A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ATELIÊ DE PORTINARI “A OBRA REFLETE A PESSOA” KLEPSCH & LOGIE, 1984.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ATELIÊ DE PORTINARI “A OBRA REFLETE A PESSOA” KLEPSCH & LOGIE, 1984."— Transcrição da apresentação:

1 ATELIÊ DE PORTINARI “A OBRA REFLETE A PESSOA” KLEPSCH & LOGIE, 1984

2 LEANIRA CARRASCO

3

4

5

6

7 PSICOMÉTRICAS: RESPOSTAS CORRETAS/INCORRETAS ADAPTAÇÃO OU NÃO A PADRÕES ESTABELECIDOS CEZANNE

8 PROJETIVAS: RESPOSTAS LIVRES E ESPONTÂNEAS AJUSTE ÀS INSTRUÇÕES E À SITUAÇÃO PADRONIZADA DE TESTAGEM DALI

9 ESTILO PARTICULAR DE RESPOSTA DE CADA INDIVÍDUO LIVRE QUANTO AO TIPO DE ESTÍMULO E ÀS INSTRUÇÕES ENFOQUE DA SITUAÇÃO DE FORMA PESSOAL RAFAEL

10 D E S E N H O S FORMA DE COMUNICAÇÃO EXPRESSÃO DO DESENVOLVIMENTO GERAL (maturação gráfica da criança) EXPRESSÃO DE PSICOPATOLOGIA

11 VAN GOGH L.K.FRANK - “MÉTODOS PROJETIVOS PARA ESTUDO DA PERSONALIDADE” ASSOCIAÇÃO ENTRE: TESTE DE ASSOCIAÇÃO DE PALAVRAS DE JUNG RORSCHACH TAT

12 FREUD - DOIS CONCEITOS PROJEÇÃO DO ÓDIO SOBRE OUTRA PESSOA CARTA A FLIESS: “Na paranóia, o repreender-se a si mesmo é reprimido de uma maneira que se pode descrever como projeção: suscitando um sintoma de defesa o qual consiste em desconfiança em relação a outra pessoa.” Em Totem e Tabu, Freud refere que a criação artística é uma projeção do artista em sua obra.

13 DA VINCI NATUREZA DOS PROJETIVOS: A PESSOA PERCEBE E INTERPRETA O MATERIAL, REFLETINDO ASPECTOS FUNDAMENTAIS DE SEU FUNCIONAMENTO PSICOLÓGICO, OU SEJA... “...OS MATERIAS DOS TESTES SERVEM DE “TELA”, ONDE AS PESSOAS “PROJETAM” SEUS PROCESSOS DE PENSAMENTO, SUAS NECESSIDADES E SEUS CONFLITOS.” ANASTASI & URBINA, 2000

14 UM TRAÇO GRÁFICO ISOLADO NADA SIGNIFICA. CADA TRAÇO DEVE SER CONSIDERADO EM CONEXÃO COM OS DEMAIS NO CONTEXTO GERAL DO DESENHO. PICASSO

15 POSIÇÃO DA FOLHA POSIÇÃO DA FOLHA : A FOLHA REPRESENTA O AMBIENTE, DELIMITADO PELAS BORDAS DO PAPEL E “IMPOSTO” À PESSOA, SUA POSIÇÃO INDICARÁ COMO SE DESLOCA PERANTE ELE. LOCALIZAÇÃO NA FOLHA LOCALIZAÇÃO NA FOLHA: REVELA MUITO DE SUA ORIENTAÇÃO GERAL NO AMBIENTE E CONSIGO PRÓPRIO.

16 1º QUADRANTE 1º QUADRANTE: CONTATO ATIVO COM A REALIDADE, REBELIÃO E ATAQUE, PROJETOS PARA O FUTURO. 2º QUADRANTE: FORÇA DOS DESEJOS, IMPULSOS, INSTINTOS, OBSTINAÇÃO E TEIMOSIA 3º QUADRANTE: CONFLITOS, EGOÍSMO, REGRESSÃO, FIXAÇÃO EM ESTÁGIO PRIMITIVO. 4º QUADRANTE 4º QUADRANTE: PASSIVIDADE, ATITUDE DE EXPECTATIVA DIANTE DA VIDA, INIBIÇÃO, RESERVA.

