A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: SPI G6/G7 AULA PARTE 1/3 INTRODUÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: SPI G6/G7 AULA PARTE 1/3 INTRODUÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: SPI G6/G7 AULA PARTE 1/3 INTRODUÇÃO

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO NO FINAL DESTA AULA.

4 Já tivemos a aula sobre sistema LE-Jetronic na aula passada. Responda o teste no site da UMEC. Agora veremos: Injeção Eletrônica SPI G6/G7 Linha Fiat

5 G6 / G7 O SISTEMA É DENOMINADO DE G6 OU G7, DE ACORDO COM O NÚMERO DE SENSORES QUE POSSUI. SENDO: sensor de rotação, de oxigênio, de depressão, de posição de borboleta, de temperatura de água, de temperatura do ar e de detonação.

6 A ESTRATÉGIA BÁSICA SENSORES 6 ou 7 ECUECU ATUADORES

7 ECU

8 A APLICAÇÃO Este sistema é aplicado, principalmente na linha FIAT: Uno – Prêmio – Elba – Fiorino – Mille – com motores 1.0 – 1.5 – 1.6 i.e. de 1993 à 1996 e Tempra 2.0 i.e. Também temos aplicação semelhante em pequena escala em Renault Clio, Peugeot 106 e Lada Niva. Por questões de níveis de poluentes, não atende a FASE III do PROCONVE.

9 DETALHES NO VEÍCULO

10 O PRINCÍPIO Este sistema possui sensores e atuadores ligados à ECU, e por ser um sistema digital, é possível a substituição de sinal de todos os sensores (exceção o sensor de rotação), também possui códigos de falhas registradas em memória de defeitos passados e presentes através de scanner. A lâmpada de funcionamento do sistema indica se há falhas.

11 DETALHE NO PAINEL

12 O FUNCIONAMENTO Neste sistema temos uma única válvula injetora, chamado de monoponto ou single point. É justamente o controle deste atuador o principal contralado pela ECU, o TI = tempo de injeção. O sistema possui 2 relés, sempre fixos próximos à ECU, sendo o relé principal e o relé da bomba elétrica de combustível e demais atuadores com 12 volts.

13 RELÉ PRINCIPAL:.30= positivo bateria.86= positivo pós chave de ignição.85= aterramento direto do relé.87= alimentação da ECU Os pinos 86 e 85 correspondem à bobina interna do relé, e os 30 e 87 aos terminais de contato do mesmo.

14 RELÉ AUXILIAR:.30= positivo bateria.86= positivo pós chave de ignição.85= aterramento do relé via ECU.87= alimentação da bomba elétrica.87b= alimentação das bobinas, válvula do canister, válvula injetora e aquecimento da sonda Os pinos 86 e 85 correspondem à bobina interna do relé, e os 30 e 87 aos terminais de contato do mesmo.

15 PERGUNTA TODA QUE VEZ EM QUE É LIGADA A IGNIÇÃO O SISTEMA É ENERGIZADO JUNTO COM A BOMBA DE COMBUSTÍVEL ?

16 RESPOSTA SIM. O SISTEMA É SEMPRE RESETADO QUANDO A IGNIÇÃO É DESLIGADA. SOMENTE A MEMÓRIA DE FALHAS PERMANECE NESTE CASO. QUANDO A IGNIÇÃO É LIGADA A BOMBA É ENERGIZADA POR CERCA DE 3 SEGUNDOS.

17 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA SPI – PARTE 2/3 Instrutor Scopino OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA SPI – PARTE 2/3 Instrutor Scopino

18 E AGORA VAMOS AO VIVO AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O SCOPINO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: SPI G6/G7 AULA PARTE 1/3 INTRODUÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google