiscais em meio eletrônico; - Redução de obrigações acessórias; - Melhoria no ambiente operacional fiscal das empresas; - Simplificação

24 ERP CIGAM Quais os livros fiscais abrangidos? A Cláusula sétima do Convênio ICMS 143/06 estabelece que a escrituração prevista na forma deste convênio substitui a escrituração e impressão dos seguintes livros: I - Registro de Entradas; II - Registro de Saídas; III - Registro de Inventário; IV - Registro de Apuração do IPI; V - Registro de Apuração do ICMS.

25 ERP CIGAM No ERP CIGAM, o SPED Fiscal é gerado através de uma rotina EDI nos mesmos moldes do SINTEGRA (obrigação acessória já conhecida pela maioria dos contribuintes). Uso no CIGAM

26 ERP CIGAM O arquivo gerado pelo CIGAM terá extensão *.txt, estruturado de acordo com o padrão estabelecido pelo Fisco e estará pronto para importação e transmissão no validador do SPED Fiscal, disponibilizado no portal do SPED (http://www1.receita.fazenda.gov.br/default.htm). Uso no CIGAM

27 Transmissão do Arquivo ERP CIGAM A assinatura do arquivo será feita através do Certificado Digital, assim como na NFe, e será inserida pelo validador SPED após o processo de validação.

28 Transmissão do Arquivo ERP CIGAM

29 O cliente CIGAM que for obrigado a entregar o SPED Fiscal e já estiver emitindo a NFe, não terá que realizar manutenção em sua base de dados, já que a validação realizada pelo SPED é a mesma realizada pela NFe. Restando apenas a criação do arquivo através da rotina do SPED e posterior entrega através de seu transmissor. Configuração do Ambiente

30 ERP CIGAM Salientamos alguns pontos relevantes que devem ser observados para a geração do arquivo do ATO COTEPE Nro. 09/08 (SPED Fiscal) para usuários do ERP CIGAM:  As incidências e os percentuais dos impostos, bem como os CFOPs, devem ser corretamente informados e válidos.  As inscrições estaduais e os CNPJs devem ser válidos.

31 Configuração do Ambiente ERP CIGAM  Os modelos dos documentos fiscais devem estar corretamente informados no cadastro do “Tipo de Operação” (campo 'Modelo Formulário').  Nos municípios devem estar devidamente informados o código válido pelo IBGE (campo 'Código IBGE’).  As UFs (unidades federativas) devem ser válidas.

32 ERP CIGAM  Os países devem estar cadastrados com o código do país válido pelo BACEN (campo 'Código País BACEN’).  No caso as notas fiscais com IMPOSTOS AJUSTADOS(ajustadas pelo usuário emissor) poderão ocorrer divergências nos totais dos impostos. Nestes casos devem ser avaliados os valores informados pelo usuário emissor.

33 Sistema Empresarial ERP SPED Contábil CIGAM

34 ERP CIGAM A ECD – Escrituração Contábil Digital compreende a versão digital de livros contábeis, para fins fiscais e previdenciários. Sendo considerada válida a ECD, após a confirmação de recebimento do arquivo e, quando for o caso, após a autenticação pelos órgãos de registros. A autoria e validade jurídica da ECD serão garantidas pela assinatura digital, do representante legal e contabilista, no arquivo.

35 ERP CIGAM ECD - Principais impactos - Eliminação da impressão em papel; - Eliminação de geração de microfichas; - Simplificação (1 arquivo 2 livros); - Eliminação Obrigações Acessórias (IN86 e MANAD); - Menor necessidade de presença física de auditores fiscais nas empresas; - Modernização das Juntas Comerciais.

36 ERP CIGAM Quais os livros contábeis abrangidos? Podem ser incluídos todos os livros da escrituração contábil, em suas diversas formas. O diário e o razão são, para a ECD, um livro digital único. Cabe ao PVA (Programa Validador e Assinador) mostrá-los no formato escolhido pelo usuário. São previstas as seguintes formas de escrituração: I - Diário Geral; II - Diário com Escrituração Resumida (vinculado a livro auxiliar); III -Diário Auxiliar; IV -Razão Auxiliar; V - Livro de Balancetes Diários e Balanços.

37 ERP CIGAM Novos Cadastros / parâmetros exigidos no ECD: Participantes: Conjunto de informações para identificar as pessoas físicas e jurídicas com as quais a empresa tem alguns tipos de relacionamentos específicos. (Ex. matriz no exterior, coligada, controlada, localizada em país com tributação favorecida, etc.) Uso no CIGAM

38 ERP CIGAM Novos Cadastros / parâmetros exigidos no ECD: Inscrições da empresa nas instituições. (Ex. BACEN, Secretarias da Fazenda estaduais, etc.) Assinantes da escrituração e sua qualificação (Ex. Diretor, Administrador, Contador, etc.) Uso no CIGAM

39 ERP CIGAM Novas Rotinas / Processos: Relacionamento (DE  PARA) do plano de contas do CIGAM Contábil com os planos de contas referenciais disponibilizados pelas entidades responsáveis (RFB, BACEN ou SUSEP). Saldos Contábeis x Gerenciais: Na geração dos saldos para a ECD os valores das contas são rateados por centro de custo (gerenciais), para agilizar a obtenção destes dados foi criado uma estrutura para abrigar e atualizar os saldos neste formato. Uso no CIGAM

40 A ECD é gerada por meio de uma rotina EDI nos mesmos moldes da IN86 (obrigação acessória já conhecida pela maioria dos contribuintes) ERP CIGAM

41 Uso no CIGAM O arquivo digital gerado pelo CIGAM Contábil estará estruturado de acordo com os padrões estabelecidos pela Receita Federal (Anexo único IN RFB 787) e pronto para ser submetido ao Programa Validador e Assinador (PVA), disponibilizado no portal SPED. ERP CIGAM Estrutura Simplificada do Arquivo

42 Transmissão do Arquivo ERP CIGAM Após a validação do arquivo digital pelo PVA é assinado digitalmente (signatários) e transmitido.

43 Qual o próximo passo ERP CIGAM Quais novidades ainda terão no campo da tecnologia da informação voltada para área contábil, fiscal e administrativa, ou seja, na gestão empresarial como um todo? Do ponto de vista do projeto SPED ainda há um longo caminho:SPED a) Massificação da NF-e, ECD, EFD, NFS-e e do Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e)NF-eECDEFDNFS-eCT-e b) Implantação do e-Lalur, e-Folha, e outros livros fiscais c) Eliminação das obrigações acessórias tradicionais Do ponto de vista empresarial, um grande desafio é a capacitação das pessoas, além da gestão dos processos e sistemas.

44 ERP CIGAM Quais as perguntas que devem ser feitas antes de iniciar a seleção de um software? a) O fornecedor tem tradição no mercado de software empresarial? b) Sua atuação é local ou nacional? Ele tem estrutura para atender a sua empresa? c) Que tipo de software a empresa candidata está acostumada a desenvolver? Software para gestão empresarial ou outro tipo? d) Há experiência em questões fiscais e tributárias? Em quais regiões do país? e) A sua empresa planeja crescer? A solução do seu fornecedor pode acompanhar seu crescimento? f) Como seu cliente perceberá valor na nova tecnologia? Dicas de Implantação do Software

45 | Unidades CIGAM : BA, DF, GO, MG, PR, RJ, RS, SP


Carregar ppt "Sistema Empresarial ERP Solução Cigam para NFe / SPED Dezembro/2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google