A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VITAMINASVITAMINAS. VITAMINASVITAMINAS Compostos orgânicos presentes naturalmente e em pequena quantidade nos alimentosCompostos orgânicos presentes naturalmente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VITAMINASVITAMINAS. VITAMINASVITAMINAS Compostos orgânicos presentes naturalmente e em pequena quantidade nos alimentosCompostos orgânicos presentes naturalmente."— Transcrição da apresentação:

1 VITAMINASVITAMINAS

2 VITAMINASVITAMINAS Compostos orgânicos presentes naturalmente e em pequena quantidade nos alimentosCompostos orgânicos presentes naturalmente e em pequena quantidade nos alimentos Essenciais para a manutenção do metabolismo normalEssenciais para a manutenção do metabolismo normal ClassificaçãoClassificação –Lipossolúveis – A, D, E e K –Hidrossolúveis – C e Complexo B Compostos com atividade vitamínicaCompostos com atividade vitamínica –Colina, inositol, ácido pangâmico, ácido orótico, vitamina U e vitamina F –Função metabólica ainda não está totalmente elucidada

3 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina AVitamina A –Retinol (álcool) Alimentos de origem animalAlimentos de origem animal –Retinal (aldeído) e Ácido retinóico Presentes em pequenas quantidades nos alimentosPresentes em pequenas quantidades nos alimentos –Éster de retinila –3-deidro-retinol (Vitamina A2) Encontrada em peixes de água doce e anfíbiosEncontrada em peixes de água doce e anfíbios –Carotenóides 600 carotenóides encontrados na natureza600 carotenóides encontrados na natureza 10% são potenciais fontes de Vitamina A10% são potenciais fontes de Vitamina A –β-caroteno – 100% de atividade pró-vitamínica – -caroteno – 50%-54% de atividade pró-vitamínica Licopeno, zeaxantina e luteína – sem atividade pró-vitamínicaLicopeno, zeaxantina e luteína – sem atividade pró-vitamínica –1 Eq retinol (1 RE) = 1 g retinol ou 6 g β-caroteno –1 g = 3,33 UI

4 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina AVitamina A –Biodisponibilidade álcool: captação e a mobilização hepática de vit A e transformação em metabólitos não ativosálcool: captação e a mobilização hepática de vit A e transformação em metabólitos não ativos deficiência de Zn afeta o metabolismo da vit Adeficiência de Zn afeta o metabolismo da vit A –Zn é necessário para a mobilização normal da Vit A contida no fígado melhor aproveitamento quando administrado juntamente com a vit Emelhor aproveitamento quando administrado juntamente com a vit E deficiência de Vit A diminui a mobilização dos estoques de Fedeficiência de Vit A diminui a mobilização dos estoques de Fe

5 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina AVitamina A –Funções metabólicas: manutenção da visão normalmanutenção da visão normal –Participação do grupo prostético das opsinas para formação da rodopsina crescimento e desenvolvimento ósseocrescimento e desenvolvimento ósseo diferenciação do tecido epitelial e células ósseasdiferenciação do tecido epitelial e células ósseas reprodução: espermatogênese, placenta, fetoreprodução: espermatogênese, placenta, feto estabilidade de membranasestabilidade de membranas integridade do sistema imuneintegridade do sistema imune diferenciação celular e proliferaçãodiferenciação celular e proliferação importante para a produção de mucoimportante para a produção de muco atua no paladar, audição e apetiteatua no paladar, audição e apetite

6 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina AVitamina A –Absorção: 80% da ingestão oral80% da ingestão oral Intestino delgado por processo ativoIntestino delgado por processo ativo –Caroteno convertido em Vit A no fígado ou na mucosa intestinal –Armazenamento: 90% no fígado / Krause, 2005 – 50 a 80% - armazenado no fígado90% no fígado / Krause, 2005 – 50 a 80% - armazenado no fígado 10% nos depósitos de gordura, pulmões e rins10% nos depósitos de gordura, pulmões e rins –Circula ligada à ptn de ligação do retinol e à pré-albumina –Excreção: Biliar e urináriaBiliar e urinária

7 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina AVitamina A –Deficiência: Causas:Causas: –Primária - baixo consumo –Secundária - síndromes de má absorção de gorduras, obstrução biliar, pancreatite petéquias, hiperceratose folicular, pele áspera e seca (braços e coxas)petéquias, hiperceratose folicular, pele áspera e seca (braços e coxas) cegueira noturna (nictalopia), xeroftalmiacegueira noturna (nictalopia), xeroftalmia ulceração da córneaulceração da córnea má formação fetalmá formação fetal retardo no crescimentoretardo no crescimento perda de apetiteperda de apetite alterações nervosasalterações nervosas infecções infecções

8 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Deficiência de vitamina ADeficiência de vitamina A

9 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina AVitamina A –Toxicidade: + de 100 vezes a quantidade necessária+ de 100 vezes a quantidade necessária Alteração na pele e membrana mucosasAlteração na pele e membrana mucosas Má formação fetalMá formação fetal

10 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina DVitamina D –Colecalciferol (Vit D3) Sintetizado pela ação da luz solar (raios UV) a partir do 7-deidrocolesterolSintetizado pela ação da luz solar (raios UV) a partir do 7-deidrocolesterol –Ergocalciferol (Vit D2) Esteróide vegetal derivado do ergosterolEsteróide vegetal derivado do ergosterol –Molécula ativa 1,25 (OH) 2 D ou Calcitriol1,25 (OH) 2 D ou Calcitriol –1 UI = 0,025 g Vit D

11 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina DVitamina D –Funções metabólicas: Envolvida na mineralização óssea por estimular:Envolvida na mineralização óssea por estimular: –transporte ativo de Ca e P do intestino –mobilização óssea de Ca e P para o sangue –reabsorção renal de Ca Ativada no rim por estímulo do paratormônioAtivada no rim por estímulo do paratormônio –Biodisponibilidade: Ác graxos de cadeia longa: absorçãoÁc graxos de cadeia longa: absorção Fibras: eliminaçãoFibras: eliminação Fe, Cu e Mn: absorçãoFe, Cu e Mn: absorção

