A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Atualidades em Imagem da Mama Glenda Downing Fanstone.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Atualidades em Imagem da Mama Glenda Downing Fanstone."— Transcrição da apresentação:

1

2 Atualidades em Imagem da Mama Glenda Downing Fanstone

3 Tomossíntese x Mamografia na detecção de lesões não calcificadas Screening por US em Patientes com mamas densas relatadas na mamografia. Câncer de mama não diagnosticado pela RM – análise de causas. Impacto da Mamografia no curso da doença (Ca de mama) em mulheres de 40- 49 anos Tópicos

4 TOMOSSÍNTESE EVOLUÇÃO TECNOLÓGICA DA MAMOGRAFIA Maior detalhe da estrutura mamária Grande promessa como substituta ou complemento da mamografia 2 D (planar)

5 Oslo Tomosynthesis Screening Trial (OTST) Preliminary results -35% increase in cancer detection with tomo -3.500 mulheres de 20.000) -Skaane, RSNA 2011 Sueden -(inicio 2010 até 2013) Preliminary results -15 % increase in cancer detection with tomo (7.000 de 15.000) - Anderson, ECR, 2012 Italia (inicio 2011-6 meses) Preliminary results -33,3 % increase in cancer detection with tomo (3.575 mulheres ) –Ciatto, ECR, 2012

6 Digital Breast Tomosynthesis versus Supplemental Diagnostic Mammographic Views for Evaluation of Noncalcified Breast Lesions Radiology 120552; Published online November 9, 2012, doi:10.1148/radiol.12120552 Conclusão: A Tomosíntese mostrou ser melhor na acurácia de lesões nao calcificadas comparadas ao estudo complementar mamográfico.

7 HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS 835 MULHERES RASTREAMENTO ( 9 meses) TRABALHO PROSPECTIVO RASTREAMENTO MAMOGRÁFICO COM 2 D + TOMO (2 INCID) 40-69 anos = 709 casos (85%) TABELA 1: cânceres detectados na mamografia 2 D e mamografia 3 D ( tomossíntese), segundo o aspecto mamográfico AUMENTO NA DETECÇÃO DO CÂNCER EM 33% COM A TOMOSSÍNTESE

8 Screening US in Patients with Mammographically Dense Breasts: Initial Experience with Connecticut Public Act 09-41 Radiology October 2012 265:1 59-69; Published online June 21, 2012, doi:10.1148/radiol.12120621 AN ACT REQUIRING COMMUNICATION OF MAMMOGRAPHIC BREAST DENSITY INFORMATION TO PATIENTS. Após 01 de outubro de 2009, cada relatório de mamografia fornecido a um paciente deve incluir informações sobre a densidade da mama, com base no relatório de imagem mamária e sistema de dados estabelecidos pelo Colégio Americano de Radiologia. Quando aplicável, tal relatório deve incluir o seguinte aviso: "Se a sua mamografia demonstra que você tem tecido mamário denso, que pode obscurecer pequenas anormalidades, você pode se beneficiar de testes de triagem complementares, incluindo o ultra-som da mama ou um exame de ressonância magnética da mama, ou ambos, dependendo dos fatores de risco individuais. Um relatório do resultado da mamografia, que contém informações sobre a sua densidade mamária, foi enviada para o escritório de seu médico e você deve contacta- lo se tiver quaisquer dúvida ou preocupação sobre este relatório.

9 Screening US in Patients with Mammographically Dense Breasts: Initial Experience with Connecticut Public Act 09-41 935 MULHERES 65.7% BAIXO RISCO 15.9% RISCO INTEMEDIÁRIO 9.3% ALTO RICO PARA CÂNCER DE MAMA 75.0% BI-RADS 1 ou 2 20.0% BI-RADS 3 5.0% BI-RADS 4. 63 biópsias e punções ---> 3 lesões eram malignas (todas BI-RADS 4); 3 lesões eram malignas (todas BI-RADS 4); < que 1,0 cm, em pacientes pos-menopausadas; e eram lesões sólidas. 44 das pacientes examinadas foram falso negativo – 4.1 % PPV de 6.5 % biópsias em pacientes com BI-RADS 4 Screening com US a detecção é de 3.2 canceres para 1000 mulheres

10 Câncer de mama oculto na mamografia, detectado pela ecografia. Paciente de 77 anos com história de Doença de Huntington; mostra uma lesão de 9 mm correspondendo a um Carcinoma Ductal Infiltrante na mama direita.

11 Paciente de 60 anos com Carcinoma Ductal Infiltrante de 4 mm na mama direita.

12 Paciente de 63anos com CDIS de 5 mm na mama direita

13 Falso-negativo em paciente de 51 anos com acompanhamento semestral.

14 Indicações atuais incluem: Avaliação da extensão da doença, em pacientes recentemente diagnosticados Triagem dos pacientes de Alto Risco Avalição de lesões primárias ocultas nos pacietnes com linfoadenopatias axilares RM pré-operatória pode acessar a extensão da doença, avaliar invasão do músculo peitoral e envolvimento da parede torácica Impacto do uso da RM no índice de mastectomias Status atual da RM no planejamento terapêutico cirúrgico RM mamária é modalidade de imagem que possui maior sensibilidade na detecção do Câncer de Mama.

