A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Automação de Processos de Mineração Existentes. Instalação de Repeneiramento Complexo Mariana-Mina de Alegria PALESTRANTE :Luiz Carlos da Mata 20/04/2007-

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Automação de Processos de Mineração Existentes. Instalação de Repeneiramento Complexo Mariana-Mina de Alegria PALESTRANTE :Luiz Carlos da Mata 20/04/2007-"— Transcrição da apresentação:

1 Automação de Processos de Mineração Existentes. Instalação de Repeneiramento Complexo Mariana-Mina de Alegria PALESTRANTE :Luiz Carlos da Mata 20/04/2007- UFSJ

2 Fluxograma de Processo

3 Situação da Operação Existente ATRIBUIÇÕES DO OPERADOR Controlar a taxa de alimentação conforme capacidade das peneiras, utilizando inversor de frequência no AL- 01 através de potenciômetro local e controlar os níveis dos silos (04 silos de produtos e 01 silo de alimentação do britador de rolos). Ligar/Desligar os equipamentos através de painel de operação por botoeiras. Monitorar o funcionamento dos equipamentos e níveis dos silos através de inspeções rotineiras.

4 Situação Operação Existente ATRIBUIÇÕES DO OPERADOR Descarregar os silos 02/03/04/05 aproximadamente a cada 8 minutos, controlando o carregamento e as viagens dos caminhões. Durante o carregamento a abertura do silo e o deslocamento do caminhão é de responsabilidade do operador. Para abrir os silos é exigido do operador um esforço físico em condição desconfortável do ponto de vista ergométrico. A amostragem é feita hoje através de um amostrador em modo local, exigindo do operador um rigoroso acompanhamento do horário de coleta de incrementos para formação das amostras.

5 Objetivos do Projeto Aumento do rendimento operacional da planta Redução de atividades manuais Eliminação de situações de risco à segurança pessoal e saúde ocupacional dos operadores Interligação dos sinais de processo ao sistema de controle da planta permitindo envio automático de dados de produção e supervisão remota

6 Objetivos do Projeto Aumento na flexibilidade para modificações nos intertravamentos dos equipamentos Redução do índice de manutenção do CCM Melhorias no gerenciamento da produção e do contrato de transporte de produtos Redução do consumo de água

7 Descrição do Sistema

8 Atividades Desenvolvidas ATIVIDADES CONCLUÍDAS Aquisição material: CCM, PLC, IHM, sensores de posição, sensores de nível, painéis eletro-pneumático, modulo eletrônico para balança, chaves de emergência, sirenes, semáforos, display eletrônico, cabos, botoeiras, compressor Lançamento de fibra ótica para interligação ao sistema de controle das IB´s Reforma civil da Sala Elétrica Execução de projeto detalhado, instalação dos equipamentos/ instrumentos e montagem eletromecânica

9 Atividades Desenvolvidas ATIVIDADES CONCLUÍDAS Programação do PLC/IHM ; Instalação, testes e liberação dos sensores de posicionamento de caminhões; Interligação, testes e liberação total do sistema pneumático; Instalação, testes e liberação dos sensores de tampa aberta e posição da comporta;

10 Atividades Desenvolvidas ATIVIDADES A REALIZAR Ministrar treinamento pré-operacional; Ministrar treinamento pessoal da elétrica; Instalação da válvulas de spray das peneiras. Melhorar o sistema de proteção do mecanismo de acionamento

11 Atividades Desenvolvidas ATIVIDADES A REALIZAR Interligação do controlador ao sistema de controle da planta

12 Operação Pós-Automação Operação feita através de painel de operação (IHM) Interligação com o sistema supervisório central A balança instalada na TC-01 permite controle da quantidade de material alimentada A taxa de alimentação é controlada em função da medição da balança do TC-01 através do AL-01

13 Operação Pós-Automação O carregamento dos caminhões é automático monitorado através de sensores de posição, semáforos e display para indicação do silo a ser utilizado. 2

14 Operação Pós-Automação SITUAÇÃO INICIAL: Todos os silos vazios, todos semáforos apagados. A chamada de caminhões para os silos pode ser automática ou manual. Estando em automático a chamada de caminhão dependerá única e exclusivamente do nível do silo, que indicará no painel localizado em frente a instalação o número 02,03,04, ou 05 e a área onde será estocado o produto( J, L, M, N, O). Uma vez indicado o silo, o caminhão estaciona e o semáforo vermelho acenderá, indicando que o caminhão está posicionado. Após 10s a comporta abre, formando uma pilha. O posicionamento do caminhão deve-se aos 3 sensores A,B,C.

15 Operação Pós-Automação Quando o sensor (C) detectar nível alto de pilha, o semáforo verde acenderá permitindo o caminhão deslocar, quando detectar nível baixo, acenderá novamente vermelho, e assim sucessivamente até que o sensor (A) não detecte o caminhão, consequentemente a comporta irá fechar, e os semáforos apagam-se permitindo a saída do caminhão A cada carregamento será feita uma contagem automática de caminhões. Estando o sistema em manual operador terá liberdade para indicar qualquer silo, mesmo que já tenha sido selecionado em automático.

16 Operação Pós-Automação No caso de dificuldade para o funcionamento dos sensores, a operação poderá ser feita via painel pneumático, passando o mesmo para manual e atuando direto nas chaves no frontal do mesmo. Em caso de defeito no cilindro de acionamento, a operação poderá ser feito do modo antigo, bastando para isso o desacoplamento do cilindro e o encaixe da alavanca, que estará disponível na área.

17 Operação Pós-Automação SEQUÊNCIAS DE OPERAÇÃO SEQ2 - NORMAL 1º - TC-03 2º - TC-02 3º - PE-03 4º - TC-04 5º - TC-05 6º - PE-02 7º - PE-01 8º - TC-01 9º - AL-01 OBS: Nesta condição silo 02,04,05 estarão disponível para carregamento. Caso silo-06 esteja vazio a rebritagem de hamatitinha não roda. SEQ3 - REBRITAGEM DE HEMATITINHA 1º - TC-05 2º - BR-01 3º - TC-04 4º - TC-06 5º - AL-02 OBS: O silo 05 estará disponível para carregamento SEQ1- HEMATITINHA 1º -TC-03 2º -TC-02 3º - PE-03 4º - PE-02 5º - PE-01 6º - TC-01 7º - AL-01 OBS: Nesta condição silo 02,03,04 estarão disponível para carregamento. Fechamento do balanço de massa através da contagem de caminhões e tipo de material embarcado.

18 Considerações Finais Avaliação da operação de carregamento automático dos caminhões em função da necessidade de manutenção de nível do solo. Os sensores de posição de caminhões, tampa aberta e posição de comporta devem ser avaliados frequentemente quanto a fixação e limpeza.

19 FLUXOGRAMA DE PROCESSO

20

21

22 Kbô Celular: Residencial: Kbô AINDA BEM QUE

23 PERGUNTAS!!!!


Carregar ppt "Automação de Processos de Mineração Existentes. Instalação de Repeneiramento Complexo Mariana-Mina de Alegria PALESTRANTE :Luiz Carlos da Mata 20/04/2007-"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google