A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Dr. Carlos Adilio Maia do Nascimento Presidente do Instituto Brasileiro de Produção Sustentável e Direito Ambiental IBPS Propriedades Nutritivas e Medicinais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Dr. Carlos Adilio Maia do Nascimento Presidente do Instituto Brasileiro de Produção Sustentável e Direito Ambiental IBPS Propriedades Nutritivas e Medicinais."— Transcrição da apresentação:

1 Dr. Carlos Adilio Maia do Nascimento Presidente do Instituto Brasileiro de Produção Sustentável e Direito Ambiental IBPS Propriedades Nutritivas e Medicinais do Arroz Brasília, 16 de outubro de 2007 INSTITUTO BRASILEIRO DE PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL E DIREITO AMBIENTAL Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural Audiência Pública

2 ARROZ É REMÉDIO?

3 Cultivado pelo homem há 6 mil anos Provas Arqueológicas Ásia e África

4 Trazido para a Europa por Alexandre Magno Século VI A.C.

5 Na Grécia Antiga usado como Alimento Medicinal - Epidauro Doenças dos intestinos; Doenças dos rins; Doenças ginecológicas: Hemorragias, Cólicas menstruais e Sintomas da menopausa;

6 Doenças da pele; Moderador do apetite em dietas de emagrecimento.

7 Desde a remota antiguidade usado em produtos de beleza Pele delicada Pele delicada Flor de Lótus Referencial de beleza no Japão

8 Na atualidade, com o progresso da bioquímica e da medicina, temos tido, cientificamente, explicação de quase todas as virtudes do arroz na saúde humana.

9 Glicídio de fácil digestão e alto valor energético Alimento de atletas Alimento de atletas

10 Índice glicêmico que se caracteriza por absorção lenta e gradual, não causando picos glicêmicos. Índice glicêmico que se caracteriza por absorção lenta e gradual, não causando picos glicêmicos. Equilibra o apetite – alimento de diabéticos;

11 Carboidrato de médio valor calórico (120g de arroz cozido = 250 calorias) Moderador do apetite - dieta de emagrecimento

12 Fração Protéica Melhor, em qualidade, entre os cereais de grande consumo; Gera menos resíduos (catabólitos) nitrogenados -favorece a função renal de eliminação (filtro); Dieta para pacientes renais crônicos – diminui a necessidade de hemodiálise; Fácil complementação em aminoácidos essenciais: feijão, ovo, carne, arroz-de-leite.

13 NOS ESTADOS UNIDOS, FOI LICENCIADA ESTE ANO A PRODUÇÃO COMERCIAL DE UMA VARIEDADE DE ARROZ TRANSGÊNICO QUE PRODUZ PROTEÍNAS DO LEITE HUMANO.

14 BIOTECNOLOGIA PRODUZINDO ALIMENTOS NUTRACÊUTICOS – SÃO ALIMENTOS DE GRANDE CONSUMO, ENRIQUECIDOS EM SEUS COMPONENTES NUTRITIVOS E PROPORCIONANDO VANTAGENS MEDICINAIS. ARROZ DOURADO: ENRIQUECIDO COM BETA-CAROTENO E FERRO.

15 400 MILHÕES DE PESSOAS TÊM DEFICIÊNCIA VISUAL POR CARÊNCIA DE VITAMINA A 1 BILHÃO TEM ANEMIA POR CARÊNCIA DE FERRO NO MUNDO 300 GRAMAS DE ARROZ DOURADO POR DIA, COMPENSAM ESTAS DEFICIÊNCIAS

16

17 Não contém glúten (proteína hiperalérgica) - celíacos; Não contém glúten (proteína hiperalérgica) - celíacos; Muito baixo efeito alergênico do arroz; Muito baixo efeito alergênico do arroz;

18 Água de Arroz: Mucilagem que contém molécula específica chamada fator anti- diarréia – regulador da flora – realimentação de caquéticos – tratamento para doenças de pele: psoríase, dermatoses;

19 Óleo de Arroz: entre os 4 melhores óleos para alimentação humana (arroz, amendoim, girassol e canola) – não tem colesterol – contém gama-orizanol, anti- oxidante que neutraliza os radicais livres. Retirado o óleo do farelo ficam: fibras, proteínas, vitaminas e sais minerais (pão e biscoitos)

20 Indústria cosmética usa substâncias extraídas do arroz: pós, talcos e cremes. Hydrolat, substância rica em aminoácidos e açúcares, que estimula a síntese do colágeno. Da casca do arroz foi isolada substância que é eficiente filtro solar, orgânico e sem poder alergênico.

21 Grifes da cosmética japonesa como Shiseido e Kenzo, cada vez mais retiram do arroz insumos para seus produtos;

22 Estatísticas médicas permitem algumas conjecturas, embora ainda sem comprovação científica.

23 Câncer de mama: ocorrência 10 a 20 vezes menor em países asiáticos que nos EE.UU e Europa – não é fator genético racial;

24 As diferenças não são genéticas, as asiáticas que vivem em outras regiões, como Brasil, EUA e Europa, estão hoje sujeitas ao mesmo risco de desenvolver câncer de mama;

25 Sintomas da menopausa e cólicas menstruais ocorrem com muito menor intensidade nas asiáticas;

26 Obesidade, osteoporose, celulite e varizes ocorrem com muito menor intensidade nas asiáticas;

27 Todas estas afecções estão diretamente ligadas à ação do estradiol, um dos hormônios femininos – hiperestrogenismo A medicina já admite ser a dieta fator importante neste mecanismo; A medicina já admite ser a dieta fator importante neste mecanismo;

28 Ainda não está totalmente traduzido pela ciência o complexo processo metabólico envolvendo o estradiol e seus receptores ao nível de bioquímica celular. O que se sabe, há muito tempo, é ser o arroz a base da dieta dos asiáticos.

29 Dieta é componente importante da cultura de um povo. É um fato cultural. Faz parte da infraestrutura da sociedade, portanto, produto de socialização e fator de integração dos indivíduos.

30 O churrasco integra os gaúchos. Alguns afirmam ser a dieta programa codificado no genoma da tribo. Esse programa, interagindo com o meio ambiente, conduziria à eleição entre as disponibilidades alimentares existentes no ecossistema, daquelas mais adequadas ao metabolismo.

31 Este seria o mecanismo de adoção de uma dieta de um povo vivendo em uma determinada região, o que seria válido para todos os animais. O mecanismo de percepção intuitiva biológica e bioquímica ocorreria por conta de codificação genética.

32 Os brasileiros foram aquinhoados com hábito alimentar básico muito satisfatório do ponto de vista nutricional e degustativo. Arroz com feijão é alimento equilibrado e gostoso. Com pequena complementação em proteínas essenciais, vitaminas e sais minerais, torna-se dieta balanceada das melhores e com excelente sabor. Lamentavelmente, o consumo per capita de arroz vem diminuindo nos últimos trinta anos, substituído por fast food, massas e refrigerantes.

33

34 Dr. Carlos Adilio Maia do Nascimento Muito obrigado. Brasília, 16 de outubro de 2007 Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural


Carregar ppt "Dr. Carlos Adilio Maia do Nascimento Presidente do Instituto Brasileiro de Produção Sustentável e Direito Ambiental IBPS Propriedades Nutritivas e Medicinais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google