A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MODELO MULTICRITÉRIO SIMPLIFICADO PARA CONTROLE E MONITORAMENTO DE PROCESSOS TECNOLÓGICOS ARTESANAIS DE ALIMENTOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MODELO MULTICRITÉRIO SIMPLIFICADO PARA CONTROLE E MONITORAMENTO DE PROCESSOS TECNOLÓGICOS ARTESANAIS DE ALIMENTOS."— Transcrição da apresentação:

1 MODELO MULTICRITÉRIO SIMPLIFICADO PARA CONTROLE E MONITORAMENTO DE PROCESSOS TECNOLÓGICOS ARTESANAIS DE ALIMENTOS

2 O tema e problema de pesquisa Cresce o número de pessoas ligadas ao meio rural interessado em aperfeiçoar o processo tecnológico de seus produtos. E isso, vem despertando o interesse do produtor rural, pois, ao mesmo tempo em que se obtém ganhos reduzindo e às vezes até eliminando algumas perdas durante o processamento, verifica-se outras coisas mais

3 Delimitação do problema da pesquisa O produtor estruture um monitoramento sistemático de suas ações através da análise e controle de seu processo de forma contínua, cíclica e sistemática. Constituir, acompanhar e alterar estratégias implementadas e seu desempenho.

4 Apresentar um Modelo Multicritério simplificado de controle sistêmico e monitoramento de ações em processos tecnológicos Objetivo geral

5 Objetivos específicos Gerar um sistema de gestão da informação Através dessa estrutura arborizada, traçar um perfil de impacto de ações de modo a possibilitar a empresa do pequeno agricultor analisar e aperfeiçoar as suas ações, Este perfil, também vai permitir gerar novas ações e apoiar o processo decisório do produtor. Apresentar uma estrutura arborizada que integre as operações, a tecnologia artesanal do produto em estudo e os múltiplos critérios relacionados ao mesmo de forma a facilitar a tomada de decisão pelo pequeno produtor;

6 Construir matrizes semânticas qualitativas e quantitativas e formular uma equação geral e aditiva do modelo; Pelo perfil traçado, matrizes semânticas e a equação geral do modelo recomendar ações estratégicas de melhoria para o caso estudado; Adaptar de forma simplificada a Metodologia Multicritério de Apoio a Decisão – MCDA ao modelo proposto. Objetivos específicos

7 O presente trabalho vem contribuir com esses fatores, através da construção de um Modelo Multicritério para Controle Sistêmico e Monitoramento de Ações de Processos Produtivos de forma simplificada, partindo das operações unitárias de cada etapa do processamento artesanal de carnes suínas. Justificativa Portanto, o tema abordado apresenta uma proposta teórica inédita, pois propõe um modelo simplificado de avaliação e mostra como fazê-lo através de um estudo de caso.

8 Inovação tecnológica Operações unitárias método multicritério de apoio a decisão INTEGRAÇÃO Gestão da informação

9 Considerando o que foi exposto podemos resumir esta pesquisa da seguinte forma: Tipo de estudo: estudos exploratórios, apresentando uma ilustração da proposta teórica em forma de um Estudo de Caso; Método utilizado no estudo de Caso: método qualitativo e quantitativo; Instrumentos utilizados para realizar a coleta de dados do estudo de caso são observações livres através de anotações descritiva. Procedimentos metodológicos Modelo multicritério simplificado

10 Procedimentos metodológicos Construção do mapa cognitivo Construção da função de preferenciais Contrução da escala de preferência local, e Determinação das taxas de compensação Árvore de Pontos de Vista Construção dos descritores Identificação do perfi de impacto das ações e avaliação global Análise de sensibilidade dos resultados Fase de estruturação Fase de avaliação Fase Elaboração das recomendações Modelo multicritério simplificado

11 Mapeamento do processo artesanal de lingüiças frescal e defumada de carne suína. Construção da árvore de decisão através da retirada de PVFs e PVEs do mapa do processo. Construção das matrizes semânticas de juízo de valor para avaliação local e global Estruturação do modelo Implementação e avaliação Cálculo das taxas de harmonização Equação aditiva de agregação de todos os PVFs Equação Geral do modelo Perfil das ações das empresas e recomendações de ações de melhoria Estudo de Caso

12 ESTUDO DE CASO: LINGUIÇAS FRESCAL E DEFUMADAS DE CARNE SUINA

13 Mapeamento do processo artesanal de lingüiças frescal e defumada de carne suína. Considerou desde os aspectos de condições para o abate até a matéria prima, que são os tipos diferenciados de carne suína. Que a partir deles se realiza a elaboração de diferentes produtos. Estruturação do modelo

