A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA Disciplina: Comportamento Organizacional

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA Disciplina: Comportamento Organizacional"— Transcrição da apresentação:

1 Comportamento Organizacional: Perspectiva Histórica e Vantagem Competitiva
UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA Disciplina: Comportamento Organizacional Profa. Lurdes Domingos

2 O QUE É COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL?
“... é um campo de estudos que investiga o impacto que indivíduos, grupos e a estrutura têm sobre o comportamento dentro das organizações com o propósito de utilizar este conhecimento para melhorar a eficácia organizacional.” Robbins, S. 2005:6 “... é o estudo de indivíduos e grupos em organizações. É um corpo de conhecimento que se aplica a todos os tipos de ambiente de trabalho – pequenos e grandes, empresas lucrativas e sem fins lucrativos.” Schermerhorn Jr & all, 2005:26 “... é um campo de estudo voltado a prever, explicar, compreender e modificar o comportamento humano no contexto das empresas.” Wagner & Hollenbeck, 2009:6

3 Origens... Déc. 60 (Pugh): Estudo da estrutura e do funcionamento de organizações e do comportamento de seus grupos e indivíduos Ciência apoiada em disciplinas como Psicologia, Sociologia, Economia e outras ciências sociais

4 CO: Contribuições Multidisciplinares
Fonte: Robbins (Quadro 1-3)

5 Níveis de Análise do Comportamento Organizacional
Comportamento Indivíduos MICROORGANIZACIONAL MESOORGANIZACIONAL Atividades Grupos e Equipes MACROORGANIZACIONAL Empresa como um todo

6 ESQUEMA de ANÁLISE TRIDIMENSIONAL (Wagner e Hollenbeck, 1990)
Micro-organizacional Aspectos psicossociais do indivíduo e dimensões de sua atuação no contexto da organização Meso-organizacional Processos grupais e equipes de trabalho Macro-organizacional A organização em sua totalidade

7 ESQUEMA de ANÁLISE MULTIDIMENSIONAL (Payne e Pugh, 1971)
NÍVEIS DE ANÁLISE CATEGORIAS OU VARIÁVEIS Ambiente Objetivos/recursos Estrutura/processos Comportamento Indivíduo Equipes ou pequenos grupos Departamentos ou pequenos setores Organização como um todo

8 Fonte: Robbins (Quadro 1-8)
CO: Níveis de Análise Fonte: Robbins (Quadro 1-8)

9 Comportamento Organizacional: visão estratégica de gestão

10 Estratégica Stratègós (stratos = exército + ago = liderança/comando): "a arte do general“. " Forma de pensar no futuro, integrada no processo decisório, com base em um procedimento formalizado e articulador de resultados”. (Mintzberg)

11 O gestor como elemento estratégico
Administrador, executivo ou supervisor das atividades de outras pessoas para alcançar determinados objetivos organizacionais GESTOR conjunto de ferramentas concebidas para auxiliar as empresas na tomada de decisões estratégicas de alto nível TÉCNICAS DE GESTÃO

12 Funções dos Executivos/Gestores
PLANEJAMENTO Engloba a definição das metas da organização, o estabelecimento de uma estratégia geral para o alcance dessas metas e o desenvolvimento de um conjunto abrangente de planos para integrar e coordenar as atividades ORGANIZAÇÃO Determina quais tarefas devem ser realizadas, quem vai realizá-las, como estas serão agrupadas, quem se reporta a quem e em que instâncias as decisões serão tomadas LIDERANÇA Inclui a motivação dos funcionários, a direção do trabalho deles, a seleção dos canais mais eficientes de comunicação e a resolução de conflitos CONTROLE Monitora o desempenho da organização, comparando dados obtidos com aqueles previamente estabelecidos, fazendo os ajustes necessários à realização das metas.