12 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina DVitamina D –Absorção: jejuno, na presença de bilejejuno, na presença de bile –Transformada em 25-OH-D3 (25-hidroxicolecalciferol) no fígado Forma absorvida mais rapidamente e menos dependente de ácidos biliaresForma absorvida mais rapidamente e menos dependente de ácidos biliares –Transporte sangüíneo ligado a uma globulina –Nos rins é ativada a 1,25(OH)2 D3 ou 1,25 diidroxivitamina D3 –Excreção: fecal, urinária e biliarfecal, urinária e biliar

13 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina DVitamina D –Deficiência: redução da absorção intestinal de Caredução da absorção intestinal de Ca fraqueza muscularfraqueza muscular Ca e P plasmáticos e fosfatase alcalina Ca e P plasmáticos e fosfatase alcalina deformidades ósseas:deformidades ósseas: –Raquitismo – crianças –Osteomalácia - adultos

14 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina EVitamina E –Família de 8 compostos homólogos de ocorrência natural, sintetizados pelas plantas Tocoferóis -, β, δ, γTocoferóis -, β, δ, γ Tocotrienóis -, β, δ, γTocotrienóis -, β, δ, γ – -tocoferol única forma da Vit E mantida no plasma humano –1 mg Vit E = 1,49 UI Vit E

15 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina EVitamina E –Função metabólica principal Antioxidante da membrana celularAntioxidante da membrana celular –Atua como doador de hidrogênio fenólico, bloqueando a sucessão de reações no processo de oxidação –Outras funções: tem função complementar ao Setem função complementar ao Se atua na manutenção do tecido epitelial e na síntese da prostaglandinaatua na manutenção do tecido epitelial e na síntese da prostaglandina protege hemácias da hemóliseprotege hemácias da hemólise

16 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina EVitamina E –Absorção: 25 a 85% da ingestão oral25 a 85% da ingestão oral intestino delgado, na presença de bileintestino delgado, na presença de bile –Transportada por LDL, HDL e VLDL –Excreção: biliar –Deficiência: dores muscularesdores musculares anemia hemolítica em prematurosanemia hemolítica em prematuros alteração do epitélio seminífero, afetando a espermatogênesealteração do epitélio seminífero, afetando a espermatogênese alterações hepáticas (esteatose)alterações hepáticas (esteatose)

17 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina KVitamina K –Filoquinona (K1) Origem vegetalOrigem vegetal –Menaquinona (K2) Sintetizada por bactériasSintetizada por bactérias –Menadiona (K3) Origina-se da síntese bacteriana, a partir das menaquinonas (50% do requerimento)Origina-se da síntese bacteriana, a partir das menaquinonas (50% do requerimento) –Biodisponibilidade: Suplementos > absorção que alimentosSuplementos > absorção que alimentos –Vegetais – 20% –Suplementos – 80%

18 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina KVitamina K –Função metabólica: Responsável pela síntese de fatores de coagulaçãoResponsável pela síntese de fatores de coagulação Essencial para a formação normal do ossoEssencial para a formação normal do osso –Absorção: 40% a 80% da ingestão oral40% a 80% da ingestão oral intestino delgado, na presença de bileintestino delgado, na presença de bile Vit K3 (hidrossolúvel) não necessita de bileVit K3 (hidrossolúvel) não necessita de bile -tocoferol atua na absorção de vitamina K e na inibição da protrombina -tocoferol atua na absorção de vitamina K e na inibição da protrombina –Armazenada em quantidade quando comparada com outras vitaminas lipossolúveis

19 VITAMINAS LIPOSSOLÚVEIS Vitamina KVitamina K –Excreção: urinária e fecalurinária e fecal –Deficiência: doença hemorrágica do recém-nascidodoença hemorrágica do recém-nascido > tendência a hemorragias> tendência a hemorragias hipoprotrombinemiahipoprotrombinemia hematúria, epistaxeshematúria, epistaxes nas hepatopatias, a hipoprotrombinemia pode ser função da doença e não de hipovitaminosenas hepatopatias, a hipoprotrombinemia pode ser função da doença e não de hipovitaminose

20 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B1 ou TiaminaVitamina B1 ou Tiamina –Forma ativa: Tiamina trifosfato (TTP)Tiamina trifosfato (TTP) –Funções metabólicas: Coenzima de sistemas enzimáticos:Coenzima de sistemas enzimáticos: –via das pentoses –metabolismo dos CH (descarboxilação oxidativa de - cetoácidos a aldeídos) –metabolismo de gorduras (reduz o NADPH na síntese de AG) Envolvida na transmissão de impulsos nervososEnvolvida na transmissão de impulsos nervosos –vitamina anti-neurítica

21 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B1 ou TiaminaVitamina B1 ou Tiamina –Absorção: Duodeno proximal, por processo ativoDuodeno proximal, por processo ativo Álcool: inibe a absorção, a fosforilação hepática, o armazenamento e aumenta a excreçãoÁlcool: inibe a absorção, a fosforilação hepática, o armazenamento e aumenta a excreção –Reservas orgânicas: músculo esquelético, coração, fígado, rins e sistema nervosomúsculo esquelético, coração, fígado, rins e sistema nervoso – Excreção: urináriaurinária

22 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B1 ou TiaminaVitamina B1 ou Tiamina –Deficiência: Síndrome de Wernike-KorsakoffSíndrome de Wernike-Korsakoff Beribéri: sintomas cardiovasculares, rigidez e cãimbras musculares, edema de face e extremidades, anorexia, confusão mental, oftalmoplegia e ataxiaBeribéri: sintomas cardiovasculares, rigidez e cãimbras musculares, edema de face e extremidades, anorexia, confusão mental, oftalmoplegia e ataxia Cardiomegalia, paralisia periféricaCardiomegalia, paralisia periférica Irritabilidade, depressãoIrritabilidade, depressão