14 A partir daqui inicia-se todo o detalhamento das operações Operações para obter a matéria prima

15 Operações de abate

16 Operações de depelagem

17 Operações de corte

18 Operações de inspeção

19 Operações de esquartejamento da carcaça

20 Operações de limpeza do intestino fino

21 Elaboração de lingüiça frescal e defumada

22 Separação dos materiais

23 Operações de higieinização

24 Seleção do tipo de carne

25 Preparo da massa de carne

26 Embutir a carne

27 Defumação da lingüiça pura

28 Operação de embalar, rotular e armazenar

29 Arborização dos pontos de vista fundamental Arvore geral do modelo Controle sistêmico e monitoramento de ações de produtos artesanais de carne suína são os objetivos estratégicos e principal da arvore geral do modelo de decisão. A matéria prima e a tecnologia artesanal de elaboração são as duas áreas de interesse. Os pontos de vista fundamental estão presos a cada área de interesse

30 Arvore geral do modelo

31 Árvores parciais de cada área de interesse e seus respectivos descritores. Arvore parcial instalação

32 Melhor situação Pior situação Descritores

33

34

35 Arvore parcial condições higiênicas e sanitárias Descritores

36 Arvore parcial colaborador

37 descritores

38 Arvore parcial abate descritores

39 Arvore parcial depelagem e evisceração descritores

40 Arvore parcial inspeção descritores

41 Arvore parcial lingüiça frescal descritores

42 Arvore parcial lingüiça frescal

43

44 Arvore parcial lingüiça defumada

45 descritores

46 NívelN1N2N3MACBETH N123100,00 N2293,55 N30 Matriz semântica de hierarquização e taxa de harmonização Construíram-se matrizes semânticas de hierarquização para cada ponto de vista elementar que compõem a arvore geral do modelo e calcularam-se taxas de harmonização para cada um deles Muito forteFracoMuito fracoModeradoForteExtremo Com o MACBETH foi possível construir as funções de valor para todos os descritores

47 Exemplo de uma matriz semântica global construída

48 As funções de valor são representações matemáticas de julgamentos humanos. Funções de valor

49 Equação Geral do Modelo Equação parcial PVF-1 V (geral) = 0,6 (PVF-1)+0,4(0,6(PVF-2.1) + 0,4 (PVF-2.2))

50 Aplicação parcial do modelo a a bcdef b c d e d f

51 Visão parcial do modelo com uma comparação no PVF-1

52 Perfil De Impacto Das Ações Da Empresa A, B C O perfil de impacto das ações foi elaborado para alguns pontos de vista fundamental de forma a ilustrar o processo de avaliação e de geração de ações para as empresas A,B e C. curral de repousosala de abate A B C N1 N2 N1 N2 Área de abate

53 Perfil De Impacto Das Ações Da Empresa A, B C

54 Perfil De Impacto Das Ações Da Empresa A, B C

55 Considerações implementação, otimização, controle sistêmico e monitoramento de ações. E, dessas recomendações verificou-se que em relação à empresa A pode-se assegurar que a mesma apresentou a melhor performance em relação às demais. De acordo com Drucker, 2002, existem muitas oportunidades de mudanças que pode ser verificada em uma empresa e se transformar em uma inovação (...) Pode-se averiguar que o perfil traçado além de facilitar o processo de fiscalização durante a realização de visitas pelo órgão da vigilância sanitária, permite a realização de estudos complementares e planejamentos em relação ao processo de melhoria contínua da empresa.

56 Observa-se em virtude disso que mudanças poderão ser feitas quantas vezes forem necessárias, em qualquer uma das fases, o que demonstra que o modelo construído pode ser adaptado em outras empresas do mesmo ramo. Averigua-se que além de propiciar um diagnóstico particularizado da situação, pode oferecer informações importantes, nas quais os pontos de vistas fundamentais e elementares puderam ser estruturados na árvore decisoria. Constatou-se que em decorrência disso, o perfil do processo todo se tornou mais operacional para o fim a que se destina. E dessa forma, tornando o produto mais competitivo e diferenciado, favorecendo o produtor artesanal, como também a sociedade que estará recebendo um produto de qualidade e seguro. Considerações finais

57 Estruturação do modelo começando pelo mapeamento prévio do processo operativo; Determinação dos pontos de estrangulamento no processo produtivo, avaliando características sanitárias, qualidade do produto, aprimoramento da técnica para geração do produto, entre outros; Qualidade do produto, grau de satisfação do consumidor e aceitação do produto pelo mercado. otimize o processo, e que agregue valor ao produto, trazendo satisfação ao produtor de lingüiça artesanal através da fortificação da sua empresa. através do novo modelo operativo gerado após aplicação da metodologia proposta – compreende a estrutura gerencial do seu negócio e o solidifica no mercado. Considerações finais


Carregar ppt "MODELO MULTICRITÉRIO SIMPLIFICADO PARA CONTROLE E MONITORAMENTO DE PROCESSOS TECNOLÓGICOS ARTESANAIS DE ALIMENTOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google