A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 13 Sinais e Sistemas – Capítulo 3 Simon Haykin.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 13 Sinais e Sistemas – Capítulo 3 Simon Haykin."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 13 Sinais e Sistemas – Capítulo 3 Simon Haykin

2 Aula 13 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Desenvolvemos a DTFT a partir da DTFS, onde um sinal não periódico é descrito como o limite de um sinal periódico de período fundamental N aproximando-se do infinito. Seja Onde é um sinal periódico de período N=2M+1.

3 Aula 13 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) A medida que M se eleva, as réplicas periódicas de x[n] presentes em se distanciam da origem. Quando M->, as réplicas movem-se para infinito.

4 Aula 13 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Então, podemos escrever Como é um sinal periódico, então podemos representá-lo pela usando o par de DTFS, isto é

5 Aula 13 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Como, então Definimos agora uma função contínua de frequência cujas amostras em são iguais aos coeficientes da DTFS normalizados por 2M+1, ou seja

6 Aula 13 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Substituindo a definição de X[k] na DTFS temos Como, então

7 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) A medida que M se eleva, o diminui (de a para c), provando um decréscimo no espaçamento harmônico.

8 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Desde que, onde então Observe que estamos somando valores de uma função avaliados em ko, multiplicados pela largura entre amostras, o. Esta consiste em uma aproximação pela regra retangular para integração.

9 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Deste modo, é uma aproximação para onde foi considerado que =ko, de modo que d=o, e que

10 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) A DTFT inversa nos diz que x[n] é uma superposição ponderada de senóides discretas, onde a superposição é proporcionada pela integral e a ponderação é dada por onde é a DTFT.

11 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Dizemos que e x[n] são um par de DTFT. Ao obter a DTFT, é considerado que x[n] tem duração finita. Podemos também aplicar esses resultados a sinais x[n] com duração infinita, mas para isso temos que considerar as condições sob as quais a DTFT converge.

12 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Condição 1: Se x[n] é absolutamente somável, isto é então a DTFT convergirá uniformemente para uma função contínua de. Condição 2: Se x[n] não for absolutamente somável, mas tiver energia finita, isto é então pode-se mostrar que a DTFT converge, mas não ponto a ponto.

13 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Muitos sinais físicos encontrados na prática da engenharia satisfazem as condições citadas. Entretanto, existem sinais não periódicos de uso comum, por exemplo o degrau unitário, que não satisfaz àquelas condições. Veremos como tratar esses casos no capítulo seguinte.

14 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Exemplo: Encontre a DTFT de Solução: A DTFT de x[n] é dada por O último somatório diverge para |α|1. Para |α|<1 temos a série geométrica convergente Se α é real, então o módulo e a fase são como segue.

15 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT)

16

17 Exemplo: Encontre a DTFT de um pulso retangular definido como Solução: A DTFT de x[n] é dada por Fazendo m=n+M, temos

18 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) A penúltima expressão pode ser simplificada fazendo-se a simetria das potências da exponencial do numerador e denominador, conforme a seguir.

19 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Aplicando LHopital, temos que Consequentemente, temos que

20 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT)

21 Exemplo: Encontre a DTFT inversa de Solução: A DTFT inversa é dada por

22 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Usando LHopital, mostra-se que Logo, podemos escrever com o entendimento que o valor em n=0 é obtido como o limite. Também podemos escrever

23 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT)

24 Exemplo: Encontre a DTFT de Solução: A DTFT é dada por Consequentemente

25 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Exemplo: Encontre a DTFT inversa de Solução: A DTFT inversa é dada por

26 Sinais Não Periódicos de Tempo Discreto: A Transformada de Fourier de Tempo Discreto (DTFT) Observe, no exemplo anterior, que podemos definir Para todos os, escrevendo-o como uma soma infinita de funções delta deslocadas por múltiplos inteiros de 2π, ou seja,


Carregar ppt "Aula 13 Sinais e Sistemas – Capítulo 3 Simon Haykin."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google