A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Futuro da Educação Superior no Brasil Fórum Anual de Docentes 2010 Universidade Estácio de Sá julho/2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Futuro da Educação Superior no Brasil Fórum Anual de Docentes 2010 Universidade Estácio de Sá julho/2010."— Transcrição da apresentação:

1 O Futuro da Educação Superior no Brasil Fórum Anual de Docentes 2010 Universidade Estácio de Sá julho/2010

2 O Futuro da Educação Superior no Brasil Paulo M. V. B. Barone Departamento de Física, Universidade Federal de Juiz de Fora Câmara de Educação Superior, Conselho Nacional de Educação

3 Campeonato Brasileiro 2009 ClubePontos 1Flamengo67 2Internacional65 3São Paulo65 4Cruzeiro62 5Palmeiras62 6Avaí57 7Atlético-MG55 8Grêmio55 9Goiás52 10Corínthians52 11Barueri49 12Santos49 13Vitória48 14Atlético-PR48 15Botafogo47 16Fluminense46 17Coritiba45 18Santo André41 19Naútico38 20Sport31 muito bom??? muito ruim!!!

4 Futuro? Regulação? Competição?

5 Futuro?

6 Digital Natives, Digital Immigrants, Part II: Do They Really Think Differently? By Marc Prensky From On the Horizon (NCB University Press, Vo 6, December 2001) l. 9 No.© 2001 Marc Prensky Different kinds of experiences lead to different brain structures. (Dr. Bruce D. Berry, Baylor College of Medicine)

7 Futuro? Our children today are being socialized in a way that is vastly different from their parents. The numbers are overwhelming: over 10,000 hours playing videogames, over 200,000 s and instant messages sent and received; over 10,000 hours talking on digital cell phones; over 20,000 hours watching TV (a high percentage fast speed MTV), over 500,000 commercials seenall before the kids leave college. And, maybe, at the very most, 5,000 hours of book reading. These are todays Digital Native students. 1 In Digital Natives, Digital Immigrants: Part I, I discussed how the differences between our Digital Native students and their Digital Immigrant teachers lie at the root of a great many of todays educational problems. I suggested that Digital Natives brains are likely physically different as a result of the digital input they received growing up. And I submitted that learning via digital games is one good way to reach Digital Natives in their native language. Here I present evidence for why I think this is so. It comes from neurobiology, social psychology, and from studies done on children using games for learning.

8 Desafios do mundo contemporâneo: sociedade do conhecimento complexidade

9 Fatores significatvos permanência x mudança mudanças em ritmo acelerado cenário de insegurança

10 Desafios do mundo do trabalho mudanças nos perfis das profissões: técnicas, atribuições surgimento de novas profissões e desaparecimento de outras

11 Desafios do mundo do trabalho mudanças no perfil do emprego: produtividade, automatização, terceirização, trabalho autônomo mudanças profissionais drásticas ao longo da vida produtiva

12 Novas questões isto é real e abrangente? como enfrentar estes desafios?

13 Novas questões qual a formação necessária? como associá-la à competência profissional?

14 Respostas impróprias escolhas precoces atendimento às demandas do mercado especialização precoce

15 Respostas impróprias competências e conhecimentos em segundo plano formação profissional de caráter instrumental/centrada em técnicas

16 Respostas apropriadas escolhas tardias atendimento às demandas por mudanças formação generalista

17 Respostas apropriadas competências são fundamentadas em conhecimentos e habilidades de caráter geral formação profissional de caráter cultural

18 Contexto O conhecimento é a principal força da economia e o principal eixo de estruturação da sociedade

19 Objetivos cidadãos autônomos, capazes de adquirir e utilizar o conhecimento e de viver num mundo diverso e complexo

20 Objetivos... e de dominar e aplicar técnicas para a solução dos problemas de seu campo de atuação

21 Objetivos da Educação Superior (formativos e para o país) O Foco

22 * Projetos pedagógicos e metodologias para organização curricular Tendências

23 * Formação em novas áreas: novos campos de conhecimento e de aplicação Tendências

24 O maior problema paradigmas pedagógicos: aula expositiva, foco no docente, formação industrial

25 processos formativos flexibilidade diversificação percursos formativos individuais

26 processos formativos novos processos pedagógicos novas atividades formativas aprendizagem ativa

27 Futuro? abrangência da ES IES na sociedade do conhecimento

28 Futuro? cooperação x competição entre IES regulação: inibição x estímulo

29 abrangência: os números Brasil, 2000: pessoas de 23 anos ou mais de idade que concluíram curso superior (graduação, mestrado ou doutorado) Graduação: Mestrado ou Doutorado: Total:

30 A distribuição Direito, Administração, Pedagogia, Ciências Contábeis e atuariais: 40% Engenharias, Computação, Matemática: 12,5% Medicina, Odontologia, Psicologia, Enfermagem: 11,5%

31 O contexto internacional % de pessoas entre 25 e 64 anos com educação superior completa (Brasil e Países da OCDE, 2000)

32 O contexto internacional Lisboa, 2001: meta de 80% de pessoas com educação pós-média na Europa

33 IES na sociedade do conhecimento atividade central posição na cadeia visão obsolescência x sobrevivência

34 IES na sociedade do conhecimento padrão de inserção do país no cenário econômico internacional desenvolvimento regional inovação e avanço tecnológico

35 IES na sociedade do conhecimento A vantagem estratégica no cenário atual resulta (...) da habilidade das empresas dominarem os fluxos de informação, terem amplitude de manobra e uma multiplicidade de interações em um mundo em permanente mudança. Certamente, tal vantagem competitiva dificilmente será sustentada por aquelas empresas que buscam, de forma isolada, controlar o seu estoque de informações ou desenvolver suas competências distanciadas das transformações globais. (A. Balestrin e J. Verschoore, Redes de Cooperação Empresarial)

36 Ecologia institucional etapas na vida das IES: implantação, consolidação, maturidade, estabilidade, crise, recuperação, decadência transições em curso desenho futuro

37 Questão chave Cada ambiente de produção é único. Nenhum conjunto simples de procedimentos pode funcionar bem sobre todas as condições. Portanto, Gerentes de Produção Efetivos do futuro dependerão de um sólido entendimento de seus sistemas para permitir a eles identificarem pontos de influência, saltando criativamente na competição, e gerando um ambiente de melhorias contínuas. Para os estudantes de Gerenciamento da Produção, este é um tipo de notícia boa e má. A má notícia é que gerentes de produção necessitarão saber mais sobre os fundamentos de produção do que antes. A boa notícia é que o gerente que desenvolver estas habilidades será altamente valorizado na indústria. ( HOPP, Wallace J., SPEARMAN, Mark L. FACTORY PHYSICS: FOUNDATIONS OF MANUFACTURING MANAGEMENT. 2nd ed. Boston: McGraw-Hill, 2000)

38 Regulação: estímulo ClubePontos 1Flamengo67 2Internacional65 3São Paulo65 4Cruzeiro62 5Palmeiras62 6Avaí57 7Atlético-MG55 8Grêmio55 9Goiás52 10Corínthians52 11Barueri49 12Santos49 13Vitória48 14Atlético-PR48 15Botafogo47 16Fluminense46 17Coritiba45 18Santo André41 19Naútico38 20Sport31


Carregar ppt "O Futuro da Educação Superior no Brasil Fórum Anual de Docentes 2010 Universidade Estácio de Sá julho/2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google