23 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B2 ou RiboflavinaVitamina B2 ou Riboflavina –Presente na dieta como FMN e FAD (normalmente ligado à ptns) –Pode ser sintetizada no intestino –Funções metabólicas: Importante no metabolismo (catabolismo) dos CH, ptns e gordurasImportante no metabolismo (catabolismo) dos CH, ptns e gorduras –participa do sistema de oxirredução e transporte de elétrons Converte piridoxina em piridoxal fosfato (forma ativa)Converte piridoxina em piridoxal fosfato (forma ativa)

24 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B2 ou RiboflavinaVitamina B2 ou Riboflavina –Biodisponibilidade: Zn, Cu, Fe, cafeína, teofilina, nicotinamida, Na, triptofano, uréia e ác ascórbicoZn, Cu, Fe, cafeína, teofilina, nicotinamida, Na, triptofano, uréia e ác ascórbico –alteram a solubilidade intestinal e a utilização –Absorção: intestino delgado proximalintestino delgado proximal –Liga-se à albumina e globulina para circulação sangüínea –Armazenamento: fígado, coração, baço e rimfígado, coração, baço e rim –Excreção: urinária, biliar, suor e fecalurinária, biliar, suor e fecal

25 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B2 ou RiboflavinaVitamina B2 ou Riboflavina –Deficiência: neuropatianeuropatia anemia normocítica e normocrômicaanemia normocítica e normocrômica glossite, estomatite angularglossite, estomatite angular queilose, queratose folicular, seborréia nasolabial, nariz e testa, dermatite anogenital e queimadura nos pésqueilose, queratose folicular, seborréia nasolabial, nariz e testa, dermatite anogenital e queimadura nos pés manifestações ocularesmanifestações oculares

26 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Niacina, Vitamina PP ou Vitamina B3Niacina, Vitamina PP ou Vitamina B3 –Ácido nicotínico e nicotinamida Formas presentes nos alimentos, com igual atividade vitamínicaFormas presentes nos alimentos, com igual atividade vitamínica –Funções metabólicas: Desempenha papel indispensável nas reações de oxirredução envolvidas no catabolismo de glicose, AG, cetonas e AaDesempenha papel indispensável nas reações de oxirredução envolvidas no catabolismo de glicose, AG, cetonas e Aa Componente essencial de duas coenzimas ativas: NAD e NADPComponente essencial de duas coenzimas ativas: NAD e NADP Juntamente com a tiamina e riboflavina, fornece energia para as célulasJuntamente com a tiamina e riboflavina, fornece energia para as células

27 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Niacina, Vitamina PP ou Vitamina B3Niacina, Vitamina PP ou Vitamina B3 –Pode ser sintetizada a partir do triptofano Triptofano NiacinaTriptofano Niacina –requer tiamina, riboflavina, piridoxina e bactérias intestinais 60 mg triptofano = 1mg niacina60 mg triptofano = 1mg niacina –Absorção: Estômago e parte superior do intestino delgado, por difusão facilitadaEstômago e parte superior do intestino delgado, por difusão facilitada –Excreção: UrináriaUrinária

28 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Niacina, Vitamina PP ou Vitamina B3Niacina, Vitamina PP ou Vitamina B3 –Deficiência: Pelagra ou doença dos 3 DsPelagra ou doença dos 3 Ds –desordens mentais, diarréia, acloridria, glossite, estomatite, dermatite eritematosa, vaginite Anemia hipocrômicaAnemia hipocrômica TaquicardiaTaquicardia HipercolesterolemiaHipercolesterolemia

29 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Ácido Pantotênico ou Vitamina B5Ácido Pantotênico ou Vitamina B5 –Composta pelo ác pantóico e β-alanina –Presente na dieta em concentração como CoA –Funções metabólicas: Constituinte da CoA e grupo prostético da ptn carreadora de acilConstituinte da CoA e grupo prostético da ptn carreadora de acil Participa de várias reações metabólicasParticipa de várias reações metabólicas –acetilação de aminas –oxidação do piruvato, -cetoglutarato e β-oxidação de AG –síntese do colesterol, AG, esfingosina, citrato, acetato e porfirinas

30 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Ácido Pantotênico ou Vitamina B5Ácido Pantotênico ou Vitamina B5 –Absorção: Sofre hidrólise intestinal e é absorvida juntamente com o pantotenato através da veia portaSofre hidrólise intestinal e é absorvida juntamente com o pantotenato através da veia porta –Excreção: Urinária e fecalUrinária e fecal –Deficiência: irritabilidade, anorexia, dormência e formigamento, insôniairritabilidade, anorexia, dormência e formigamento, insônia constipação, vômitos e náuseaconstipação, vômitos e náusea taquicardia aos esforçostaquicardia aos esforços fraqueza dos músculos extensores dos dedos, hiper-reflexia tendíneafraqueza dos músculos extensores dos dedos, hiper-reflexia tendínea hipotensão posturalhipotensão postural cefaléia, asteniacefaléia, astenia

31 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Piridoxina ou Vitamina B6Piridoxina ou Vitamina B6 –O termo Vit B6 inclui 3 compostos: piridoxina, piridoxal e piridoxaminapiridoxina, piridoxal e piridoxamina –Funções metabólicas: Coenzima essencial a numerosas reações do metabolismo dos Aa, CH e lipídeosCoenzima essencial a numerosas reações do metabolismo dos Aa, CH e lipídeos Ativa enzimas envolvidas nos processos de transaminação, descarboxilação, degradação, síntese, desidratação e dessulfidrilação de AaAtiva enzimas envolvidas nos processos de transaminação, descarboxilação, degradação, síntese, desidratação e dessulfidrilação de Aa Transforma triptofano em niacina, cisteína em ác pirúvico e oxalato em glicinaTransforma triptofano em niacina, cisteína em ác pirúvico e oxalato em glicina Essencial para a glicogenóliseEssencial para a glicogenólise Mantém a resposta imunológica e o metabolismo endócrinoMantém a resposta imunológica e o metabolismo endócrino COMPLETEM !!! - Enzima chave para a síntese de neurotransmissores - Necessária no metabolismo do TRIPTOFANO em duas vias: formação de serotonina e formação de niacina

