A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Portugal - GTI Grupo de Trabalho sobre Investigações Ana Cristina Costa Idália Pesquita Marta Procópio Mónica Acúrcio Faculdade de Ciências da Universidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Portugal - GTI Grupo de Trabalho sobre Investigações Ana Cristina Costa Idália Pesquita Marta Procópio Mónica Acúrcio Faculdade de Ciências da Universidade."— Transcrição da apresentação:

1 Portugal - GTI Grupo de Trabalho sobre Investigações Ana Cristina Costa Idália Pesquita Marta Procópio Mónica Acúrcio Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Departamento de Educação Mestrado em Educação Área de Especialização: Didáctica da Matemática Fundamentos da Didáctica da Matemática

2 GTI Criado: –em 1991 –na APM – Associação de Professores de Matemática –no II SIEM – Porto –o primeiro coordenador: Henrique Guimarães Visa reunir pessoas interessadas na investigação em Educação Matemática Actividades: –Organização anual do Seminário de Investigação em Educação Matemática –A edição da Revista Quadrante –A publicação da Colecção Teses

3 GTI Grupo de estudos Objectivos: –Recolher e divulgar informação sobre o tema –Promover a (auto)formação dos membros do grupo O professor como investigador – Abril 2000 Investigação sobre a própria prática – Outubro 2001

4 GTI 1ª Fase - O professor como investigador Metodologia de trabalho: Reuniões periódicas para discussão de artigos sobre o tema Actividades: –Análise e discussão de textos –Identificação de bibliografia –Exploração de sites –Preparação e edição de uma colectânea sobre o tema Materiais utilizados: – Livros – Revistas – Internet

5 GTI 2ª Fase - Investigação sobre a própria prática Metodologia de trabalho: –Escrita de artigos sobre experiências em curso ou recentemente concluídas –Escrita de artigos de natureza teórica sobre reflexão, trabalho colaborativo e investigação sobre a própria prática –Envio por a todos os elementos do grupo –Reuniões periódicas para discussão colectiva dos artigos produzidos pelos membros do grupo Actividades: –Elaboração de um livro –Análise e discussão dos textos originais –Identificação de bibliografia –Exploração de sites

6 GTI Questionário – conjunto de questões abertas Aprendizagens realizadas Dificuldades sentidas Papel da colaboração

7 GTI Aprendizagens realizadas: Aprofundamento de conhecimentos Nova visão sobre o papel profissional Atitude reflexiva Dificuldades sentidas : Gestão do tempo Número de elementos do grupo Sentimento de apreensão pela dificuldade da tarefa Papel da colaboração : Articulação entre objectivos gerais e objectivos individuais Cultura de colaboração

8 GTI Reflectir e investigar sobre a prática profissional Setembro de 2002 Objectivo: Dar a conhecer aos profissionais da educação matemática a problemática da investigação sobre a prática Organização do livro –Ensaios teóricos –Relatos de experiências vividas pelos autores –Dois textos produzidos em 2001 –Bibliografia temática

9 GTI O estágio e o projecto de formação em didáctica da matemática: Uma experiência Lina Brunheira

10 GTI Problema de estudo Quais as potencialidades do trabalho investigativo no ensino-aprendizagem da Matemática como tema de aprofundamento no estágio pedagógico? Questões: Será a investigação uma actividade apropriada no âmbito da formação inicial e, em particular, na fase de estágio pedagógico? Qual o papel que cabe ao orientador de estágio?

11 GTI Metodologia: - Abordagem qualitativa – Estudo de caso múltiplo - Participantes: 3 professores estagiários - Métodos de recolha de dados: Diário de bordo Relatório Observação

12 GTI Trabalho desenvolvido Reuniões de coordenação Reuniões de preparação de aulas de investigação Balanço do trabalho realizado

13 GTI Conclusão Trabalho conjunto com os estagiários e papel como orientadora – Trabalho colaborativo – Interacção com a orientadora – Preparação das aulas de investigação – Desafiar, apoiar e promover a reflexão – Investigação-acção

14 GTI Conclusão Estágio e trabalho realizado no âmbito da Didáctica da Matemática – Apresenta uma proposta Projecto de investigação-acção

15 GTI Proposta de trabalho 1.Resolução da tarefa Quadrados com fósforos 2.Apresentação pelos vários grupos das resoluções efectuadas 3.Discussão 4.Reflexão

16 GTI Reflexão Em que altura introduzir a tarefa? Como organizar a turma? Quanto tempo para a realização? Como avaliar? Poderá ser aplicada a outro ano de escolaridade? Que acontecimentos podem surgir durante a realização da tarefa?

