A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo g Tema que serão abordados: 1- Fluxo descontínuo de materiais 2-Fluxo contínuo de materiais 3-Fluxo sincronizado de materiais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo g Tema que serão abordados: 1- Fluxo descontínuo de materiais 2-Fluxo contínuo de materiais 3-Fluxo sincronizado de materiais."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo g Tema que serão abordados: 1- Fluxo descontínuo de materiais 2-Fluxo contínuo de materiais 3-Fluxo sincronizado de materiais

2 FLUXO DESCONTÍNUO DE MATERIAL O material é empurrado ao longo do processo pela fábrica até a distribuição, para suprimentos. Também conhecido como modelo Push ou método de empurrar estoques. É vantajoso nos casos em que os lotes econômicos de produção ou compras são superiores aos necessários a curto prazo, mas isso nem sempre ocorre. O fluxo de informações é indireto, passando do cliente para o depósito, depois para fábrica e fornecedor

3 A figura abaixo é típico desse fluxo : 1.Previsão de vendas 2.Pedido/Reposição do estoque periódica * 3.Produção com a matéria do almoxerifado 4.Estocagem do produto acabado 5.Despacho para clientes * Não considera a demanda atual ou o depósito

4 A relação típica com os fornecedores nesse sistema é denominada arms length,em que os fabricantes solicitam cotações periodicamente e resselecionam seus fornecedores Não há nenhuma relação de compromisso entre as partes, além do fornecimento a um preço contratado Relação arms length

5 FLUXO CONTÍNUO DE MATERIAL O fluxo contínuo começou com o conceito de JIT, originalmente introduzido pela Toyota na fabricação de seus carros. É comumente conhecido como método de puxar estoque pull Segundo esse enfoque, estoque de produtos acabados é evitado tanto quanto possível, especialmente estoque de segurança. Um enfoque distinto de fluxo de materiais, o de fluxo contínuo, fornece uma eficiente resposta

6 A figura abaixo é típico desse fluxo As previsões de vendas devem refletir a sazonalidade da demanda A fábrica produz contra a demanda, em ciclos de produção curtos e rápido A demanda do cliente puxa o fluxo de material

7 As relações neste fluxo As relações com os fornecedores passam a tomar a forma de parcerias. Os clientes estabelecem relações de longo prazo com poucos fornecedores para cada produto ou serviço. Isto leva uma cooperação mais próxima entre o cliente e seus fornecedores, além de simplesmente cotar e fornecer produtos.

8 FLUXO SINCRÔNICO DE MATERIAL No fluxo sincrônico de material, os fornecedores têm que responder às necessidades dos clientes em um "lead time" muito curto, além de transferir os problemas de estocagem aos fornecedores, aumentando seus custos.

9 Está emergindo agora um novo enfoque em que a produção e a distribuição se tornam integradas por meio do uso de tecnologia de informação. O fluxo de material é balanceado de uma só vez ao longo do processo de compras/produção/distribuição por um sistema automatizado de gestão de materiais Esse sistema fornece um fluxo sincronizado de informação que atualiza simultânea e instantaneamente todas as partes envolvidas: fornecedores, fábricas, estoque regulador e distribuição

10 A relação nesse tipo de fluxo Esse enfoque demanda uma relação ainda mais próxima cliente-fornecedor. Nesse caso, o cliente trata com poucos fornecedores, normalmente um único fornecedor para cada tipo de produtos ou serviço. Essas relações são estabelecidas para um largo período, de modo que os fornecedores se sintam motivados a investir para melhorar suas performances.Essa proximidade de relação da oportunidade a reduções de custos adicionais em conjunto, sob forma de economias de confiança.


Carregar ppt "Grupo g Tema que serão abordados: 1- Fluxo descontínuo de materiais 2-Fluxo contínuo de materiais 3-Fluxo sincronizado de materiais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google