32 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Piridoxina ou Vitamina B6Piridoxina ou Vitamina B6 –Absorção: 95% a 99% da ingestão oral95% a 99% da ingestão oral principalmente no duodeno, mas também no jejuno e íleoprincipalmente no duodeno, mas também no jejuno e íleo –Excreção: UrináriaUrinária –Deficiência: mudanças de personalidade, irritabilidade, depressão, perda do senso de responsabilidademudanças de personalidade, irritabilidade, depressão, perda do senso de responsabilidade hipertrofia das papilas gustativashipertrofia das papilas gustativas seborréia na região nasolabial, erupção cutânea acneiforme na faceseborréia na região nasolabial, erupção cutânea acneiforme na face

33 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Biotina ou Vitamina B7Biotina ou Vitamina B7 –Sintetizada por bactérias intestinais –Biotina + avidina do ovo Formação de complexo estável a grande faixa de pH, que não é degradado no TGIFormação de complexo estável a grande faixa de pH, que não é degradado no TGI Avidina degradada pelo aquecimentoAvidina degradada pelo aquecimento –Funções metabólicas: Coenzima transportadora de CO 2 de 4 enzimas envolvidas em reações de gliconeogênese, lipogênese, síntese de AG, metabolismo do propionato e catabolismo da leucinaCoenzima transportadora de CO 2 de 4 enzimas envolvidas em reações de gliconeogênese, lipogênese, síntese de AG, metabolismo do propionato e catabolismo da leucina

34 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Biotina ou Vitamina B7Biotina ou Vitamina B7 –Absorção: 50% do ingerido50% do ingerido Intestino delgado - duodenoIntestino delgado - duodeno –Excreção: Fecal e urináriaFecal e urinária –Deficiência: perda parcial da memória, anorexia, depressãoperda parcial da memória, anorexia, depressão náuseas, vômitos, glossitenáuseas, vômitos, glossite anormalidades no eletrocardiogramaanormalidades no eletrocardiograma mialgia, ataxia, hipotonia, hiperestesia, palidez, alopéciamialgia, ataxia, hipotonia, hiperestesia, palidez, alopécia hipercolesterolemiahipercolesterolemia

35 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Ácido Fólico ou Vitamina B9 ou FolacinaÁcido Fólico ou Vitamina B9 ou Folacina –Sintetizada por bactérias intestinais –Funções metabólicas: Participa:Participa: –síntese de bases nucléicas (purinas e pirimidinas) –formação de ác nucléicos (DNA e RNA) –processos de interconversão de Aas (catabolismo da histidina a ác glutâmico, interconversão de serina e glicina e conversão da homocisteína a metionina) Atua juntamente com a Vit B12 na síntese de DNAAtua juntamente com a Vit B12 na síntese de DNA Essencial para a formação de hemácias e leucócitos na medula óssea e para sua maturaçãoEssencial para a formação de hemácias e leucócitos na medula óssea e para sua maturação

36 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Ácido Fólico ou Vitamina B9 ou FolacinaÁcido Fólico ou Vitamina B9 ou Folacina –Absorção: parte superior do intestino delgadoparte superior do intestino delgado –Circula livre ou ligado à betaglobulina –Excreção: Urinária e fecalUrinária e fecal –Deficiência: anemia megaloblástica, leucopeniaanemia megaloblástica, leucopenia níveis elevados de homocisteínaníveis elevados de homocisteína irritabilidade, anorexia, perda de peso, dor de cabeçairritabilidade, anorexia, perda de peso, dor de cabeça dor na língua, glossite, diarréia, má absorçãodor na língua, glossite, diarréia, má absorção neuropatia periféricaneuropatia periférica

37 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B12 ou CianocobalaminaVitamina B12 ou Cianocobalamina –Sintetizada por bactérias intestinais –Funções metabólicas: coenzima essencial ao metabolismo dos CH, lipídeos e ptnscoenzima essencial ao metabolismo dos CH, lipídeos e ptns sintetiza metionina a partir da homocisteínasintetiza metionina a partir da homocisteína essencialessencial –síntese de bases nucléicas (DNA) –mielina dos nervos periféricos e póstero-laterais da medula espinhal

38 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B12 ou CianocobalaminaVitamina B12 ou Cianocobalamina –Absorção: ingerida ligada à ptns do alimento que devem ser liberadas pela pepsina no estômagoingerida ligada à ptns do alimento que devem ser liberadas pela pepsina no estômago combina com a ptn R (cobalofilinas) no estômago e se move para o ID onde as ptns R são hidrolizadascombina com a ptn R (cobalofilinas) no estômago e se move para o ID onde as ptns R são hidrolizadas liga ao fator intrínseco no IDliga ao fator intrínseco no ID Ocorre no íleo, dependente de fator intrínseco, Ca e pH >6Ocorre no íleo, dependente de fator intrínseco, Ca e pH >6 –Excreção: Urinária e fecalUrinária e fecal Biliar (reabsorvida no íleo)Biliar (reabsorvida no íleo) –2/3 da Vit B12 excretada é reabsorvida pela circulação entero- hepática

39 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina B12 ou CianocobalaminaVitamina B12 ou Cianocobalamina –Deficiência: anemia megaloblásticaanemia megaloblástica –devido ao bloqueio de síntese de DNA e hiperprodução de RNA alterações neurológicas, perda da memória, anorexia, cefaléiaalterações neurológicas, perda da memória, anorexia, cefaléia constipação, aquilia gástricaconstipação, aquilia gástrica palpitação, glossitepalpitação, glossite hipotensão postural, acidúria metilmalônicahipotensão postural, acidúria metilmalônica

