A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANEJAMENTO DE ENSINO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS – CÂMPUS CAMPOS BELOS GERALDO MAGELA DE PAULA

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANEJAMENTO DE ENSINO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS – CÂMPUS CAMPOS BELOS GERALDO MAGELA DE PAULA"— Transcrição da apresentação:

1 PLANEJAMENTO DE ENSINO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS – CÂMPUS CAMPOS BELOS GERALDO MAGELA DE PAULA

2 CARACTERÍSTICAS DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA O SÉCULO XXI o momento histórico está a exigir outro modo de pensar e agir do professor, porque só transmitir conhecimentos não é mais o seu papel; a tendência atual dos sistemas de ensino, é admitir que a qualidade de ensino está atrelada à competência do professor; é cobrado de diversas formas: pelos pais, por não compreenderem exatamente o que está acontecendo e pela sociedade, que o responsabiliza por todos os males sociais; quanto a proposta de formação docente deve ter um sentido de investigação e de busca de novos caminhos; é o elemento chave para qualquer mudança, pois só se estiver convencido da necessidade de mudar é que as reformas acontecerão; a forma como o professor ensina, sua maneira de se relacionar com os alunos, sua postura como pessoa e como profissional, refletem nas reações e comportamentos dos alunos, marcando-os com aprendizagens mais significativas do que os próprios conteúdos trabalhados na disciplina.

3 PLANEJAMENTO Planejar, enquanto ação formal, envolve a delimitação de objetivos ou metas para a organização, o estabelecimento de uma estratégia genérica para atingir essas metas e o desenvolvimento de integração e coordenação das atividades decorrentes. O planejamento envolve a preocupação que se estende a fins (o que deve ser feito) e meios (como deve ser feito). O trabalho do professor não começa no primeiro dia de aula, mas algumas semanas ou até mesmo alguns meses antes, o que vai depender muito de sua experiência com determinada disciplina que vai lecionar. “o planejamento é o fundamento de toda ação educacional, ou seja, ele se impõe como um recurso de organização, principalmente a educação que é concebida como fator de mudança, renovação e progresso”. Teixeira (2005). Para Dror (1968), planejamento é “processo que consiste em preparar um conjunto de decisões tendo em vista agir, posteriormente, para atingir determinados objetivos”.

4 CARACTERÍSTICAS DO PLANEJAMENTO Adequação à realidade – o diagnóstico dará condições a avaliação constante desde o primeiro momento para reestruturar sempre que necessário. Exequibilidade – o plano deve ser real, concreto, realizável, a ponto de ser possível executá-lo integralmente, dentro das condições previstas. Não se concebe um trabalho burocrático apenas para apresentar aos superiores ou para constar de exigências outras. Flexibilidade – o planejamento é concebido com dinamismo próprio, de natureza dialética. Posto isto, a avaliação constante e permanente deve permear todo processo para que sejam efetuadas estruturações desejadas. Não se concebe algo estático, imutável. Outras – continuidade; previsão; clareza; objetividade e validade psicológica.

5 ETAPAS DO PLANEJAMENTO Preparação Previsão de todas as etapas que concorrem para assegurar a sistematização do trabalho docente, visando o alcance do objetivo do ensinar, que é o aprender. Desenvolvimento Execução do plano onde o professor e o aluno são o alvo desta atuação, visando sempre o ato de ensinar e o ato de aprender. Aperfeiçoamento A avaliação deve estar presente desde o primeiro momento, tomando maior corpo no final do processo, no sentido de análise sistemática dos resultados, proporcionando reestruturação do planejamento, caso os objetivos não tenham sido alcançados.

6 TIPOS DE PLANEJAMENTO Existem uma gama de áreas que exigem a elaboração (construção) e aplicação de planejamentos. Vejamos: saúde, ação social, reforma agrária, turismo, economia, empresas, combate a fome, entre outras. Em Educação temos o PLANEJAMENTO EDUCACIONAL PLANEJAMENTO CURRICULAR PLANEJAMENTO DE ENSINO PLANO DE CURSO UNIDADE AULA

7 Em Educação temos o PLANEJAMENTO EDUCACIONAL. Coaracy (1974), planejamento educacional “é o processo contínuo que se preocupa com o ‘para onde ir’ e ‘quais as maneiras adequadas para chegar lá’, tendo em vista a situação presente e possibilidades futuras, para que o desenvolvimento da educação atenda tanto as necessidades do desenvolvimento da sociedade, quanto às do indivíduo”. Teixeira (2005) “É o processo de abordagem racional e científica dos problemas da educação, incluindo definição de prioridades e levando em conta a relação entre os diversos níveis do contexto educacional”.

8 PLANEJAMENTO EDUCACIONAL Para Gil (2006, p. 96), planejamento educacional é o que se desenvolve em nível mais amplo, estando a cargo das autoridades educacionais no âmbito do Ministério da Educação, do Conselho Nacional de Educação, dos órgãos estaduais e municipais que têm atribuições no campo da educação. É um processo de médio e longo prazo que requer um diagnóstico claro e preciso da situação; define as bases filosóficas que darão suporte à ação; avaliação dos recursos humanos, materiais e financeiros requeridos bem como a previsão dos fatores que podem intervir em seu desenvolvimento.

