A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profa. Dra. Ariane Kuhnen Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Psicologia Laboratório de Psicologia Ambiental Emergências e Desastres.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profa. Dra. Ariane Kuhnen Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Psicologia Laboratório de Psicologia Ambiental Emergências e Desastres."— Transcrição da apresentação:

1 Profa. Dra. Ariane Kuhnen Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Psicologia Laboratório de Psicologia Ambiental Emergências e Desastres Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Relação Sociedade - Natureza/Pessoa - Ambiente Sustentabilidade planetária e os Modelos de desenvolvimento Vulnerabilidades da sociedade Dimensões físicas e humanas de um evento

2 Construção social SITUAÇÃO PERIGOSA DESASTRE COMPORTAMENTO E COMPREENSÃO DO LUGAR IMPLICAÇÕES PARA AS TAREFAS DE DESENHO TREINAMENTO EDUCAÇÃO Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Mas afinal o que é um desastre?

3 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Perigos potenciais (emergências silenciosas) Proposta teórico-metodológica - Psicologia Ambiental (PA) PA estuda a relação recíproca entre pessoas e ambientes naturais e construídos. Trabalha-se com abordagem multi-teórica, multi-método e em vários contextos

4 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Associar duas linhas de investigação: Percepção Ambiental de Riscos e Comportamento Humano Orientação integradora entre níveis de explicação psicológico e social Proposta teórico-metodológica - Psicologia Ambiental

5 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Definição de Percepção Percepção consiste na captação, seleção e organização das modificações ambientais, orientada para uma tomada de decisão que torna possível uma ação inteligente (i.é dirigida a um fim) e que se expressa por ela. É a base para conhecer a Percepção Ambiental

6 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade A Percepção é função, mais ou menos imediata do ambiente. O significado não está na pessoa mas no ambiente percebido, devido a estrutura ecológica deste. O ecológico compõe-se de aportes recíprocos entre o indivíduo, o ambiente social e o ambiente físico. A exploração ativa do organismo faz com que a pessoa perceba propriedades (ou ofertas) do ambiente. Perceber as ofertas do ambiente é perceber como interagir com ele. Ou seja, o que tem que ser feito, como agir em um determinado ambiente. O problema perceptivo não é então determinar o que tem dentro da cabeça das pessoas mas onde está a cabeça, em que lugar ecológico. As contribuições do enfoque ecológico da Percepção Ambiental

7 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade A Percepção do Ambiente adquiri-se ao mesmo tempo que se atua e, modifica-se em função dos resultados da atuação. Percepção Ambiental PercepçãoAção O que leva à mudanças de Percepção do Ambiente depende do balanço entre perdas e benefícios advindas da modificação. modificação

8 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Percepção Ambiental Portanto Percepção Ambiental surge das intenções modificadoras que empregamos sobre o Ambiente. Esta ação esta carregada de afetos. Estão juntos neste processo tanto aspectos cognitivos quanto emocionais. Ou seja, interpretação e avaliação não estão separados nos processos de Percepção Ambiental seja da qualidade ambiental, da estética do ambiente ou do Risco Ambiental.

9 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Risco Percepção de Risco Ambiental risco,Dificuldade de definição do que seja um risco, Não é possível chegar a uma idéia objetiva e consensual, Não é um mero estímulo físico objetivo, se trata de uma construção social, portanto subjetiva e multidimensional. Enquanto processo se mantém imbricado a ele atitudes, valores, crenças, sentimentos, normas etc influenciando na forma de entender o risco. Portanto tanto o conteúdo como o processo da percepção de risco é de natureza social. Qualifica-se então como uma percepção social, já que se está tratando de juízos, atribuições, memória, emoção, motivação, categorização.

10 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Percepção de Risco Ambiental É uma percepção complexa, que excede a aprendizagem de probabilidades pois intervém dados cognitivos acerca da fonte de risco, dados espaço-temporais e muitos fatores pessoais, de experiência e motivação. As certezas individuais relativas ao estado do meio ambiente condicionam a percepção dos riscos ambientais.

11 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Percepção de Risco Ambiental A Percepção de Risco é composta de fatores que influenciam as pessoas a se darem conta dos riscos e serem conscientes da vulnerabilidade da sociedade. Devido à ciência não ter alcançado um grau satisfatório de influência sobre os conhecimentos da sociedade, o que se tem é um público que não sabe avaliar o risco. A percepção de risco vai determinar cuidados/cautelas sobre a vida.

12 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Estudar o conjunto de características das pessoas ou grupos e ambientes em termos de sua capacidade de antecipar, lidar com, resistir e recuperar-se do impacto dos perigos, considerando contexto de gênero, tempo, espaço e escala. Para que serve este tipo de estudos psicológicos? Ter a disposição um conjunto de fatores que influenciam a preparação e as respostas no ciclo geral de desastres. Possibilitar a relação entre percepção de risco e capacidade de reação

13 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Apropriar-se de conhecimentos sobre comportamentos favoráveis às advertências: evidências do meio ambiente que interagem com informações de advertência influenciando percepção e resposta. Ter a Percepção como ferramenta metodológica (análise de discurso, diagnóstico descritivo, estratégia de gestão e informação. O conhecimento acerca da percepção do risco pelos cidadãos e pelas autoridades pode se constituir em importante subsídio para planejar desde ações emergentes até políticas públicas concernentes eficazes. Para que servem este tipo de estudos psicológicos?

14 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Concluindo.... A psicologia ambiental vem, através de suas teorias e métodos, oferecer um novo olhar sobre os acontecimentos catastróficos, sustentado na hipótese de que o fenômeno oportuniza alargar a compreensão da totalidade do contexto ambiental e das interações entre a (s) pessoa (s) e seu (s) ambiente (s). Conhecimentos acerca das percepções do meio ambiente no fenômeno de apego ao território, a apropriação do espaço como um modelo explicativo dos comportamentos de pessoas que se instalam ou reinstalam em zonas de risco, o controle do espaço como expressão de poder legítimo, entre outros aportes, são bases fecundas para se compreender tais fenômenos.

15 Aspectos Psicoambientais e Vulnerabilidade Para esta área a dinâmica do ambiente deve ser levada em conta em todas as etapas da gestão do risco, potencial ou atualizado. Muito obrigada pela atenção!


Carregar ppt "Profa. Dra. Ariane Kuhnen Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Psicologia Laboratório de Psicologia Ambiental Emergências e Desastres."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google