15 Em uma meta-análise com 2.610 pacientes com diagnóstico recente de Ca de mama que foram submetidas a uma RM pré-operatória, outras lesões não suspeitas foram identificadas: na mama ipsilateral em 16% das pacientes na mama contralateral em 3-5% das pacientes Emory Winship Cancer Institute

16 O estudo avaliou 163 pacientes com câncer de mama a partir da Emory Winship Cancer Institute 2000-2005 para servir como grupo de controle antes do uso de ressonância magnética para detecção de câncer de mama. Eles foram comparados com um grupo de pacientes de 2006-2009 que havia recebido exames de mama pré-operatórios de ressonância magnética. Emory Winship Cancer Institute

17 A diferença na taxa de mastectomia para as populações pré e pós-RM não foi estatisticamente significativa, de acordo com os investigadores. A diferença foi significativa para reexcisão: mulheres na era pré-RM tem 4,33 vezes mais chances de sofrer reexcisão do que pacientes no período pós-RM. Emory Winship Cancer Institute

18 Undiagnosed Breast Cancer at MR Imaging: Analysis of Causes Radiology July 2012 264:1 40-50; Published online April 20, 2012, doi:10.1148/radiol.12111917 Uma revisão retrospectiva de falsos-negativos na RM mamária em pacientes que desenvolveram câncer de mama, diagnosticados em exames de folow-up no interesse de avaliar as possíveis causas desses falsos negativos. A principal causa de má interpretação foi margens indefinidas da massa, estabilidade do tamanho da massa e a localização de uma lesãonão-massa em sítio de manuseio cirúrgico prévio. Outro detalhe foi a falta de correlação dos achados ecográficos e os da RM. Conclusão: Erro do observador em 47% dos casos.

19 Paciente menopausada com história de Ca na mama esquerda tratada com mastectomia T2-weighted turbo spin-echoT1-weighted GRE com contrate e subtração; Pequena massa em contato com vasos RM após 2 anos mostra massa espiculada de 8 mm correspondendo a um Carcinoma Ductal Invasivo grau 2.

20 Paciente de 64 anos, menopausada T1-weighted GRE substração RM mostra foco em plano profundo. T1-weighted GRE substração RM de controle em 6 meses; caracterizou o achado como benigno pela estabilidade. T1-weighted GRE substração depois de 2 anos mostrou massa espiculada de 20 mm; Carcinoma Ductal grau 2.

21 Paciente de 55 anos menopausada com mutação BRCA2 e historia de câncer de mama direita tratada com mastectomia e radioterapia T1-weighted GRE subtração e pós-contraste mostrou massa ovalada de margens regulares com septos internos sem realce pelo meio de contraste. T1-weighted GRE subtração com contraste após 1 ano: Aumento das dimensões da massa e um discreto realce ductal. Biópsia orientada pelo US ---> CDIS sem componente invasivo.

22 Paciente de 48 anos com história de CA de mama a esquerda tratada com cirurgia e radioterapia ( sendo a última há 10 meses). Necrose gordurosa com realce anelar e realce não massa focal.

23 Controle semestral mostrou realce não- massa que foi considerado benigno pela história pós-terapêutica e estudo retrospectivo. Controle de 1 ano mostrou realce do tipo não-massa de dimensões aumentadas. Bipósia orientada pela RM revelou CDIS. Paciente de 48 anos com história de CA de mama a esquerda tratada com cirurgia e radioterapia ( sendo a última há 10 meses).

24 Impact of Mammography Detection on the Course of Breast Cancer in Women Aged 40–49 Years March 2012 Radiology, 262, 797-806. Estudo longitudinal prospectivo em mulheres de 40-49 anos que tiveram câncer de mama primário durante 1990-2008 (n= 1977) Um aumento significativo na porcentagem de câncer da mama ao longo do tempo diagnosticado pela mamografia (28% -58%) e uma diminuição concomitante no diagnóstico feito pelo paciente ou pelo seu médico foram observadas ao longo de tempo de 1990 a 2008, com um aumento global da detecção da doença no estágio inicial.

25 Pacientes com câncer de mama detectados pela mamografia: São mais propensos a sofrer mastectomia. Menos propensos a sofrer mastectomia radical modificada. 13% das pacientes com câncer de mama diagnosticados pela mamografia passaram por cirurgia e quimioterapia contra 22% diagnosticados pelo exame clínico. 31% dos pacientes com câncer de mama diagnosticados pela mamografia foram submetidos a cirurgia, radioterapia e quimioterapia contra 59 % diagnosticados pelo exame clínico. Analisando cânceres invasivos a sobrevida livre de recidiva em 5 anos em pacientes com câncer de mama diagnosticados pela mamografia foi de 92% contra 88% dos diagnosticados pelo exame clínico. Impact of Mammography Detection on the Course of Breast Cancer in Women Aged 40–49 Years

26 Take Home Messages A Tomossíntese mostrou ser melhor na acurácia de lesões não calcificadas comparadas ao estudo complementar mamográfico. Screening com US a detecção é de 3.2 canceres para 1.000 mulheres A principal causa de má interpretação das lesões na RM foi margens indefinidas da massa, estabilidade do tamanho da massa e a localização de uma lesão não-massa em sítio de manuseio cirúrgico prévio. Outro detalhe foi a falta de correlação dos achados ecográficos e os da RM. O aumentoda mamografia detectou o câncer de mama ao longo do tempo e isso coincidiu com o diagnóstico precoce e em estágio inicial da doença, resultando em tratamento reduzido e menores taxas de recorrência, acrescentando fatores a considerar ao avaliar os benefícios da mamografia de mulheres com idade entre 40-49 anos.

27 Molecular Breast Image

28 Imagem Molecular da Mama mais eficaz do que a mamografia na detecção de câncer em mulheres de alto risco, com mamas densas

29 Mamografia com contraste

30

31

32

33 Obrigada Glenda D. Fanstone glendafanstone@hotmail.com (61) 8123 9990


Carregar ppt "Atualidades em Imagem da Mama Glenda Downing Fanstone."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google