A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Orientador: Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Mestranda: Ivone do Rocio Hubie Busato.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Orientador: Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Mestranda: Ivone do Rocio Hubie Busato."— Transcrição da apresentação:

1 UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Orientador: Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Mestranda: Ivone do Rocio Hubie Busato Florianópolis, 15 de junho de 2001

2 Desenvolvimento de metodologia adequada à disciplina de Biologia, que permita uma diminuição da visão fragmentada do saber e complete uma visão mais integrada e holística.

3 INTRODUÇÃO Justificativa Estabelecimento do problema Objetivos Hipóteses

4 Justificativa: Não há conhecimento sem emoção Conhecer significa compreender todas as dimensões da realidade Intuitivo Sensorial Transcendental Racional INTRODUÇÃO

5 Meios de Comunicação: uniformização do saber e homogeneização dos valores Escola: educar para a autonomia, para a diversi- dade e para o pensamento crítico INTRODUÇÃO Justificativa:

6 Problema: Hoje não é mais possível manter uma visão reducionista, quando os problemas são sistêmicos, estão interligados e são interdependentes. (Capra, 1996) INTRODUÇÃO

7 Problema: A consciência fragmentada torna difícil compreender a dinâmica complexidade da vida e suas interações. INTRODUÇÃO

8 Problema: Como desenvolver os 4 alicerces da educação? Aprender a conhecer Aprender a fazer Aprender a viver junto Aprender a ser INTRODUÇÃO

9 Problema: Como propor uma metodologia adequada à disciplina de Biologia para o Ensino Médio, que permita uma diminuição da visão fragmentada do saber e contemple uma visão mais integrada e holística? INTRODUÇÃO

10 Objetivos: Desenvolver suporte pedagógica no ato de aprender, através da metodologia do ensino de Biologia numa visão integrada e holística Despertar maior interesse pessoal do aluno para a disciplina de Biologia Procurar superar a proposta pedagógica com ênfase na memorização e no reducionismo Melhorar a qualidade do ensino INTRODUÇÃO

11 Hipóteses: Uma aprendizagem com visão holística permite a formação de um cidadão crítico e criativo O ensino com visão sistêmica e holística facilita a aprendizagem INTRODUÇÃO

12 REFERENCIAL TEÓRICO O ensino numa visão sistêmica Visão sistêmica: um novo compreender a vida dos organismos

13 Educar para a abertura a novas experiências, a novas maneiras de ser, a novas idéias. Educar para o positivo, para a mudança, para o não previsível, para aprender continuamente Educar para autonomia (...) Educar para desenvolver o mais plenamente possível todas as potencialidades (...) Educar para encontrar o eixo, o sentido de nossa vida (Moran, 1993) O ensino numa visão sistêmica: REFERENCIAL TEÓRICO

14 Educar holisticamente Pessoal EmocionalSocial Planetário Autonomia Solidariedade Totalidade Flexibilidade Parceria Sensibilidade Interdependência Abertura O ensino numa visão sistêmica: REFERENCIAL TEÓRICO

15 Visão sistêmica: um novo compreender da vida dos organismos Hipótese Gaia Estruturas Dissipativas Pensamento Sistêmico Autopoiese REFERENCIAL TEÓRICO

16 Visão sistêmica: um novo compreender da vida dos organismos REFERENCIAL TEÓRICO Ecologia profunda Inteligência coletiva Aprendizagem ecológica Ecosofia Sustentabilidade

17 METODOLOGIA Abordagem da Metodologia: 1º Ano: aprender a ser e aprender a estar com o outro 2º Ano: ser parte da rede diversificada da vida 3º Ano: Aprender a ser corpo-natureza

18 A Instituição: O Centro Federal de Educação Tecnológica do Paraná oferece cursos de engenharia, tecnologia, e ensino médio além dos cursos de pós graduação. METODOLOGIA

19 Os envolvidos: Alunos aprovados em exame de seleção, adolescentes na faixa de 14 a 15 anos na sua grande maioria, oriundos de classe média. METODOLOGIA

