A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profª Jusciane da Costa e Silva Rotação dos Corpos Rígidos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profª Jusciane da Costa e Silva Rotação dos Corpos Rígidos."— Transcrição da apresentação:

1 Profª Jusciane da Costa e Silva Rotação dos Corpos Rígidos

2 Rotação do Corpos A rotação acontece em todas as escalas.

3 Introdução Não podem ser representado como o movimento de um ponto. São corpos que giram em torno de um eixo.

4 Desejamos analisar a rotação de um corpo rígido em torno de um eixo fixo. Conceitos: Corpo rígido: É um conceito limite ideal, de um corpo indeformável que pode girar com todas suas partes travadas conjuntamente sem sofrer qualquer mudança. Eixo Fixo: Significa que a rotação ocorre em torno de um eixo que não se move. Introdução

5 Rotação Pura (movimento angular): Todos os pontos do corpo se movem em um círculo cujo centro está sobre o eixo de rotação e todos os pontos descrevem o mesmo ângulo em um mesmo intervalo de tempo. Translação Pura (movimento linear): Todos os pontos se movem ao longo de uma linha reta e todos os pontos sofrem o mesmo deslocamento linear em um mesmo intervalo de tempo. Linha de Referência – ponto que liga a origem ao ponto desejado.

6 Variáveis de Rotação Grandezas equivalentes angulares das grandezas lineares posição, deslocamento, velocidade e aceleração. Posição angular Consideremos uma linha que liga a origem a um ponto P (OP), essa linha chamaremos de Linha de Referência. A coordenada de um corpo rigído girando em torno de um eixo fixo pode ser negativa ou positiva. Positiva – Sentido contrário ao relógio. Negativa – Sentido do relógio.

7 Variáveis de Rotação A posição angular desta linha é o ângulo da linha em relação a um sentido fixo, que tomamos como a posição angular igual a zero. S é o comprimento do arco do círculo que se estende do eixo x até a linha de referência, e r é o raio do círculo. O ângulo é definido em Radianos e não em graus ou revoluções.

8 Variáveis de Rotação Deslocamento angular Se um corpo gira em torno de um eixo de rotação, variando sua posição angular, dizemos que o corpo sofre um deslocamento angular. Positivo – Contrário ao relógio. Negativo – Sentido do relógio.

9 Variáveis de Rotação Velocidade angular Se um corpo está numa posição 1 no tempo t 1 e numa posição 2 num tempo t 2, então sua velocidade angular média será A velocidade angular instantânea Unidade: rad/s

10 Variáveis de Rotação Aceleração angular Se a velocidade angular do corpo em uma rotação varia então ele produz uma aceleração angular A velocidade angular instantânea Unidade: rad/s 2

11 Exemplo 01 Consideremos um volante do motor de carro que está sendo testado. A posição angular dessa roda é dada por O diâmetro do volante é igual a 0,36 m. (a) Ache o ângulo, em radianos e em graus, nos instantes t 1 = 2 s e t 2 = 5 s. (b) Ache a distância percorrida por uma partícula na periferia do volante neste intervalo de tempo. (c) Calcule a velocidade angular média, em rad/s entre t 1 = 2 s e t 2 = 5 s. (d) Ache a velocidade angular instantânea no instante t = 3s. (e) Calcule a aceleração angular média no mesmo intervalo do item (c).

12 Rotação com aceleração angular constante Vimos no MRU que quando a = const. os cálculos ficam muito mais fáceis. Seja 0 a velocidade angular de um corpo rígido no tempo t = 0 e a velocidade num tempo t, a aceleração é αt é a variação total da velocidade entre o t = 0 e t. Quando α é constante, varia com uma taxa uniforme Valor médio entre 0 e t é a média entre o valor inicial e final

13 depois de algumas manipulações matemáticas encontramos Equação básica do movimento.

14 Relação entre grandezas lineares e angulares Como podemos encontrar a velocidade e a aceleração de um dado ponto em um corpo girando? Por exemplo, para encontra K precisamos saber v. Se um corpo rígido gira formando um ângulo um ponto no corpo a uma posição r em relação ao eixo de rotação descreve um arco de círculo de comprimento s, logo derivando Uma vez que num corpo rígido todos os pontos tem a mesma velocidade, pontos em r maiores tem velocidades maiores.

15 O período de uma revolução T para o movimento de cada ponto e para o próprio corpo rígido é Aceleração Para representar a aceleração de uma partícula que se move ao longo de uma circunferência temos o termo centrípeto e tangencial. Relação entre grandezas lineares e angulares

16 Um corpo rígido girando é constituído por massas em movimento, logo ele possui K. Consideremos um corpo constituído por um grande número de partículas com massas m 1, m 2,...,m n situados a uma distância r 1, r 2,...r n do eixo de rotação. Como v = r chamando I = m i r i 2 de momento de inércia, que está relacionado de como a massa está distribuída no espaço. Energia Cinética de Rotação

17 logo onde Portanto quando maior for o momento de inércia maior será a energia cinética do corpo girando. Unidades I = kg m 2. Energia Cinética de Rotação

18 Um engenheiro está projetando uma parte de uma certa máquina que consiste em três conectores pesados ligados por suportes leves. Os conectores podem ser considerados como partículas pesadas conectadas por hastes desprezíveis. (a) Qual o momento de inércia desse corpo em relação ao eixo perpendicular ao plano desenhado e passando no ponto A. (b) Qual o momento de inércia em torno de um eixo que coincide com a haste BC? (c) Se o corpo gira em torno do eixo perpendicular ao plano do desenho e passa por A, com velocidade de 4 rad/s, qual é sua energia cinética? Exemplo 02 Portanto um corpo rígido pode ter mais de um momento de inércia.

19 Se um corpo rígido compõe de poucas partículas, podemos calcular o momento de inércia No entanto se o corpo rígido constituir de um grande número de partícula (meio contínuo) para encontrarmos I temos que integrar Exemplo: Haste fina uniforme de massa M e comprimento L. Qual o momento de inércia? Cálculo do Momento de Inércia

20 1. haste é uniforme: CM é o seu centro. Cálculo do Momento de Inércia

21

22 Suponha que queremos encontrar o momento de inércia I de um corpo de massa M em torno de um eixo dado. reformulando temos o teorema dos eixos paralelos Teorema dos Eixos Paralelos


Carregar ppt "Profª Jusciane da Costa e Silva Rotação dos Corpos Rígidos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google