A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 20 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD SENSORES AULA 3/4.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 20 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD SENSORES AULA 3/4."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD SENSORES AULA 3/4

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO NO FINAL DESTA AULA.

4 Já tivemos aula sobre a introdução no sistema de injeção eletrônica EEC V FORD. Agora veremos: Injeção Eletrônica Multiponto SENSORES

5 SENSOR DE ROTAÇÃO CÂMBIO MOTOR

6 SENSOR DE ROTAÇÃO LOCALIZADO ENTRE O MOTOR E O CÂMBIO, É DO TIPO INDUTIVO. NO CASO DE MODELOS COMO KA E FIESTA, ESTÁ POSICIONADO DE FORMA PERPENDICULAR EM RELAÇÃO AO VOLANTE DO MOTOR, POIS ESTÁ NELE AS ONDULAÇÕES (AO INVÉS DE DENTES) PARA A EMISSÃO DE SINAIS.

7 DETALHES DE ACORDO COM O MOVIMENTO DO MOTOR, SÃO EMITIDOS OS SINAIS, POSSUI EM SEU INTERIOR UMA BOBINA (RESISTÊNCIA ENTRE 400 A 500 OHMS) E UM ÍMÃ PERMANENTE. NO CASO DA RANGER, HÁ RODA DENTADA JUNTO COM A POLIA DIANTEIRA DO MOTOR.

8 DICA TÉCNICA MUITO CUIDADO DEVE SER TOMADO EM MOTORES COM DESGASTE EXCESSIVO, POIS COM A FOLGA AXIAL, HÁ UMA VARIAÇÃO NA DISTÂNCIA ENTRE O SENSOR E O VOLANTE DO MOTOR. ESTE TIPO DE FALHA É DETECTADO ATRAVÉS DE OSCILOSCÓPIO. NÃO É POSSÍVEL REGULAR A DISTÂNCIA DO SENSOR.

9 SENSOR DE FASE

10 LOCALIZADO NA DIREÇÃO DA ÁRVORE DE COMANDO DE VÁLVULAS, TAMBÉM É DO TIPO INDUTIVO. TEM A FUNÇÃO DE INFORMAR À ECU A FASE DO MOTOR, PARA O MAPEAMENTO DA INJEÇÃO DE COMBUSTÍVEL SEQUÊNCIAL. RESISTÊNCIA: 510 A 540 OHMS

11 TEMPERATURA DE ÁGUA

12 COMO JÁ VISTO NAS AULAS AQUI NA UMEC, TEMOS UM SENSOR DO TIPO NTC. INTERFERE NO ELETROVENTILADOR. MAS NÃO TEM A FUNÇÃO DO PAINEL DE INSTRUMENTOS. TEMPERATURA TENSÃO VOLTS0,500,600,781,85 RESISTÊNCIA

13 FUNCIONAMENTO ESTE SENSOR POSSUI 2 TERMINAIS, É DO TIPO NTC, ESTÁ PRÓXIMO A VÁLVULA TERMOSTÁTICA. ATRAVÉS DE SEU SINAL A ECU ADEQUA O MAPEAMENTO DA MISTURA, E TAMBÉM FAZ O ACIONAMENTO DO RELÉ DO ELETROVENTILADOR. SE DESCONECTAR O SENSOR, O ELETROVENTILADOR É ACIONADO.

14 TEMPERATURA DO AR

15 TEMPERATURA DE AR ESTÁ PRÓXIMO A CARCAÇA DO FILTRO DE AR. POSSUI DOIS TERMINAIS E INFORMA À ECU, A TEMPERATURA DO AR ADMITIDO PARA ADEQUAÇÃO DA MISTURA, POIS ATRAVÉS DESTE SINAL, AUXILIA A ECU A DETERMINAR A MASSA DO AR ADMITIDO.

16 SENSOR MAF

17 LOCALIZADO NO FILTRO DE AR, INFORMA À ECU A QUANTIDADE MASSA DE AR ADMITIDA. ROTAÇÃO TENSÃO0,8 V1,1 V1,4 V

18 SENSOR MAF TAMBÉM CONHECIDO COMO SENSOR DE FIO AQUECIDO, TEM EM SEU INTERIOR UM FIO QUE É AQUECIDO 100 GRAUS ACIMA DA TEMPERATURA DO AR ADMITIDO, E COM A PASSAGEM DE AR TIRANDO CALOR, É MEDIDO A SUA MASSA, COM MUITA PRECISÃO E VELOCIDADE DE RESPOSTA.

19 SENSOR DE BORBOLETA

20 POSIÇÃO DE BORBOLETA ESTÁ FIXO JUNTO AO CORPO DE BORBOLETA, INFORMANDO À ECU A POSIÇÃO DE SUA ABERTURA. EM SEU CONECTOR, OS TERMINAIS SÃO BANHADOS A OURO. RARAMENTE APRESENTA FALHAS, E NÃO POSSUI REGULAGEM.

21 TESTES NA BORBOLETA FECHADA0,5 A 1,3 V ½ ABERTURA2,0 A 3,0 V ABERTA4,0 A 5,0 V CHAVE LIGADA E MOTOR PARADO

22 SENSOR DE OXIGÊNIO APÓS ESTAR AQUECIDA ACIMA DE 300 GRAUS, ENVIA À ECU UMA TENSÃO DE RESPOSTA DE ACORDO COM A QUANTIDADE DE OXIGÊNIO NA TUBULAÇÃO DE ESCAPAMENTO. É DE 04 FIOS, SENDO: 02 BRANCOS – AQUECIMENTO 01 CINZA – ATERRAMENTO 01 PRETO – RESPOSTA

23 SENSOR DE OXIGÊNIO RESISTÊNCIA DE 3,2 À 5,2 OHMS

24 MAIS SENSORES... DE VELOCIDADE – INFORMA À ECU A VELOCIDADE DO VEÍCULO, SENDO DO TIPO HALL DE PRESSÃO DIFERENCIAL DA EGR – INFORMA O FUNCIONAMENTO DA VÁLVULA EGR DA VÁLVULA DO CANISTER – INFORMA O FUNCIONAMENTO DO CANISTER

25 PERGUNTA O QUE É A VÁLVULA PCV ?

26 RESPOSTA NOS MOTORES ENDURA, A TAMPA DO ÓLEO DO MOTOR. TRATA-SE DO RESPIRO DE ÓLEO. DEVENDO SER SUBSTITUÍDA A CADA KM, E O SEU ENTUPIMENTO CAUSA MARCHA LENTA IRREGULAR E ENTRADA DE ÓLEO NO FILTRO DE AR DO MOTOR.

27 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA 21 EEC V ATUADORES Instrutor Scopino

28 E AGORA VAMOS AO VIVO AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O SCOPINO UMEC – UNIVERSIDADE DO MECÂNICO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 20 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD SENSORES AULA 3/4."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google