40 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina C ou Ácido AscórbicoVitamina C ou Ácido Ascórbico –sintetizado nas plantas e na maioria dos animais a partir da glicose e galactose –seres humanos não possuem enzima l-gulonolactona e não sintetizam o ác ascórbiconão possuem enzima l-gulonolactona e não sintetizam o ác ascórbico –bicarbonato de sódio - destrói a vit C

41 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina C ou Ácido AscórbicoVitamina C ou Ácido Ascórbico –Funções metabólicas Necessária no metabolismo de Aa, colesterol, folacinaNecessária no metabolismo de Aa, colesterol, folacina Essencial para a síntese de colágeno, hormônios adrenais, aminas vasoativas e carnitinaEssencial para a síntese de colágeno, hormônios adrenais, aminas vasoativas e carnitina Necessária para a função leucocitária, melhorando a imunidade celularNecessária para a função leucocitária, melhorando a imunidade celular absorção e a utilização de Fe absorção e a utilização de Fe Essencial para o metabolismo da tirosinaEssencial para o metabolismo da tirosina Atua como antioxidante, reciclando a Vit E e prevenindo a peroxidação lipídica e a oxidação do LDL-colAtua como antioxidante, reciclando a Vit E e prevenindo a peroxidação lipídica e a oxidação do LDL-col

42 VITAMINAS HIDROSSOLÚVEIS Vitamina C ou Ácido AscórbicoVitamina C ou Ácido Ascórbico –Absorção: porção proximal do intestino delgadoporção proximal do intestino delgado reabsorvida pelos rinsreabsorvida pelos rins –Excreção: urináriaurinária –Deficiência: escorbuto: distúrbios psicológicos, manifestações hemorrágicas, anemia, cicatrização de feridas, instabilidade vasomotora, alterações dermatológicasescorbuto: distúrbios psicológicos, manifestações hemorrágicas, anemia, cicatrização de feridas, instabilidade vasomotora, alterações dermatológicas astenia, emagrecimento, cefaléia, dores ósseasastenia, emagrecimento, cefaléia, dores ósseas

43 Outros fatores não confirmados como vitaminas ColinaColina –componente estrutural da fosfatidilcolina (lecitina), da membrana forfolipídica e do neurotransmissor acetilcolina –Fosfatidilcolina elemento estrutural das membranaselemento estrutural das membranas precursor para os esfingolipídeosprecursor para os esfingolipídeos promotor do transporte de lipídeospromotor do transporte de lipídeos –Acetilcolina neurotransmissorneurotransmissor componente do fator ativador de plaquetascomponente do fator ativador de plaquetas –Pode ser sintetizada no organismo a partir da etanolamina sintetizada em taxas inferiores à necessidade causandosintetizada em taxas inferiores à necessidade causando –em animais: deposição gordurosa no fígado, doença renal hemorrágica e deformações da matriz óssea orgânica

44 Outros fatores não confirmados como vitaminas CarnitinaCarnitina –ajuda a transportar AG de cadeia longa dentro das mitocôndrias para oxidação como fonte de energia –mamíferos e pássaros podem sintetizar carnitina a partir do Aa lisina usando um processo que requer vit C podem sintetizar carnitina a partir do Aa lisina usando um processo que requer vit C –depleção tecidual de carnitina adultos em hemodiálise, adultos com doença hepática e bebês prematurosadultos em hemodiálise, adultos com doença hepática e bebês prematuros carnitina suplementarcarnitina suplementar –corrige a hipertrigliceridemia em tais pacientes –corrige a fraqueza muscular e hipoglicemia

45 Outros fatores não confirmados como vitaminas MonoinositolMonoinositol –funciona no metabolismo como fosfatidilinositol fornece um suporte estrutural nas membranasfornece um suporte estrutural nas membranas serve como uma âncora para as ptns de membrana pela união covalenteserve como uma âncora para as ptns de membrana pela união covalente fonte de ác araquidônico para a biossíntese de eicosanóidesfonte de ác araquidônico para a biossíntese de eicosanóides fonte de importantes sinais intracelularese mensageiros celulares secundários em resposta aos estímulos hormonaisfonte de importantes sinais intracelularese mensageiros celulares secundários em resposta aos estímulos hormonais –Mamíferos sintetizam monoinositol a partir da glicosesintetizam monoinositol a partir da glicose necessidade dietética de monoinositol pré-formado foi demonstrada apenas para alguns peixesnecessidade dietética de monoinositol pré-formado foi demonstrada apenas para alguns peixes –nesses animais, a privação do produziu anorexia, lesões dermatológicas e lipodistrofia intestinal

46 Outros fatores não confirmados como vitaminas BioflavonóidesBioflavonóides –não possuem função metabólica imediata conhecida –têm demonstrado reduzir a fragilidade capilar –potencializam a atividade antiescorbútica do ác ascórbico

47 MINERAIS E ELETRÓLITOS

48 MINERAISMINERAIS Cálcio (Ca)Cálcio (Ca) –Macronutriente –Mineral mais abundante no organismo (1,5 a 2% do peso) 99% encontra-se nos ossos e dentes99% encontra-se nos ossos e dentes –Funções fisiológicas Importante nos processos de:Importante nos processos de: –coagulação sangüínea –excitabilidade neuromuscular –transmissão de impulsos nervosos –contração muscular –mineralização de ossos e dentes –ativação enzimática –secreção hormonal Responsável pelo transporte de B12 pelo TGIResponsável pelo transporte de B12 pelo TGI Essencial à manutenção e função das células da membranaEssencial à manutenção e função das células da membrana Ca sérico: - Ca livre ou ionizado - complexo entre Ca e ânions (fosfato, citrato) - Ca ligado à ptn (albumina)

