A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 11 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS ÁRVORE DE MANIVELAS AULA 11.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 11 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS ÁRVORE DE MANIVELAS AULA 11."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS ÁRVORE DE MANIVELAS AULA 11

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO FINAL DESTA AULA COM O INSTRUTOR SCOPINO. AS SUAS DÚVIDAS SERÃO RESPONDIDAS CONFORME O ASSUNTO ABORDADO.

4 JÁ TIVEMOS AQUI NA UMEC, A AULA SOBRE ANÉIS DE SEGMENTO. Nesta aula veremos: ÁRVORE DE MANIVELAS

5

6 DEFINIÇÃO A MANIVELA É UM DISPOSITIVO MECÂNICO QUE PERMITE FAZER A ROTAÇÃO DE UM EIXO USANDO A FORÇA DE UM BRAÇO. A ÁRVORE DE MANIVELAS DO MOTOR POSSUI DIVERSAS MANIVELAS, DESLOCADO EM ÂNGULO DIFERENTE.

7 LUBRIFICAÇÃO

8 PARTES MUNHÕES MOENTES ROLAMENTO OU BUCHA DE APOIO ORIFÍCIOS DE LUBRIFICAÇÃO RAIO DE CONCORDÂNCIA CHAVETA OU RASGO DA CHAVETA

9 MANCAIS

10 FIXAÇÃO ESSAS MANIVELAS TEM UM ACIONAMENTO ATRAVÉS DE BIELAS NO TEMPO DE COMBUSTÃO DE CADA CILINDRO DO MOTOR. AS SUAS PARTES CENTRAIS, QUE APÓIAM O VIRABREQUIN SÃO CHAMADOS DE MUNHÕES.

11 MOENTES

12 É O BRAÇO DA MANIVELA, E ALTERA O ÂNGULO E TEMPO DE PMI AO PMS DO CILINDRO. FAZ A LIGAÇÃO COM A BIELA, E RECEBE LUBRIFICAÇÃO PELA TUBULAÇÃO INTERNA DO GIRABREQUIN.

13 ROLAMENTO OU BUCHA SERVE DE ALOJAMENTO DA EXTREMIDADE DO EIXO PRIMÁRIO DO CÂMBIO. ( VISTO AQUI NA UMEC NAS AULAS DE TRANSMISSÃO ) EM GIRABREQUINS MAIS NOVOS, NÃO EXISTEM MAIS ESTE APOIO. QUANDO HÁ DESGATE O PROBLEMA É RUÍDO OU TRAVAMENTO DA EMBREAGEM.

14 REGIÃO DE CHAVETAS

15 RASGO DA CHAVETA ALOJA A CHAVETA QUE TRAVA A ENGRENAGEM DA DISTRIBUIÇÃO MECÂNICA, ENCAIXADA NA ÁRVORE DE MANIVELAS. É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA NO SINCRONISMO MECÂNICO DO MOTOR, COM CORREIA DENTADA, CORRENTE OU ENGRENAGENS.

16 ORIFÍCIOS DE LUBRIFICAÇÃO PERMITEM A PASSAGEM DE ÓLEO LUBRIFICANTE ENTRE O MUNHÕES E MOENTES. DURANTE A RETÍFICA DO VIRABREQUIN, É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA A LIMPEZA E DESOBSTRUÇÃO DESTA TUBULAÇÃO, ONDE A DURABILIDADE DOS COMPONENTES SERÃO ALTERADOS.

17 DETALHES O VIRABREQUIN É CONSTRUÍDO EM AÇO ESPECIAL PARA GARANTIR RESISTÊNCIA, NÃO PODE TER CANTOS VIVOS. O RAIO DE CONCORDÂNCIA DEVE SER ADEQUADO, PARA PERMITIR RESISTÊNCIA E FOLGA AXIAL ENTRE AS BRONZINAS.

18 AJUSTE FOLGA AXIAL

19 FOLGA AXIAL O AJUSTE DA FOLGA AXIAL, DEVE OBEDECER A RECOMENDAÇÃO DO FABRICANTE, O SEU AJUSTE É ATRAVÉS DAS BRONZINAS DE APOIO, QUE PODEM SER ISOLADAS OU FAZENDO PARTE DE BRONZINAS DE MANCAL. NEM SEMPRE É POSSÍVEL COMPRAR ESTA BRONZINA NA MEDIDA DE MONTAGEM.

20 PERGUNTA O QUE SÃO OS FUROS LOCALIZADOS NOS BRAÇOS DAS MANIVELAS DO VIRABREQUIN ?

21 RESPOSTA SÃO NA VERDADE, REMOÇÃO DE MATERIAL PARA O CORRETO BALANCEAMENTO DO VIRABREQUIN.

22 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: AULA 12 BRONZINAS Instrutor Scopino

23 E AGORA VAMOS: AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O SCOPINO UMEC – UNIVERSIDADE DO MECÂNICO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 11 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS ÁRVORE DE MANIVELAS AULA 11."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google