A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

 Quem sou eu no mundo?  Enigma que a criança tenta responder e procura respostas ao conhecer-se  O que é o auto conceito?  É a imagem total que temos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: " Quem sou eu no mundo?  Enigma que a criança tenta responder e procura respostas ao conhecer-se  O que é o auto conceito?  É a imagem total que temos."— Transcrição da apresentação:

1

2  Quem sou eu no mundo?  Enigma que a criança tenta responder e procura respostas ao conhecer-se  O que é o auto conceito?  É a imagem total que temos de nós mesmos.  Aquilo que acreditamos que somos = capacidades, habilidades, traços de personalidade  Trata-se de uma construção cognitiva a respeito de si mesmo.

3  A criança acaba incorporando à sua auto- imagem, também, o ‘como’ os outros a vêem  O autoconceito torna-se mais nítido à medida que a pessoa adquire capacidades cognitivas e lida com as tarefas de desenvolvimento da infância, adolescência e idade adulta.

4  Mudanças na autodefinição: passagem dos 5 para os 7 anos.  Representações únicas = itens isolados e unidimensionais expressam a sua percepção sobre si mesmo, sem conexões lógicas  Não consegue reconhecer sua identidade real – a pessoa que é na verdade  Identidade ideal = composta pelas características que a pessoa gostaria de ser Autoconceito = senso de identidade, quadro mental descritivo e avaliativo das próprias capacidades da pessoa e dos traços de personalidade

5  Associações representativas – conexões lógicas entre aspectos de sua identidade  Ainda são expressas em termos totalmente positivo do tipo tudo ou nada  Não consegue se ver bom em alguma habilidade e ruim em outra  À medida que esse tipo de pensamente tende a decrescer, as autodescrições tornam-se mais equilibradas.

6  Auto-estima  Baseia-se na capacidade cognitiva da criança de descrever e definir a si própria.  Não atinge um conceito de valor antes de 8 anos de idade  Estudos e pesquisas apontam para indicações dessa capacidade em crianças pequenas  A partir da 2ª infância –avaliações pessoais de competência e adequação baseadas na internalização dos padrões parentais e sociais se tornam fundamentais para moldar e manter um senso de autovalor. Auto-estima = julgamento que um indivíduo faz sobre seu valor pessoal

7  Compreendendo e regulando emoções  Compreender e regular suas próprias emoções contribui para competência social da criança  Permite controlar o modo como demonstra seus sentimentos e ser sensível ao que os outros sentem  As relações familiares afetam o desenvolvimento da compreensão emocional  Crianças pré-escolares – ainda lhes falta uma pela compreensão de emoções autodirigidas, tais como vergonha e orgulho  Dificuldade em conciliar emoções conflitantes

8  Emoções autodirigidas  Culpa, vergonha, orgulho  Emoções de difícil distinção mesmo para crianças mais velhas  Emoções simultâneas  Confusão no entendimento que as crianças mais novas têm de seus sentimentos  Dificuldade na compreensão de que podem experimentar emoções conflitantes ao mesmo tempo

9  Diferenças de gênero: comportamento geral  Por volta dos 4 anos o comportamento problemático diminui nas meninas e persiste nos meninos  Na adolescência – meninas mais propensas à ansiedade e depressão  Masculino:  Comportamento mais agressivo  Feminino  Maior expressão de empatia e comportamento prestativo  Mais obediência e cooperação com os pais  Utilização da linguagem mais responsiva, com elogios, concordância etc.

10  Diferenças nos testes de inteligência:  Não há diferenças quanto ao gênero  Habilidades gerais  Masculino  Maior vantagem nas habilidades espaciais, raciocínio matemático abstrato e científico  Feminino  Melhor desempenho nas tarefas verbais, cálculo matemático, tarefas motoras e perceptuais  Identidade de gênero surge entre 2 e 3 anos de idade.

11  3 aspectos relativos à identidade de gênero:  Papéis de gênero  Tipificação de gênero – processo de socialização pelo qual a criança aprende a se apropriar dos papéis de gênero  Estereótipos de gênero – generalizações preconcebidas sobre o comportamento masculino ou feminino  Tanto a ‘natureza’ quanto o ambiente provavelmente desempenham papéis importantes no que significa ser homem ou mulher  As influências biológicas não são necessariamente universais, inevitáveis ou imutáveis; nem as influências sociais e culturais são facilmente superadas

12  Abordagens biológicas  Abordagem psicanalítica  Abordagens cognitivas  Kohlberg – a criança busca ativamente indicações sobre o gênero em seu mundo social  Aquisição de papéis de gênero depende da constância de gênero  Teoria do esquema de gênero – procura descrever o esquema cognitivo pelo qual a criança organiza as informações sobre o que é ser masculino e feminino em determinada cultura

13  Abordagem sociocognitiva  A teoria sociocognitiva de Bandura considera a identidade de gênero como consequência de uma série complexa de influências interagentes, tanto pessoais quanto sociais  A socialização desempenha um papel fundamental nesse processo

14  Influência da família  Influência dos colegas


Carregar ppt " Quem sou eu no mundo?  Enigma que a criança tenta responder e procura respostas ao conhecer-se  O que é o auto conceito?  É a imagem total que temos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google