A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração de Materiais e Patrimônio apostila 3 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração de Materiais e Patrimônio apostila 3 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes."— Transcrição da apresentação:

1 Administração de Materiais e Patrimônio apostila 3 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes

2 Gestão de compras É verdadeiramente estratégico nos negócios de hoje em face do volume de recursos, principalmente financeiros, envolvidos, deixando cada vez mais para trás a visão preconceituosa de que era uma atividade burocrática e repetitiva, um centro de despesas e não um centro de lucros.

3 Gestão de Compras Classificação das compras Compras Compra de recursos materiais Compras de recursos patrimoniais

4 Função Compras O departamento de compras tem uma função estratégica dentro das organizações, fazendo parte do processo de logística. A área de compras também compete o cuidado com os níveis de estoque da empresa, pois embora altos níveis de estoque possam significar poucos problemas com a produção, acarretam um custo exagerado para manutenção. Altos custos com espaço ocupado, pessoal de almoxarifado, controles, perda de produtos.

5 Função Compras Baixos níveis de estoque podem fazer com que a empresa trabalhe em um linear muito arriscado, em que qualquer detalhe, por menor que seja, acabe prejudicando ou parando a produção. A empresa poderá enfrentar, por exemplo, reclamações dos clientes, altos níveis de estoque intermediários provocados por interrupções no processo produtivo.

6 Função de Compras Parte do processo de logística da empresa (supplychain) Conceito voltado para o processo e não apenas para transações (gerenciamento da cadeia de suprimentos)

7 Do Sistema Tradicional ao Moderno Necessidade de adequação aos sistemas just-in-time Procurement Pesquisa e desenvolvimento de relacionamentos comerciais com os fornecedores Qualificação e suporte técnico Negociação de preços com os fornecedores

8 Sistema de Informação Moderno em Suprimentos MATRIZ : O escritório central acessa todos os sistemas de dados da matriz utilizando serviços de telecomunicações, como os oferecidos pela Embratel. CLIENTES : Acessam as bases de dados da empresa para consultar informações sobre estoques, notas, pedidos, crédito e faturamento.

9 Sistema de Informação Moderno em Suprimentos TRANSPORTADORAS A fim de agilizar a comunicação, a empresa está conectada via modem às transportadoras, controlando todo o romaneio de cargas e notas fiscais. LIGAÇÕES ÀDISTÂNCIA (rede WAN) Servidores RISC mantém a empresa ligada on-line às filiais, fábricas, transportadoras, vendedores e fornecedores, via Renpac ou Transpac.

10 Sistema de Informação Moderno em Suprimentos VENDEDORES Munidos de notebooksequipados com modem, os vendedores conectam-se àempresa para tirar pedidos on-line, acessar o correio eletrônico e obter informações sobre estoque, faturamento, situação de crédito e carteira de clientes. UNIDADES DE VENDAS E REPRESENTANTES Acessam todo o sistema da matriz via Renpac.

11 Sistema de Informação Moderno em Suprimentos FÁBRICAS : As várias unidades ligam-se à matriz para ter acesso a correio eletrônico e compartilhar de dados gerenciais e financeiros, como resultados, pedidos e faturamento. FORNECEDORES : Estão todos ligados à empresa. Utilizando o padrão EDI, têm acesso a várias informações, como os pedidos de compras.

12 Função Compras Influência em relação à imagem institucional da empresa Objetivos devem estar alinhados aos objetivos estratégicos da empresa como um todo Tecnologias cada vez mais sofisticadas: EDI, Internet, cartões de crédito, leilões Interação com as demais áreas da empresa

13 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Jurídico Entradas: contratos assinados, pareceres sobre processos de compra, assessoria jurídica; Saídas: solicitações de pareceres, informações de campo sobre fornecedores.

14 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Informática Entradas: informações sobre novas tecnologias, assessoria na utilização de EDI, ,intranets, extranets, softwares de compras; Saídas: informações sobre fornecedores, cópias de solicitações de compras e de pedidos de compra, cópias de contratos de fornecimento de serviços.

15 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Marketing e Vendas Entrada: condições do mercado de compradores, novos concorrentes, novos produtos, novas tecnologias de produtos e processos. Saídas: custos de promoções, condições do mercado fornecedor.

16 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Contabilidade e Finanças Entrada:custos das compras, disponibilidade de caixa, assessoria nas negociações sobre condições de pagamento. Saídas:orçamentos de compras, compromissos de pagamentos, custos dos itens comprados, informações para subsidiar estudos da relação benefícios sobre custos.

17 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Qualidade Entrada:informações sobre qualidade, especificações de produtos a serem comprados Saídas:histórico sobre a qualidade dos fornecimentos.

18 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Engenharia de Produto e de Processos Entradas:especificações de novos materiais, produtos a serem pesquisados e comprados, solicitações de levantamentos preliminares sobre fornecedores e preços; Saídas:informações sobre fornecedores, preços e condições de fornecimento.