13 HABILIDADES DOS EXECUTIVOS
TÉCNICAS Capacidade de aplicar conhecimentos ou especialidades específicas HUMANAS Capacidade de trabalhar com outras pessoas, compreendendo-as e motivando-as, individualmente e/ou em grupos CONCEITUAIS Capacidade mental para analisar e diagnosticar situações complexas

14 Assuntos Críticos da Atualidade Globalizada
ÉTICA DIVERSIDADE CONSUMIDOR E/OU CLIENTE QUALIDADE E PRODUTIVIDADE AUTONOMIA, INOVAÇÃO, MUDANÇA E TEMPORALIDADE ORGANIZAÇÕES INTERCONECTADAS EQUILÍBRIO ENTRE VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL

15 DIVERSIDADE CULTURAL E ORGANIZACIONAL

16 O que é diversidade? Abordagem Restrita Abordagem Ampla “A diversidade da força de trabalho é a presença de características humanas individuais que tornam uma pessoa diferente de outra... Estas diferenças incluem sexo, raça e etnia, idade e capacidade física.” (Schermerhorn, Hunt e Osborn, 1999:58) “A diversidade inclui todos, não é algo que seja definido por raça ou gênero. Estende-se à idade, história pessoal e corporativa, formação educacional, função e personalidade. Inclui estilo de vida, preferência sexual, origem geográfica, tempo de serviço na organização, status de privilégio ou de não-privilégio e adminstração ou não- administração” (Thomas, 1991, citado por Nkomo e Cox Jr :334)

17 Administração da força de trabalho...
AÇÃO AFIRMATIVA DIFERENÇAS NA ORGANIZAÇÃO Respaldo legal, de proteção às injustiças sociais; Igualdade de oportunidades no local de trabalho; Exigência de relatórios escritos com metas e planos estatísticos de inclusão para grupos específicos de pessoas. Valorização da formação de valores comuns constituídos na interação entre as diferenças individuais e organizacionais; Ambiente de trabalho onde todos se sintam valorizados e aceitos; Pesquisas organizacionais voltadas para o exame de atitudes e percepções.

18 Diferenças Demográficas
IDADE SEXO GRUPOS RACIAIS E ETNICOS ESTADO CIVIL CAPACIDADE FÍSICA NÚMERO DE FILHOS EXPERIÊNCIA

19 DIFERENÇAS: Temas Relacionados
Identidade Cultura Relações Grupais Gênero

20 Capacidade para aprender algo ou potencial individual
TRABALHO: conexão entre aptidão e habilidade e as demandas do cargo e/ou tarefa APTIDÃO Capacidade para aprender algo ou potencial individual HABILIDADE Capacidade para desempenhar várias tarefas, inclui conhecimentos relevantes e habilidades específicas. Podem ser intelectuais e/ou físicas. CARGO/TAREFA

21 Habilidades e desempenho
Análise das tarefas Promoções e transferências para novas funções Modificações nas tarefas e/ou equipamentos de trabalho Treinamento

22 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
BOWDITCH, J. L. e BUONO, A. F. Elementos do comportamento organizacional. SP: Ed. Pioneira, 1992. HITT, MILLER e COLELLA. Comportamento organizacional: uma abordagem estratégica. RJ: Editora LTC, 2007 SCHERMERHORN, J.R. HUNT, J.G e OSBORN, R.N. Fundamentos do comportamento organizacional. Porto Alevre: Bookman, 2001 ROBBINS, S. Comportamento Organizacional. 11ª ed. Cap. 1 e 2. Pearson Prentice Hall, 2007; SIQUEIRA, M. Medidas do comportamento organizacional. Estud. psicol. (Natal),  Natal,  v. 7,  n. spe,     Disponível em <http://homolog.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S X &lng=pt&nrm=iso>. acessos em  08  jul.  2011.  doi: /S X WAGNER, J. & HOLLENBECK, J. Comportamento Organizacional: criando vantagem competitiva. 2ª ed. Sp: Saraiva, 2009.


Carregar ppt "UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA Disciplina: Comportamento Organizacional"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google