A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 12 2007 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS AULA SOBRE MOTOR VW A AR TEMA DE HOJE: USINAGENS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 12 2007 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS AULA SOBRE MOTOR VW A AR TEMA DE HOJE: USINAGENS."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS AULA SOBRE MOTOR VW A AR TEMA DE HOJE: USINAGENS

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO NO FINAL DESTA AULA.

4 INFORMAÇÕES TÉCNICAS AO ALUNO UMEC NO SITE DA UMEC, VOCÊ TEM O FÓRUM COM DICAS E SOLUÇÕES E OS MANUAIS DE NOSSOS PATROCINADORES. PARTICIPE E PRESTIGIE !

5 JÁ TIVEMOS AQUI NA UMEC, A AULA SOBRE O CONTROLE DAS PEÇAS. Nesta aula veremos: MOTOR VW A AR USINAGEM

6 FACEAMENTO NESTA OPERAÇÃO A CARCAÇA DEVE SER MANDRILADA NOS SEUS MANCAIS CENTRAIS, DE COMANDO E DA BOMBA DE ÓLEO. APÓS O FACEAMENTO DEVE-SE MEDIR A CARCAÇA E SOBREPOR ESTA DIFERENÇA EM FORMA DE ANÉIS COLOCADOS NA BASE DA CAMISA.

7 CARCAÇA

8 ANÉIS NA BASE DA CAMISA

9 MANDRILHAGEM A MANDRILHAGEM DA CARCAÇA DEVE OBEDECER AS ESPECIFICAÇÕES DO FABRICANTE COMO O ALINHAMENTO E CIRCULARIDADE DOS ALOJAMENTOS. A OCORRÊNCIA DE PULSAÇÃO NESTA FASE É EVIDENCIADA POR UMA MARCAÇÃO BRILHANTE NAS COSTAS DA BRONZINA.

10 MANDRILHAGEM

11 MANCAIS TODOS OS MANCAIS SÃO INSPECIONADOS NAS DUAS FACES, E A ATENÇÃO ESPECIAL DEVE SER DADA À BRONZINA FLANGEADA, JÁ QUE ESTA DETERMINA A FOLGA AXIAL DO VIRABREQUIM E RECEBE TODO O ESFORÇO DO CONJUNTO DE EMBREAGEM, SENDO UMA DAS REGIÕES DE MAIOR DESGASTE.

12 ANÁLISE DOS MANCAIS

13 O AJUSTE PARA SE DETERMINAR A QUANTIDADE DE MATERIAL A SER REMOVIDO DA REGIÃO INTERNA DO FLANGE, DEVEMOS MEDIR COM PAQUÍMETRO A DISTÂNCIA ENTRE AS FACES LATERAIS DO MANCAL, ONDE É AJUSTADA A BRONZINA FLANGEADA. A FOLGA AXIAL DESTE MOTOR VARIA, VEJA A TABELA:

14 FOLGA AXIAL DIÂMETRO DO COLOFOLGA AXIAL 60 A 65 MM0,075 A 0,175 MM 65 A 85 MM0,125 A 0,225 MM 85 A 125 MM0,175 A 0,275 MM 125 MM OU MAIS0,225 A 0,325 MM

15 MEDIR O MANCAL

16 A BRONZINA DO MANCAL POR SE TRATAR DE UMA PEÇA DE MUITA PRECISÃO, SUAS DIMENSÕES DEVEM SER MANTIDAS. A PAREDE DO LADO DO FURO DA BRONZINA DEVE ESTAR DE 0,003 A 0,010 mm PARA A DEVIDA COMPENSAÇÃO APÓS A DILATAÇÃO DO FLANGE DA BRONZINA E DA LATERAL DO VIRABREQUIM.

17 REBAIXAMENTO QUANDO A CARCAÇA SOFRE UM REBAIXAMENTO OS ALOJAMENTOS DOS PINOS DE FIXAÇÃO DAS BRONZINAS DEVEM SER IGUALMENTE REBAIXADOS. A LIMPEZA DE RESÍDUOS, LIMALHAS E REBARBAS É FUNDAMENTAL NESTA FASE DO SERVIÇO. NÃO SE DEVE FAZER O JATEAMENTO NA PARTE INTERNA DA CARCAÇA.

18 VIRABREQUIN

19 VIRABREQUIM O VIRABREQUIM TAMBÉM SOFRE DESGASTE E DEFORMAÇÕES APÓS LONGO TEMPO DE USO. POR SE TRATAR DE UMA PEÇA COM ALTO CUSTO, PODE SER RECUPERADA APÓS INSPEÇÃO. A EXISTÊNCIA DE TRINCAS TRANSVERSAIS OU LONGITUDINAIS DEVEM SER ANALISADAS.

20 TESTE ESPECIAL ATRAVÉS DO TESTE MAGNA-FLUX, COM O USO DE CAMPO MAGNÉTICO É REVELADO SE HÁ QUALQUER PROPAGAÇÃO DE TRINCAS OU FISURAS NO VIRABREQUIM, SENDO QUE ESTE TESTE NÃO É DESTRUTIVO À PEÇA. HAVENDO TRINCA, A PEÇA É CONDENADA E SUCATEADA. AINDA É NECESSÁRIO FAZER AS MEDIÇÕES NA PEÇA.

21 MICRÔMETRO

22 PERGUNTA QUAIS AS MEDIÇÕES NECESSÁRIAS DEVEM SER FEITAS NO VIRABREQUIM ?

23 RESPOSTA DESGASTE, OVALIZAÇÃO, CONICIDADE E EMPENAMENTO. APÓS AS MEDIÇÕES SUPERIOR A 0,025mm DEVE SER RETIFICADO E USADA AS BRONZINAS SM. FISSURAS OU RISCOS TAMBÉM EVIDENCIAM A NECESSIDADE DE RETÍFICA DO GIRABREQUIM.

24 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: MOTOR 2007 / 14 LINHA VW A AR PARTE 6 Instrutor Scopino

25 E AGORA VAMOS AO VIVO AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O PROF. SCOPINO UMEC – UNIVERSIDADE DO MECÂNICO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 12 2007 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS AULA SOBRE MOTOR VW A AR TEMA DE HOJE: USINAGENS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google