A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA – LICENCIATURA E BACHARELADO DISCIPLINA: LABORATÓRIO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA – LICENCIATURA E BACHARELADO DISCIPLINA: LABORATÓRIO."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA – LICENCIATURA E BACHARELADO DISCIPLINA: LABORATÓRIO DE PRODUÇÃO DE TEXTO RESENHA Profa. Drª Marli Hatje

2 É um texto de caráter efêmero. “Envelhece" rapidamente, muito mais que outros textos de natureza opinativa. A resenha envolve: a) enumeração por partes; b) relação circunstanciada de alguma coisa; c) descrição minuciosa; d) relato; e) notícia; f) contagem, etc. O QUE É RESENHA?

3 RESENHA = RESUMO? se resumo é o ato ou efeito de resumir; compilar, recapitular; se é compêndio; epítome ou sinopse (...) (...) e se sinopse é uma obra ou trabalho que representa, em síntese, o conjunto de uma ciência; um resumo; epítome; compêndio; súmula ou síntese?

4 Resenha é um trabalho de síntese que revistas e jornais científicas publicam geralmente logo após a edição de uma obra, com o objetivo de divulgá-la. Não se trata de um simples resumo. A resenha vai além, resume a obra e faz uma avaliação sobre ela, apresentando suas linhas básicas, deve avaliá-la, mostrando seus pontos fortes e fracos. O resumo deve se limitar ao conteúdo do trabalho, sem julgamento de valor. Resenha = Resumo

5 OBJETIVO DA RESENHA Divulgar objetos de consumo cultural como livros, filmes e peças de teatro;

6 Para a elaboração da resenha (crítica), o resenhista utiliza opiniões de autores da comunidade científica em relação as defendidas pelo autor e se estabelece comparações com os enfoques, métodos de investigação e formas de exposição de outros autores. A apreciação crítica deve ser feita em termos de concordância ou discordância, levando em consideração a validade ou a aplicabilidade do que foi exposto pelo autor. Para fundamentar a apreciação crítica, o resenhista levar em conta a opinião de autores da comunidade científica, experiência profissional, a visão de mundo e a noção histórica do país.

7 -Título - Referência bibliográfica da obra; - Dados biográficos do autor; -Perspectiva teórica da obra; -Síntese da obra -Principais teses desenvolvidas na obra; - Avaliação crítica sobre a obra e suas implicações. PARTES QUE COMPÕEM UMA RESENHA?

8 A) TÍTULO DA RESENHA A resenha deve ter título, que resume em uma ou duas palavras o conteúdo. Pode ter subtítulo. Título da resenha: Educar pelos meios e para os meios Subtítulo (linha de apoio): novas formas de comunicação estão muito mais a serviço do mercado que da cidadania e criam a necessidade de repensar as novas tecnologias e a própria teleducação. Título da resenha: Psicologia da educação virtual: aprender a ensinar com as tecnologias da informação e comunicação.

9 B) REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA DA OBRA RESENHADA Autor da obra: Pedro Demo Título da obra: Questões para a Teleducação Editora: Vozes Data da publicação do livro: 1998 Local de publicação: Porto Alegre Número de páginas: 392 (388) Valor: R$ 28,00 (Resenha publicada na Revista Veja sob o título: Educar pelos meios e para os meios, de Clóvis de Barros Filho). Autor da obra: César Coll e Carles Monereo Título da obra: Psicologia da educação virtual: aprender a ensinar com as tecnologias da informação e comunicação. Editora: Artmed Editora Data da publicação do livro: 2008 Local de publicação: Porto Alegre Número de páginas: 367 Valor: R$ 73,00 (Resenha publicada na Revista P á tio, n º 53, fev/abril 2010.).

10 C) DADOS BIOGR Á FICOS DO AUTOR DA OBRA Apresenta-se as credenciais dos autores da obra a ser resenhada. O resenhista apresenta o autor da obra. Fala dos principais fatos relacionados à sua vida, como local e ocasião de nascimento, formação acadêmica, pessoas e estudiosos que influenciaram sobre sua obra e sua vida, fatos marcantes na vida, forma de pensar, outras obras publicadas, etc. Pedro Demo César Coll e Carles Monereo

11 Toda obra escrita pertence a uma perspectiva teórica. É importante saber a que tradição/escola teórica pertence o autor da obra, isso permite compreender a forma como está organizada, bem como a lógica da argumentação utilizada. Quando se reconhece a perspectiva teórica do autor, sabe o que se pode esperar da obra que será analisada. D) PERSPECTIVA TEÓRICA DA OBRA

12 E) BREVE SÍNTESE DA OBRA Antes de iniciar a análise de uma obra, é importante ter uma visão panorâmica dela, pois ajuda a visualizar o começo, o meio e o fim, permitindo saber de onde parte e para onde vai o autor na sua argumentação. Esta parte pode, inclusive, ser feita em forma de esquema.

13 E) PRINCIPAIS TESES DESENVOLVIDAS NA OBRA Cumpridas as etapas anteriores pode-se analisar o conteúdo da obra. O objetivo nesta fase é traçar as principais teses do autor da obra e NÃO resumir (resenha não é resumo). É preciso ler com muita atenção para captar o que é fundamental no pensamento do autor.

14 Depois de apresentar e compreender a obra, deve-se traçar alguns comentários pessoais sobre o assunto, ancorados em argumentos fundamentados academicamente. A resenha (crítica) não deve ser vista ou elaborada como um resumo onde se acrescenta, ao final, uma avaliação. A postura crítica deve estar presente desde a primeira linha, resultando num texto em que o resumo e a voz crítica do resenhista se interpenetram. Observação: O tom da crítica poderá ser moderado, respeitoso, agressivo, etc. O resenhistas, assim como outros críticos ou pessoas que manifestam sua opinião, devem atentar ao fato de que eles também se tornam objetos de críticas por parte dos "criticados" (diretores de cinema, escritores, profissionais, etc.), que revidam os ataques qualificando os "detratores da obra" de "ignorantes" (pois não compreenderam a obra) e de "impulsionados pela má-fé". E) AVALIAÇÃO CRÍTICA

15 - Ler resenhas de diferentes autores; - Acessar e ler as obras originais - Identificar as caracter í sticas deste tipo de texto; - Produzir resenha(s); - Publicar ou apresentar em diferentes m í dias RECOMENDA Ç ÕES


Carregar ppt "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE EDUCAÇÃO FÍSICA E DESPORTOS CURSOS DE EDUCAÇÃO FÍSICA – LICENCIATURA E BACHARELADO DISCIPLINA: LABORATÓRIO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google