49 MINERAISMINERAIS Cálcio (Ca)Cálcio (Ca) –Absorção: 20-40% da ingestão oral20-40% da ingestão oral duodeno e jejuno proximal, na presença de calbidinaduodeno e jejuno proximal, na presença de calbidina pH ácidopH ácido Lactose – intensifica absorçãoLactose – intensifica absorção transportetransporte –ativo »baixas concentrações no intestino e controlado pela ação da 1,25- diidroxivitamina D –passivo »altas concentrações e não dependente de vitamina D »movimento paracelular AbsorçãoAbsorção –adrenocorticóides, oxalatos, celulose, fitatos, idade e menopausa AbsorçãoAbsorção –sais biliares e ingestão protéica Ingestão protéica - excreção renal de Ca

50 MINERAISMINERAIS Cálcio (Ca)Cálcio (Ca) –Excreção: renalrenal reabsorção renal (até 90%)reabsorção renal (até 90%) – ingestão de Ca pode inibir a absorção intestinal de Fe e Znpode inibir a absorção intestinal de Fe e Zn –PTH importante para manutenção dos níveis normais de cálcio séricoimportante para manutenção dos níveis normais de cálcio sérico –promove reabsorção renal de Ca e absorção pela ativação da Vit D

51 MINERAISMINERAIS Cálcio (Ca)Cálcio (Ca) –Deficiência convulsões, parestesiasconvulsões, parestesias diarréia, perda de pesodiarréia, perda de peso dores ósseas, fraturas, raquitismo, osteoporose, osteomaláciadores ósseas, fraturas, raquitismo, osteoporose, osteomalácia –Toxicidade suplementossuplementos hipercalcemiahipercalcemia –tônus muscular frouxo, constipação, grandes volumes urinários, náusea, convulsão, coma e morte

52 MINERAISMINERAIS Fósforo (P)Fósforo (P) –Macroelemento –Níveis séricos normais mantidos pelo PTH, porém é menos regulado que o Ca –Segundo mineral mais abundante no organismo –Funções fisiológicas Co-fator de múltiplos sistemas enzimáticos do metabolismo de CH, ptn e lipídeosCo-fator de múltiplos sistemas enzimáticos do metabolismo de CH, ptn e lipídeos Componente da ATP, ác. nucléicos e fosfolípidesComponente da ATP, ác. nucléicos e fosfolípides Modificador do equilíbrio ácido-básico plasmático (Tamponamento)Modificador do equilíbrio ácido-básico plasmático (Tamponamento) Importante para a mineralização e estrutura óssea (hidroxiapatita), síntese de colágeno e homeostase do cálcioImportante para a mineralização e estrutura óssea (hidroxiapatita), síntese de colágeno e homeostase do cálcio Regulador da excreção renal de íons de hidrogênio e da utilização vitamínica (complexo B)Regulador da excreção renal de íons de hidrogênio e da utilização vitamínica (complexo B)

53 MINERAISMINERAIS Fósforo (P)Fósforo (P) –Absorção: 50-70% da ingestão oral50-70% da ingestão oral jejunojejuno reabsorção renal 85-90%reabsorção renal 85-90% Absorção :Absorção : –fitatos, Ca, AG insaturados, CH, Fe, Mg, Al e antiácidos Absorção :Absorção : –Vitamina D, meio ácido na porção mais proximal do duodeno

54 MINERAISMINERAIS Fósforo (P)Fósforo (P) –Excreção renal e intestinal – grande ingestão e absorção de fosfatos, níveis séricos elevados de fosfato, hiperparatireoidismo, acidose respiratória ou metabólica, diuréticos e expansão do volume extracelular –restrição dietética de P, aumentos plasmáticos de insulina, hormônio do crescimento e glucagon, alcalose metabólica ou respiratória

55 MINERAISMINERAIS Fósforo (P)Fósforo (P) –Deficiência delírio, perda da memória, desorientaçãodelírio, perda da memória, desorientação disfagia, anorexiadisfagia, anorexia taquicardiataquicardia hipocalciúria, acidose metabólicahipocalciúria, acidose metabólica hipoparatiroidismohipoparatiroidismo impedimento da transferência de O2 das células do sangue, oxigenação tecidual e hemóliseimpedimento da transferência de O2 das células do sangue, oxigenação tecidual e hemólise Vista mais comumente:Vista mais comumente: –cetoacidose diabética e abstinência alcoólica –administração de nutrientes à pctes em inanição (Sd realimentação)

56 MINERAISMINERAIS Potássio (K)Potássio (K) –Eletrólitos –Funções metabólicas: Principal cátion intracelularPrincipal cátion intracelular Essencial para:Essencial para: –síntese de proteínas –transmissão nervosa –contração da musculatura cardíaca –tonicidade intracelular e função renal –Insulina entrada de K na célula

57 MINERAISMINERAIS Potássio (K)Potássio (K) –Absorção: > 90% da ingestão oral> 90% da ingestão oral rapidamente pelo TGI (intestino delgado)rapidamente pelo TGI (intestino delgado) reabsorção renalreabsorção renal –Excreção urinária, suor e fezes –Deficiência: reflexos, paralisia, parestesia reflexos, paralisia, parestesia confusão mentalconfusão mental vômitos, distensão peritoneal, polidipsiavômitos, distensão peritoneal, polidipsia arritmia cardíacaarritmia cardíaca dores muscularesdores musculares

58 MINERAISMINERAIS Cloro (Cl)Cloro (Cl) –Eletrólito –Íon extracelular (ânion) Principal ânion extracelularPrincipal ânion extracelular –Funções metabólicas: Essencial para a manutenção do equilíbrio ácido- básicoEssencial para a manutenção do equilíbrio ácido- básico Influencia a osmolaridade sangüínea, urinária, o balanço hídrico e o volume extracelular (em associação ao sódio)Influencia a osmolaridade sangüínea, urinária, o balanço hídrico e o volume extracelular (em associação ao sódio)

59 MINERAISMINERAIS Cloro (Cl)Cloro (Cl) –Absorção: de forma rápida no TGI (intestino delgado)de forma rápida no TGI (intestino delgado) –Excreção urinária –Deficiência: Alcalose metabólicaAlcalose metabólica

