A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo Contabeis-01 Ivan Teléscio – 05/84568 Plínio Borges – 06/23857 Tiago Lucas – 05/94261 Verônica Paula – 06/43904 André Guilherme - 09/38611 0.92 -

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo Contabeis-01 Ivan Teléscio – 05/84568 Plínio Borges – 06/23857 Tiago Lucas – 05/94261 Verônica Paula – 06/43904 André Guilherme - 09/38611 0.92 -"— Transcrição da apresentação:

1 Grupo Contabeis-01 Ivan Teléscio – 05/84568 Plínio Borges – 06/23857 Tiago Lucas – 05/94261 Verônica Paula – 06/43904 André Guilherme - 09/ – Trabalho 04. Estoques Estoques Universidade de Brasília – UnB Departamento de Administração - ADM Administração de Recursos Materiais

2 Características básicas de controle de estoques Existem características comuns a todos os problemas de controle de estoques. a)custos associados aos estoques; a)custos associados aos estoques; b)objetivos do estoque; b)objetivos do estoque; c)previsão de incertezas. c)previsão de incertezas – Trabalho 04.

3 Custos associados a estoques Excluindo custo de aquisição da mercadoria, os custos associados a estoques Excluindo custo de aquisição da mercadoria, os custos associados a estoques podem ser divididos em três categorias: podem ser divididos em três categorias: 1 – Custo de pedir. 2 – Custo de manter estoques. 3 – Custo total – Trabalho 04.

4 Objetivos do estoque 1 – Objetivos de custo. Uma questão crítica é balancear os custos de manter e de pedir estoque, porque esses custos têm comportamento conflitantes. Uma questão crítica é balancear os custos de manter e de pedir estoque, porque esses custos têm comportamento conflitantes. O objetivo é encontrar um plano de suprimento que minimize o custo total. O objetivo é encontrar um plano de suprimento que minimize o custo total – Trabalho 04.

5 2 – Objetivos de nível de serviço Às vezes, a dificuldade em estimar os custos de faltas de estoques leva ao estabelecimento de um objetivo diferente para o controle de estoques. Às vezes, a dificuldade em estimar os custos de faltas de estoques leva ao estabelecimento de um objetivo diferente para o controle de estoques. Devem ser ajustados os custos de manter e de pedir os estoques de modo que sua soma seja minimizada. Devem ser ajustados os custos de manter e de pedir os estoques de modo que sua soma seja minimizada. É importante procurar obter o maior equilíbrio possível entre a produção e o custo total de estoque, de um lado, e o nível de serviço prestado ao cliente, de outro lado. É importante procurar obter o maior equilíbrio possível entre a produção e o custo total de estoque, de um lado, e o nível de serviço prestado ao cliente, de outro lado – Trabalho 04.

6 Previsão de incerteza Contratar o nível de estoque tem seus riscos associados. Contratar o nível de estoque tem seus riscos associados. Uma das primeiras questões consideradas no controle de estoque é a previsão de vendas futuras,da demanda, bem como a estimativa do tempo de ressuprimento ( lead time), desde a colocação do pedido no fornecedor, sua produção até a chegada do material nas lojas. Uma das primeiras questões consideradas no controle de estoque é a previsão de vendas futuras,da demanda, bem como a estimativa do tempo de ressuprimento ( lead time), desde a colocação do pedido no fornecedor, sua produção até a chegada do material nas lojas – Trabalho 04.

7 Gestão de estoques versus controle de estoques Por gestão de estoques entendemos o planejamento do estoque, seu controle e sua retroalimentação sobre o planejamento. Por gestão de estoques entendemos o planejamento do estoque, seu controle e sua retroalimentação sobre o planejamento. Na gestão de estoque é importante verificar os seguintes elementos que irão variar de empresa para empresa e serão direcionados pelo negócio e estrutura organizacional empregada: Na gestão de estoque é importante verificar os seguintes elementos que irão variar de empresa para empresa e serão direcionados pelo negócio e estrutura organizacional empregada: -plano de negócio; -plano de negócio; -plano de produção; -plano de produção; -planos das necessidades de recursos; -planos das necessidades de recursos; -planos financeiros; -planos financeiros; -gerenciamento de demanda. -gerenciamento de demanda – Trabalho 04.

8 Processos de produção industrial e estoques Os objetivos da gestão de estoques podem podem ser atingidos pela consecução das seguintes funções básicas: Os objetivos da gestão de estoques podem podem ser atingidos pela consecução das seguintes funções básicas: -fazer o cálculo do estoque mínimo; -fazer o cálculo do estoque mínimo; -fazer o cálculo do lote de suprimento; -fazer o cálculo do lote de suprimento; -fazer o cálculo do estoque máximo; -fazer o cálculo do estoque máximo; -manter atualizada a ficha de estoque; -manter atualizada a ficha de estoque; – Trabalho 04.

9 Processos de produção industrial e estoques Replanejar os dados quando houver rezões para modificações; Replanejar os dados quando houver rezões para modificações; Emitir solicitações de compra quando atingir ponto de ressuprimento; Emitir solicitações de compra quando atingir ponto de ressuprimento; Receber o material do fornecedor; Receber o material do fornecedor; Identificar o material e armazená-lo; Identificar o material e armazená-lo; Conservar o material em condições adequadas; Conservar o material em condições adequadas; Entregar o material mediante requisição; Entregar o material mediante requisição; Atualizar a ficha de estoque e guardar a documentação de movimentação do material; Atualizar a ficha de estoque e guardar a documentação de movimentação do material; Organizar o almoxarifado e manter sua organização. Organizar o almoxarifado e manter sua organização – Trabalho 04.

10 Controle de estoque O controle de estoque exerce influência muito grande na rentabilidade da empresa. O controle de estoque exerce influência muito grande na rentabilidade da empresa – Trabalho 04

11 Bibliografia Hong Yuh Ching. Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada. 3ª ed. São Paulo: Atlas, Hong Yuh Ching. Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada. 3ª ed. São Paulo: Atlas, – Trabalho – Trabalho 04.


Carregar ppt "Grupo Contabeis-01 Ivan Teléscio – 05/84568 Plínio Borges – 06/23857 Tiago Lucas – 05/94261 Verônica Paula – 06/43904 André Guilherme - 09/38611 0.92 -"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google