20 Métodos e técnicas Biologia Laboratório DialogadoSocializadoIndustrializado Expositiva METODOLOGIA

21 Aula expositiva Resgata conhecimento vivencial Contextualizada e interdisciplinar Dialógico - contestadora Convívio harmônico METODOLOGIA

22 Aula laboratorial Procedimentos científicos pertinentes Facilitador e construtor de conhecimentos Relação teoria x prática Saber fazer METODOLOGIA

23 Métodos: Individualizado Socializado Dialogado Respeito ao ritmo próprio do aluno Permite a troca de experiências, a cooperação e a parceria Procura envolver ao máximo os alunos METODOLOGIA

24 1º Ano Aprender a ser e aprender a estar com o outro Maquetes Seminários Método científico Prática de microscopia Audiovisuais Relatórios e pesquisas Discussões em grupo Experiências práticas Trabalhos em equipe Painéis METODOLOGIA

25 Textos Equipe Dossiê Projetos Maquetes Resenhas Relatórios Dinâmicas Atividades Práticas Entrevistas Trilha Manipulação de espécimes Audiovisuais 2º Ano: Ser parte da rede diversificada da vida METODOLOGIA

26 3º Ano: aprender a ser corpo-natureza Vídeos Textos Estudo dirigido Seminários Debates Pesquisas Práticas laboratoriais Saída de campo METODOLOGIA

27 RESULTADOS A coleta de dados foi realizada por meio do levantamento de dados: Desempenho escolar durante os 3 anos Resultado da aprovação em vestibulares Questionário sobre a avaliação da metodologia do ensino de Biologia

28 Desempenho escolar durante os 3 anos de disciplina RESULTADOS

29 Desempenho escolar durante os 3 anos de disciplina RESULTADOS

30 Desempenho escolar durante os 3 anos de disciplina

31 RESULTADOS Resultado da aprovação em vestibulares

32 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

33 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

34 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

35 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

36 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

37 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

38 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

39 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

40 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

41 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

42 RESULTADOS Instrumento de avaliação da metodologia na disciplina

43 RESULTADOS A coleta de dados apontou aspectos positivos que podem ser reforçados e aspectos negativos a serem trabalhados e melhorados

44 CONCLUSÃO A metodologia de ensino dentro da visão holística: Facilita a apreensão do conhecimento Permite ao aluno reconstruir seus conhecimentos com autonomia, respeitando seu ritmo e suas habilidades Desperta para a consciência ecológica na formação de cidadãos planetários de hábitos sustentáveis

45 CONCLUSÃO A metodologia: Prepara para viver em comunidade alicerçando a construção de valores como harmonia, cooperação, solidariedade e respeito a vida Possibilita o aprender a aprender, construindo o aprender a ser para melhor viver o aprender a estar com o outro Desenvolve o educador motivador, crítico e criativo, preocupado também em aprender sempre

46 CONCLUSÃO Limitações: Grande quantidade de conteúdos para a carga horária Troca de professores durante o processo Insegurança dos docentes em trabalhos a interdisciplinaridade Falta de avaliação da metodologia por parte de outros docentes que participaram do processo

47 CONCLUSÃO Implicações para futuras pesquisas: Estudos em turmas onde o mesmo professor desenvolve a metodologia nos 3 anos Estudos comparativos entre esta metodologia e outros trabalhados em outras escolas Investigar a contribuição de cada uma das disciplinas que fizeram parte do Ensino Médio Estudo sobre os caminhos seguidos pelos alunos nas suas profissões

48 AGRADECIMENTOS Ao professor Dr. Francisco Antonio Pereira Fialho por me ensinar que não existe conhecimento sem emoção e por despertar a pesquisadora que existe em mim A minha família, fonte de alegria e amor A Deus, razão de ser da minha existência

49 Os professores não devem encher as cabeças de conhecimentos, mas formar as cabeças para pensar, formar os corações para amar os semelhantes e as mãos para trabalhar na construção de um mundo melhor para todos (Juliatto, 1998) Obrigada.


Carregar ppt "UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Orientador: Francisco Antonio Pereira Fialho, Dr. Mestranda: Ivone do Rocio Hubie Busato."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google