60 MINERAISMINERAIS Sódio (Na)Sódio (Na) –Eletrólito Principal cátion do fluido extracelularPrincipal cátion do fluido extracelular –Aldosterona Regula o equilíbrio de NaRegula o equilíbrio de Na –Funções metabólicas: Essencial à manutenção da pressão osmótica do sangue, plasma e fluidos intercelularesEssencial à manutenção da pressão osmótica do sangue, plasma e fluidos intercelulares Essencial para distribuição orgânica de água e volume sangüíneoEssencial para distribuição orgânica de água e volume sangüíneo Importante para a manutenção do equilíbrio ácido-básicoImportante para a manutenção do equilíbrio ácido-básico

61 SÓDIO Cálculos para Conversão do SódioCálculos para Conversão do Sódio –1g NaCl = 40% Na + 60% Cl –1g Na Cl = 17 mEq Na + 17 mEq Cl –mg Na = g sal x 393 –g Sal = Na (mg) x 0,0025 –mEq Na = mmol Na = mg Na ÷ 23 Cálculos para Conversão do SódioCálculos para Conversão do Sódio –1g NaCl = 40% Na + 60% Cl –1g Na Cl = 17 mEq Na + 17 mEq Cl –mg Na = g sal x 393 –g Sal = Na (mg) x 0,0025 –mEq Na = mmol Na = mg Na ÷ 23

62 MINERAISMINERAIS Sódio (Na)Sódio (Na) –Absorção: rapidamente no trato GI (intestino delgado)rapidamente no trato GI (intestino delgado) aldosterona e insulina: reabsorção renalaldosterona e insulina: reabsorção renal prostaglandinas: excreçãoprostaglandinas: excreção –Excreção urinária –Deficiência: Aguda:Aguda: –letargia, fraqueza progredindo rapidamente para convulsões e morte Menos aguda:Menos aguda: –anorexia, diarréia, oligúria, hipotensão, fadiga

63 MINERAISMINERAIS Enxofre (S)Enxofre (S) –Macroelemento –Funções metabólicas: Parte essencial de Aa (metionina, cistina e cisteína), glicoproteína, mucopolissacarídeos e de sulfatos orgânicos e inorgânicosParte essencial de Aa (metionina, cistina e cisteína), glicoproteína, mucopolissacarídeos e de sulfatos orgânicos e inorgânicos Componente da enzima glutationa envolvida na oxidorreduçãoComponente da enzima glutationa envolvida na oxidorredução Auxilia no processo de detoxificação hepática de grupos alcoólicos e esteróidesAuxilia no processo de detoxificação hepática de grupos alcoólicos e esteróides –Absorção: rapidamente pelo trato GIrapidamente pelo trato GI –Excreção urinária

64 MINERAISMINERAIS Enxofre (S)Enxofre (S) –Deficiência reflexos, paralisia, parestesia, confusão mental reflexos, paralisia, parestesia, confusão mental vômitos, distensão peritoneal, polidipiavômitos, distensão peritoneal, polidipia arritmia cardíacaarritmia cardíaca respiração, dispnéia respiração, dispnéia filtração glomerular filtração glomerular dores musculares, hipotensãodores musculares, hipotensão

65 MINERAISMINERAIS Magnésio (Mg)Magnésio (Mg) –Macroelemento –Segundo cátion intracelular mais abundante – Ca e fosfato plasmático absorção de Mg absorção de Mg –Ingestão de glicose, Ca, ptn, vit D e álcool requerimento de Mg requerimento de Mg

66 MINERAISMINERAIS Magnésio (Mg)Magnésio (Mg) –Funções metabólicas: Ativador de sistemas enzimáticos que controlam o metabolismo de CH, gorduras, eletrólitos, síntese protéica, integridade e transporte na membrana celularAtivador de sistemas enzimáticos que controlam o metabolismo de CH, gorduras, eletrólitos, síntese protéica, integridade e transporte na membrana celular Mediador das contrações musculares e transmissões de impulsos nervososMediador das contrações musculares e transmissões de impulsos nervosos Co-fator da fosforilação oxidativaCo-fator da fosforilação oxidativa

67 MINERAISMINERAIS Magnésio (Mg)Magnésio (Mg) –Absorção: 30-50% da ingestão oral30-50% da ingestão oral porção jejunoileal do intestino delgadoporção jejunoileal do intestino delgado –Excreção urinária –Deficiência: confusão mental, convulsão, ataxia, tremor, mudanças na personalidade, anorexiaconfusão mental, convulsão, ataxia, tremor, mudanças na personalidade, anorexia náuseas, vômitos, diarréianáuseas, vômitos, diarréia taquicardia, arritmiataquicardia, arritmia –Deficiência de Mg e hipertensão arterial dados inconsistentes dados inconsistentes

68 MINERAISMINERAIS Flúor (F)Flúor (F) –Elemento ultra-traço –Função metabólica: Essencial para o crescimento, reprodução normal e prevenção de anemiaEssencial para o crescimento, reprodução normal e prevenção de anemia Componente dos ossos e esmalte dos dentesComponente dos ossos e esmalte dos dentes –reduz a susceptibilidade a cáries dentárias e osteoporose –Absorção: 80-90% da ingestão oral80-90% da ingestão oral estômago e intestinoestômago e intestino reabsorção renalreabsorção renal –Excreção urinária –Deficiência: não relatada

69 MINERAISMINERAIS Ferro (Fe)Ferro (Fe) –Microelemento ou elemento traço –Funções metabólicas: Componente essencial de enzimas:Componente essencial de enzimas: –hemoglobina –mioglobina e desidrogenase do músculo esquelético –metaloenzimas teciduais de funções respiratórias, oxidativas e de fosforilação –responsáveis na neutralização de radicais tóxicos Importante para o metabolismo aeróbio (transporte de elétrons para o citocromo)Importante para o metabolismo aeróbio (transporte de elétrons para o citocromo)