9 Os objetivos do planejamento educacional segundo (COARACY,1974, p. 79) são: “Relacionar o desenvolvimento do sistema educacional com o desenvolvimento econômico, social, político e cultural do país, em geral, e de cada comunidade, em particular; Estabelecer as condições necessárias para o aperfeiçoamento dos fatores que influem diretamente sobre a eficiência do sistema educacional (estrutura, administração, financiamento, pessoal, conteúdo, procedimentos e instrumentos); Alcançar maior coerência interna na determinação dos objetivos e nos meios mais adequados para atingi-los; Conciliar e aperfeiçoar a eficiência interna e externa do sistema”.

10 São requisitos fundamentais do Planejamento Educacional: Aplicação do método científico na investigação da realidade educativa, cultural, social e econômica do país; Apreciação objetiva das necessidades, para satisfazê-las a curto, médio e longo prazo; Apreciação realista das possibilidades de recursos humanos e financeiros, a fim de assegurar a eficácia das soluções propostas; Previsão dos fatores mais significativos que intervêm no desenvolvimento do planejamento; Continuidade que assegure a ação sistemática para alcançar os fins propostos; Coordenação dos serviços da educação, e destes com os demais serviços do Estado, em todos os níveis da administração pública; Avaliação periódica dos planos e adaptação constante destes mesmos às novas necessidades e circunstâncias; Flexibilidade que permita a adaptação do plano a situações imprevistas ou imprevisíveis; Trabalho de equipe que garanta uma soma de esforços eficazes e coordenados; Formulação e apresentação do plano como iniciativa e esforço nacionais, e não como esforço de determinadas pessoas, grupos e setores (UNESCO, 1959 apud TEIXEIRA, 2005).

11 PLANEJAMENTO CURRICULAR É previsão global e sistemática de toda ação a ser desencadeada pela escola, em consonância com os objetivos educacionais, tendo por foco o aluno. Desenvolve-se em consonância com o planejamento educacional, objetivando organizar o conjunto de ações que precisam ser desenvolvidas no âmbito de cada curso com vistas a favorecer ao máximo o processo ensino-aprendizagem. É uma tarefa contínua e multidisciplinar que orienta a ação educativa da instituição de ensino, preocupando-se basicamente com a previsão das atividades que o estudante realiza sob orientação da escola com vistas a atingir os fins pretendidos. “Uma tarefa multidisciplinar que tem por objeto organização de um sistema de relações lógicas e psicológicas dentro de um ou vários campos do conhecimento, de tal modo que se favoreça ao máximo o processo ensino-aprendizagem”.(SARUBBI, 1971, p. 34).

12 São objetivos do Planejamento Curricular: Ajudar aos membros da comunidade escolar a definir seus objetivos; Obter maior efetividade no ensino; Coordenar esforços para aperfeiçoar o processo ensino- aprendizagem; Propiciar o estabelecimento de um clima estimulante para o desenvolvimento das tarefas educativas. (TURRA, 1982)

13 PLANEJAMENTO DE ENSINO Indica a atividade direcional, metódica e sistematizada que será empreendida pelo professor junto a seus alunos, em busca de propósitos definidos. se desenvolve em Nível mais concreto ou mais específico e que está a cargo principalmente do professor. O professor que deseja realizar uma boa atuação docente sabe que deve participar, elaborar e organizar planos em diferentes níveis de complexidade. É a “previsão inteligente e bem calculada de todas as etapas do trabalho escolar que envolvem as atividades docentes e discentes, de modo a tornar o ensino seguro, econômico e eficiente” (MATTOS, 1968); “previsão das situações específicas do professor com a classe” (CAPPELLETTI, 1972, p. 10); “processo de tomada de decisões bem informadas que visam à racionalização das atividades do professor e do aluno, na situação ensino-aprendizagem, possibilitando melhores resultados e, em consequência, maior produtividade” (TEIXEIRA, 2005).

14 São objetivos do Planejamento de Ensino: Racionalizar as atividades educativas; Assegurar um ensino efetivo e econômico; Conduzir os alunos ao alcance dos objetivos; Verificar a marcha do processo educativo. Dentro do planejamento de ensino devemos citar os planos de curso ou disciplina, da unidade e da aula propriamente dita.

15 PLANO DE CURSO - Desenvolvido ao longo do ano ou semestre letivo. - Identifica a relação da disciplina com as disciplinas afins e com o curso tomado de forma global. - Esclarece a duração, objetivos gerais, conteúdos programáticos, estratégias de ensino, recursos didáticos e procedimentos de avaliação.- Não é rígido, mas pode seguir o seguinte roteiro: 1) identificação do plano 2) Objetivos 3) Conteúdo 4) Ementa 5) Bibliografia 6) Estratégias de ensino3 7) Recursos 8) Avaliação 9) Cronograma PLANO DE AULA - Mais usados no ensino fundamental e médio onde se requer dos professores a especificação dos comportamentos esperados dos alunos, bem como dos meios utilizados para alcança-los. - especifica as realizações diárias para a concretização dos planos anteriores. - PLANO DE UNIDADE - Mais pormenorizado. - Objetivos operacionais = o que se espera dos alunos. - Conteúdos pormenorizados bem como as estratégias, recursos e os procedimentos para a avaliação. - disciplina partes da ação pretendida no plano global.


Carregar ppt "PLANEJAMENTO DE ENSINO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS – CÂMPUS CAMPOS BELOS GERALDO MAGELA DE PAULA"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google