A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FARMACOGENÉTICA Conceito: É a área da Genética Bioquímica que estuda a variabilidade da resposta à drogas decorrentes da variação genética. Nos EUA a incidência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FARMACOGENÉTICA Conceito: É a área da Genética Bioquímica que estuda a variabilidade da resposta à drogas decorrentes da variação genética. Nos EUA a incidência."— Transcrição da apresentação:

1 FARMACOGENÉTICA Conceito: É a área da Genética Bioquímica que estuda a variabilidade da resposta à drogas decorrentes da variação genética. Nos EUA a incidência geral de reações adversas à drogas é de cerca de 6,7%, sendo cerca de 0,3% de acidentes fatais.

2 Farmacogenética b A variação individual ou genética da resposta a uma droga deve-se as diferenças de freqüências alélicas em locus envolvidos cm a síntese de enzimas relacionadas ao metabolismo da droga, que surgiram em função de pressões seletivas dietéticas diferentes entre as diversas populações humanas.

3 Problemas Genéticos na Anestesia b Hipertermia Maligna: É uma entidade clínica AD de resposta adversa à anestésicos de inalação (ex.Halotano) ou relaxantes musculares(ex.succinilcolina).É causa importante de morte na anestesia (1/12000 crianças e 1/ adultos), mais comum nos homens(2,5 vezes). É devida a um nível elevado de Ca++ no sarcoplasma.

4 Quadro Clínico da Hipertermia Maligna b Rigidez muscular, elevação da temperatura e hipercatabolismo. b Genética: 50% são devidas a mutações no gene RYR1 do crom.19 que controla o canal de liberação de cálcio. Já descritas 22 mutacoes. Alteram a homeostase do calcio muscular. E AD com penetrancia incompleta e provavel heterogeneidade genetica.

5 Genética da Suscetibilidade a Succinilcolina b O gene BCHE (butirilcolinesterase) no crom 8 com 2 alelos codominantes - alelo usual(U) e alelo atipico (A) b Os ind. AA não hidrolizam a succinilcolina pois possuem colinesterase qualitativamente alterada e com menor atividade - nas pop.européias a freq. é de 1/3300 pessoas - resposta - paralisia muscular e apnéia prolongadas (mais de uma hora).

6 Outros Exemplos de Reações à Drogas b A Isoniazida e o tratamento da Tuberculose b Na administração desta droga na TB foi observada alta incidência de neuropatia periférica - isto se deve à 2 fenótipos: INATIVADORES ou ACETILADORES RÁPIDOS e LENTOS; devidos a diferentes alelos do gene NAT2 da N-acetiltransferase do crom.8 os acet.lentos são homozigotos para alelos recessivos e tem diminuição da enzima.Freq.asiáticos=5 a 20%, caucasianos=65%.

7 Outros Exemplos - cont. b As Anemias Hemolíticas induzidas por Drogas e Alimentos devido à Def. de G6PD b O gene responsável pela G6PD está no crom. X, e a def. desta enzima por mutações de ponto que diminuem a síntese leva a respostas anômalas - ANEMIAS HEMOLÍTICAS - quando o portador entra em contacto com certas drogas como a PRIMAQUINA,sulfas,sulfonas e naftalina e, ingestão de Vicia faba (FAVISMO).


Carregar ppt "FARMACOGENÉTICA Conceito: É a área da Genética Bioquímica que estuda a variabilidade da resposta à drogas decorrentes da variação genética. Nos EUA a incidência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google