19 Novas formas de comprar EDI (Eletronic Data Interchange). Compras feitas por meio eletrônico, onde o cliente está ligado diretamente ao fornecedor por meio eletrônico. Essa forma de comunicação e de transação pode ligar a empresa a seus clientes, fornecedores, banco ou a transportadoras. As vantagens deste sistema é a rapidez, segurança e precisão do fluxo de informações, redução significativa de custos, facilidade de colocação de pedidos. Fortalece o conceito de parcerias entre clientes e fornecedor.

20 Interface do Departamento de Compras com as outras Áreas da Empresa Fabricação ou Produção Entradas:necessidades de materiais e/ou componentes do processo produtivo, informações sobre estoque disponíveis; Saídas:prazos de entrega dos pedidos, recebimentos previstos.

21 Novas formas de comprar Efficient Consumer Relationship (ECR) Baseado na informação e relação de parceria entre as partes envolvidas Ajudou as empresas a reduzir seus estoques em 41% e deixou produto final 10% mais barato (EUA) Relação deixa de ser meramente de compra e venda e passa a ser de parceria

22 Novas formas de comprar Internet. É conhecido também como e-commerce. A internet é um meio de transmissão de dados assim como o EDI. Suas vantagens são: Investimento menor em tecnologia. Atinge praticamente a todos na cadeia de suprimentos. Pode ser operada praticamente em tempo real. Permite tanto a transação máquina-máquina como também homem-máquina Maior flexibilidade nos tipos de transação.

23 Novas formas de comprar Cartões de Crédito Está se tornando uma forma usual entre as empresas a compra de mercadorias como matérias-primas e materiais auxiliares, por meio de cartão de crédito, também conhecido como cartão-empresa ou cartão empresarial. Além de ser de fácil controle, também gera uma burocracia menor, e uma diminuição de custos.

24 Novas formas de comprar Leilão A empresa disponibiliza suas necessidades de compras, informando que a seleção do fornecedor se dará por leilão público, em que pretensos fornecedores farão suas ofertas de preços e prazos de entrega. Cabe ao comprador escolher a melhor oferta. Este processo tem grandes vantagens como: Transparência do processo Permite a entrada de novos fornecedores Novas metodologias produtivas ou novas tecnologias

25 Estratégia de aquisição de recursos materiais e patrimoniais A definição de uma estratégia correta de compras pode dar à empresa uma grande vantagem competitiva. Se por um lado ela decidir produzir mais internamente, ganha independência, mas perde flexibilidade. Por outro lado, se decidir comprar mais de terceiros em detrimento de fabricação própria, pode se tornar dependente. Nesse caso, deve decidir também o grau de relacionamento que deseja com seus parceiros.

26 Verticalização É a estratégia que prevê que a empresa irá produzir tudo internamente, ou pelo menos tentará produzir. A principal vantagem é a independência, a empresa tem liberdade para alterar suas políticas, prazos e padrão de qualidade, além de poder realizar modificações em produtos. A desvantagem é que requer maiores investimentos em instalações e equipamentos.

27 Horizontalização É a estratégia de comprar de terceiros o máximo possível dos itens que compõem o produto final ou os serviços de que necessita. De um modo geral não se terceiriza os processos fundamentais por uma questão de detenção tecnológica, qualidade do produto e responsabilidade final sobre ele. As vantagens são a redução de custos, pois não existe investimento em instalações industriais, maior flexibilidade para alterar volumes de produção decorrentes de variações no mercado. A desvantagem seria a possível perda do controle tecnológico e deixar de um lucro maior.

28 Cálculo de Produção X Compra CT = CF + CV X q CT = Custo total CF = Custo Fixo CV = Custo Variável q = Quantidade produzida

29 Locação ou Arrendamento Mercantil Arrendamento Mercantil : Interferência de uma empresa de leasing ligada a um banco. Vantagens: mais fácil fazer um leasing do que conseguir empréstimo não exige grande desembolso inicial risco de obsolescência do arrendador Os pagamentos efetuados são dedutíveis como despesa do exercício, com reflexos no lucro tributável.

30 Locação ou Arrendamento Mercantil Desvantagens: o arrendatário não pode depreciar o bem devolução do bem ao fim do arrendamento (se o contrato o exigir) ter de obter aprovação do arrendatário para introduzir modificações no bem arrendado Não poder usar o valor residual que normalmente o bem terá ao término do contrato. Leaseback–arrendamento de venda e retorno. Locação

31 Locação ou Arrendamento Mercantil Conceitos chave: Matemática financeira Valor do dinheiro no tempo Fluxo de Caixa Descontado


Carregar ppt "Administração de Materiais e Patrimônio apostila 3 FORTIUM – Grupo Educacional Docente: Prof. Iran Nunes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google