17 A Investigação na prática profissional do professor Razões: –Serem protagonistas no campo curricular e profissional –Modo privilegiado de desenvolvimento profissional e organizacional –Contribui para a construção de um património de cultura e conhecimento dos professores –Contribui para o conhecimento mais geral sobre os problemas educativos GTI

18 Conceitos próximos da actividade de investigação Actividade de Investigação Investigar sobre a prática/professor-investigador Investigação-acção Reflexão Investigação académica GTI

19 A prática de investigação sobre a prática Momentos da investigação –Formulação do problema ou das questões em estudo –Recolha de elementos que permitam responder a esse problema –Interpretação da informação recolhida com vista a tirar conclusões –Divulgação dos resultados e conclusões obtidas Critérios de qualidade –Vínculo com a prática –Autenticidade –Novidade –Qualidade metodológica –Qualidade Dialogógica GTI

20 Reflexão – objecto de estudo de vários autores (também em Portugal) – fornece ao professor oportunidades para voltar atrás e rever acontecimentos e práticas – catalizador de melhores práticas GTI

21 Professor reflexivo – professor investigador professor reflexivo – percebe os problemas da sua prática – formula questões – ensino reflexivo – permanente auto-análise por parte do professor – é alguém que atribui importância a questões globais da educação pode levar ou não a um processo investigativo GTI

22 Prática reflexiva – aparece muitas vezes associada à investigação sobre as práticas – surge como um modo possível dos professores interrogarem as suas práticas de ensino – confere poder aos professores – proporciona oportunidades para o desenvolvimento do professor – insatisfação com a preparação profissional movimentos de reflexão e de desenvolvimento do pensamento sobre as práticas GTI

23 Colaboração Investigação Colaborativa Quando diversos intervenientes trabalham conjuntamente, não numa relação hierárquica, mas numa base de igualdade de modo a haver ajuda mútua e a atingirem objectivos que todos beneficiem. Do que depende um trabalho colaborativo: - da existência de um objectivo ou interesse em comum partilhado por todos os participantes - formas de trabalho, - relacionamento entre os elementos da equipa; - existência de uma mutualidade e equilíbrio na relação - interacção entre os participantes; - confiança (pessoal e profissional) - diálogo - negociação GTI

24 Principais dificuldades no desenvolvimento de uma investigação colaborativa: - Negociação do objectivo do projecto; - Determinação do caminho a percorrer; - Definição do conhecimento necessário para encontrar as soluções pretendidas; - Criação e manutenção de relações de confiança entre os membros da equipa; - Reconhecimento de impasses; - Necessidade de novas respostas em função da mudança das condições em que o trabalho se realiza. Características da investigação colaborativa que a tornam vulnerável: - Imprevisibilidade; - Capacidade de saber gerir a diferença; - Capacidade de saber gerir os custos e os benefícios; GTI

25 Potencialidades do trabalho colaborativo: - é a forma de concretizar com êxito projectos ambiciosos e interessantes; - proporciona a ajuda para ultrapassar obstáculos e para lidar com a vulnerabilidade e frustração; - permite a reflexão acrescida; - permite oportunidades de aprendizagem mútua; - possibilita acréscimos de segurança para iniciar novos percursos GTI

26 Por fim… Discutem o alcance da investigação sobre a prática Salientam o papel da colaboração e da reflexão na actividade do professor que investiga a sua prática Baseiam-se numa perspectiva construtivista Referem a importância das actividades de investigação, na sala de aula, no currículo e na formação de professores.

27 GTI Actualmente: Grupo de Estudos O Professor e o Desenvolvimento Curricular Início em Outubro de 2002 Coordenação: João Pedro da Ponte e Irene Segurado Objectivos: manter o trabalho colaborativo de discussão e reflexão contribuir para a análise do papel que o professor tem/pode ter no desenvolvimento curricular Actividades: análise de textos sobre diferentes perspectivas curriculares elaboração de uma colectânea a publicar pela APM Duração prevista: 2 anos

28 GTI Referências Bibliográficas: GTI (Ed.). (2002). Reflectir e investigar sobre a prática profissional. Lisboa: APM. Brunheira, L. (2002), O estágio e o projecto de formação em didáctica da matemática. In GTI (Ed.). Reflectir e investigar sobre a prática profissional (pp ) Oliveira, I., & Serrazina, L. (2002). A reflexão e o professor como investigador. In GTI (Ed.). Reflectir e investigar sobre a prática profissional (pp 29-42) Ponte, J. P. (2002). Investigar a nossa prática. In GTI (Ed.). Reflectir e investigar sobre a prática profissional (pp 5-28) Ponte, J. P. & Boavida, A. (2002). Investigação colaborativa: potencialidades e problemas. In GTI (Ed.). Reflectir e investigar sobre a prática profissional (pp 43-55) Ponte, J. P., & (2003). Professores e formadores investigam a sua própria prática: O papel da colaboração. Zetetiké, 11(20), Ponte, J. P., & Boavida, A. (2004). Investigar a nossa prática: O percurso de um grupo de trabalho colaborativo. Educação e Matemática, 77,


Carregar ppt "Portugal - GTI Grupo de Trabalho sobre Investigações Ana Cristina Costa Idália Pesquita Marta Procópio Mónica Acúrcio Faculdade de Ciências da Universidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google