17 METADE DIREITA EXTROVERSÃO, ALTRUÍSMO, ATIVIDADE, SOCIALIZAÇÃO, RELAÇÃO COM O FUTURO, PROGRESSO. (1º E 2ºQUADRANTES) METADE ESQUERDA INTROVERSÃO, EGOÍSMO, PREDOMÍNIO DA AFETIVIDADE, DO PASSADO E DO ESQUECIDO, COMPORTAMENTO COMPULSIVO. (3º E 4ºQUADRANTES)

18 METADE SUPERIOR METADE SUPERIOR: ESPIRITUALIDADE, MISTICISMO, OBJETIVOS MUITO ALTOS, POSSIVELMENTE INATINGÍVEIS, SATISFAÇÃO NA FANTASIA. “ESTAR NO AR” (4º E 1º QUADRANTES) METADE INFERIOR METADE INFERIOR : MATERIALISMO, FIXAÇÃO À TERRA, ORIENTAÇÃO PARA O CONCRETO, INSEGURANÇA E INADEQUAÇÃO. (2º E 3º QUADRANTES)

19 Pode se relacionar com: Pode se relacionar com: Nível de auto-estima Estado de humor Nível de ansiedade Inflação do ego Cunha, 2000

20 Muito Grande: agressividade, necessidade de mais espaço para atuar. Exagerado: Saindo do papel - sentimento de constrição (pressão) por parte do ambiente. Nos adolescentes este tamanho é muito comum e significa afirmação do ego. Médio: bom ajustamento, inteligência, boa auto- estima, equilíbrio emocional. Pequeno: sentimento de inferioridade, inibição, depressão. Minúsculo: sentimento de inadequação ao ambiente e também tendências ao isolamento. Samantha D. Sá

21 Características das linhas Linhas Finas Vulnerabilidade, sensibilidade às forças exteriores; insegurança, ansiedade, timidez. Linhas Reforçadas Tentativa de se proteger contra fatores provocadores de ansiedade. Agressividade. Cunha, 2000

22 Detalhamento Pode se relacionar com: traços obsessivos como estilo de lidar com a ansiedade. Cunha, 2000

23 Sombreado  Tem alguma relação com ansiedade.  Há sugestão de que o sujeito concentra o sombreado em áreas do corpo que o preocupam.  É necessário diferenciar casos que estão meramente realçando a tridimensionalidade da figura. Cunha, 2000

24 Distorções Discretas mau auto-conceito ansiedade mau ajustamento Excessivas séria perturbação emocional disfunção cognitiva Cunha, 2000

25 Tentar entender os indivíduos por meio de suas produções é uma atitude intuitiva que data de tempos imemoriais. Cunha, 2000

26 A tendência de atribuir uma significação intuitiva aos desenhos persiste até hoje... Cunha, 2000

27 O impacto da obra de Machover de 1949 foi acompanhado pelo trabalho de Buck (1948), que pressupôs um sentido simbólico não só para a representação da pessoa, mas também para a casa e a árvore. Cunha, 2000

28 A abordagem para a interpretação constituía na atribuição de significação psicológica a sinais singulares. Cunha, 2000

29 A projeção pode ser do próprio self Desenho de um jovem dependente de substâncias Cunha, 2000

30 Mas qual a imagem de si mesma que a pessoa tem? “É uma fotografia, ou uma autodescrição verbal, ou é função da interação entre a aparência física da pessoa e seu autoconceito? Ou é algo mais, ou alguma combinação de alguma coisa mais?” Swenson, 1968 Cunha, 2000

31 A projeção pode ser de aspectos inaceitáveis do próprio self Desenho do mesmo sujeito dependente de drogas Cunha, 2000

32 A projeção pode ser do ideal do ego... Ou representar uma forma de compensar inadequações pessoais... Cunha, 2000

33 O desenho pode resultar da percepção de outras pessoas do ambiente. Cunha, 2000

34 Fatores situacionais podem influir na escolha das figuras (filmes assistidos, notícias de TV, etc...) Cunha, 2000

35 O estilo das figuras pode depender do estado de humor de um adolescente... Cunha, 2000

36 “A projeção do self nos desenhos tem a probabilidade de ser complicada e multifacetada.” Groth-Marnat, 1999 “A projeção do self nos desenhos tem a probabilidade de ser complicada e multifacetada.” Groth-Marnat, 1999 Cunha, 2000

37 Então... Através da projeção, os métodos projetivos possibilitam avaliar áreas patológicas e sadias da personalidade, retratando o mundo interno do indivíduo e revelando seu equilíbrio e seus recursos para lidar com seus conflitos. Samantha D. Sá

38 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA: 1. Anastasi & Urbina. Testagem Psicológica. Porto Alegre: Artmed, Anzieu, D. Os Métodos Projetivos. Rio de Janeiro: Campos, Van Kolck, L.Testes Projetivos Gráficos no Diagnóstico Psicológico. São Paulo: EPU, Cunha J. Psicodiagnóstico-R. Porto Alegre: Artmed, MONET


Carregar ppt "ATELIÊ DE PORTINARI “A OBRA REFLETE A PESSOA” KLEPSCH & LOGIE, 1984."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google