70 MINERAISMINERAIS Ferro (Fe)Ferro (Fe) –Absorção: 15-35% (hemoglobina e mioglobina da dieta)15-35% (hemoglobina e mioglobina da dieta) 2-20% (forma não heme)2-20% (forma não heme) duodeno e jejuno proximalduodeno e jejuno proximal – absorção do Fe ñ-heme: ácido ascórbico, ácido málico, cisteína, presença de açúcares, carne e peixe na dietaácido ascórbico, ácido málico, cisteína, presença de açúcares, carne e peixe na dieta – absorção: oxalato, fitato, tanino, fibras, soja, café, chá e ovosoxalato, fitato, tanino, fibras, soja, café, chá e ovos

71 MINERAISMINERAIS Ferro (Fe)Ferro (Fe) –Excreção: pele, cabelo, urinária, fecal –Transferrina e lactoferrina ptns de ligação ao Feptns de ligação ao Fe parecem proteger o organismo contra infecção por negar Fe aos microrganismos que o necessitam para sua proliferaçãoparecem proteger o organismo contra infecção por negar Fe aos microrganismos que o necessitam para sua proliferação –Deficiência: alteração da função cognitiva, cefaléia, parestesiasalteração da função cognitiva, cefaléia, parestesias glossite, taquicardiaglossite, taquicardia anemia hipocrômica e microcíticaanemia hipocrômica e microcítica

72 MINERAISMINERAIS Cobre (Cu)Cobre (Cu) –Microelemento ou elemento traço –Zn e Fe exercem interações competitivas mineral-mineral com o cobre a nível de absorção intestinal –Funções metabólicas: indispensável, junto com o Fe para a eritropoiese normalindispensável, junto com o Fe para a eritropoiese normal componente de metaloenzimascomponente de metaloenzimas possui atividade quimioterápica e papel estimulatório da angiogênesepossui atividade quimioterápica e papel estimulatório da angiogênese

73 MINERAISMINERAIS Cobre (Cu)Cobre (Cu) –Absorção: 40-50% da ingestão oral40-50% da ingestão oral estômago e duodeno proximalestômago e duodeno proximal –Excreção fecal e biliar –Deficiência: anemia, leucopenia e neutropeniaanemia, leucopenia e neutropenia deterioração mental, hipotermia, retardo no crescimento, despigmentação de cabelosdeterioração mental, hipotermia, retardo no crescimento, despigmentação de cabelos hipercolesterolemia e hiperuricemia hipercolesterolemia e hiperuricemia

74 MINERAISMINERAIS Zinco (Zn)Zinco (Zn) –Microelemento ou elemento-traço –Funções metabólicas Componente de metaloenzimas, estabilizador de polissomos durante a síntese protéica e de membranas para a circulação de elementos celulares;Componente de metaloenzimas, estabilizador de polissomos durante a síntese protéica e de membranas para a circulação de elementos celulares; Essencial para a mobilização hepática de Vitamina A;Essencial para a mobilização hepática de Vitamina A; Exerce funções fisiológicas específicas atuando em:Exerce funções fisiológicas específicas atuando em: –crescimento e replicação celular –maturação sexual, fertilidade e reprodução –função fagocitária, imunitária celular e humoral, paladar e apetite

75 MINERAISMINERAIS Zinco (Zn)Zinco (Zn) –Absorção: 10-40% da ingestão oral10-40% da ingestão oral duodeno e jejunoduodeno e jejuno –Excreção fecal –Deficiência alterações de comportamento, apatiaalterações de comportamento, apatia paladar, falta de apetite paladar, falta de apetite hipogonadismo, hipospermia e retardamento da maturação sexualhipogonadismo, hipospermia e retardamento da maturação sexual deficiências de imunidade, intolerância à glicosedeficiências de imunidade, intolerância à glicose alopécia, lesões de pelealopécia, lesões de pele retardo no crescimentoretardo no crescimento

76 MINERAISMINERAIS Iodo (I)Iodo (I) –Microelemento ou elemento traço –Funções metabólicas Componente dos hormônios tiroideanos:Componente dos hormônios tiroideanos: – triiodotiroidina e tiroxina »responsáveis pela regulação de atividades biológicas, como transformação energética, crescimento, reprodução, função neuromuscular e manutenção de metabolismo celular –Absorção: estômago, intestino delgado, pele e pulmõesestômago, intestino delgado, pele e pulmões –Excreção urinária –Deficiência Bócio endêmicoBócio endêmico Cretinismo endêmicoCretinismo endêmico Surdo mutismo endêmicoSurdo mutismo endêmico Retardo neurofísicoRetardo neurofísico EsterilidadeEsterilidade

77 MINERAISMINERAIS Cromo (Cr)Cromo (Cr) –Microelemento ou elemento traço –Funções metabólicas Componente do GTF (Fator de Tolerância à Glicose)Componente do GTF (Fator de Tolerância à Glicose) –GTF potencializa a ação periférica da insulina através da transmissão da mensagem hormonal para a célula receptora Importante no metabolismo:Importante no metabolismo: –lipídios e CH (potencializa a ação da insulina) –ác. nucléicos (mantém a integridade estrutural nuclear e regula a expressão do gene)

78 MINERAISMINERAIS Cromo (Cr)Cromo (Cr) –Absorção: 1-3% do ingerido (sais orgânicos)1-3% do ingerido (sais orgânicos) 10-20% como GTF10-20% como GTF trato GItrato GI –Excreção urinária e fecal –Deficiência intolerância à glicoseintolerância à glicose neuropatia periféricaneuropatia periférica encefalopatia metabólicaencefalopatia metabólica resistência relativa à insulina e insulina circulanteresistência relativa à insulina e insulina circulante liberação de AG livres circulantes e hiperlipidemialiberação de AG livres circulantes e hiperlipidemia quociente respiratório quociente respiratório perda de pesoperda de peso


Carregar ppt "VITAMINASVITAMINAS. VITAMINASVITAMINAS Compostos orgânicos presentes naturalmente e em pequena quantidade nos alimentosCompostos orgânicos presentes naturalmente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google