A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé - 2012. Níveis de prevenção do Diabetes SEM DIABETES DIABETES SEM SINTOMAS PROGRESSÃO DO DIABETES INÍCIO DETECÇÃO HABITUALPREVENÇÃO:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé - 2012. Níveis de prevenção do Diabetes SEM DIABETES DIABETES SEM SINTOMAS PROGRESSÃO DO DIABETES INÍCIO DETECÇÃO HABITUALPREVENÇÃO:"— Transcrição da apresentação:

1 Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

2 Níveis de prevenção do Diabetes SEM DIABETES DIABETES SEM SINTOMAS PROGRESSÃO DO DIABETES INÍCIO DETECÇÃO HABITUALPREVENÇÃO: SECUNDÁRIA TERCIÁRIA PRIMÁRIA PRIMÁRIA Dieta saudável Peso adequado Exercício Tratamento do diabetes e das complicações Diagnóstico precoce Tratamento e controle adequado

3 Atenção ao Diabetes na Atenção Básica: Integralidade da atenção -linha de cuidado Abordagem integrada: populacional e individual Gerenciamento do cuidado Equipe multidisciplinar Acesso aos diferentes níveis de complexidade Diagnóstico precoce e tratamento oportuno Estratégias de educação e apoio para desenvolvimento de autonomia e autocuidado Qualidade e humanização do cuidado

4 PACIENTE Enfermagem Clínica Ciências Afins Agentes Comunitários

5 PACIENTE FAMÍLIA Enfermagem Clínica Ciências Afins Agentes Comunitários

6 PACIENTEFAMÍLIACOMUNIDADE Enfermagem Clínica Ciências Afins Agentes Comunitários

7 PACIENTEFAMÍLIACOMUNIDADE Enfermagem Clínica Ciências Afins Agentes Comunitários

8 PACIENTEFAMÍLIACOMUNIDADE Enfermagem Clínica Ciências Afins A C Ss

9 Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

10

11 ADA: DM >6,5 / Pré-DM: > 5,7 Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

12 PARÂMETROMETAPERIODICIDADE Plano AlimentarAlimentação Saudável 18,5 < IMC < 25Kg/m Verificar e orientar a cada consulta Atividade Física≥ 30 min/dia FumoNÃO FUMAR Hemoglobina Glicada< 7%A cada 3 meses até alcançar o controle e após, a cada 6 meses Glicemia de Jejum mg/dL LDL-c< 100mg/dL Anual HDL-c> 40mg/dL Triglicerídeos< 150mg/dL Pressão Arterial< 130/80 mmHgA cada consulta ImunizaçãoInfluenzaAnual Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25  Extrato de mucosa intestinal  Análogo de GLP1 - EXENATIDE > Ações: → Libera Insulina por estímulo de receptor relacionado a hiperglicemia. → Restaura a 1ª resposta da Insulina mas também melhora a resposta tardia. → Suprime secreção de Glucagon pós- prandial → Perda de peso. (em estudo) Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

26

27  Inibidor da captação do DPP4: SITAGLIPTINA > Ações: → Diminui recaptação de DPP4 → Diminui liberação de GLP-1 por feedback → Diminui peso – Anorexígeno EXENATIDE > SITAGLIPTINA Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

28  SITAGLIPTINA: → JANUVIA (Merck) 180 REAIS > Dose única diária (100mg)  VILDAGLIPTINA:  GALVUS (Novartis)  EXENATIDE:  BYETTA: 410 REAIS  5 – 10 mcg 2 x dia SC Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

29

30

31

32

33

34

35 Nome da DrogaNome Comercial SULFONILURÉIAS Glibenclamida Daonil, Diaben, Gliben, Euglucon, Lisaglucon GlipizidaMinidiab GliclazidaDiamicron MR, Azukon MR Glimepirida Amaryl, Glimepil, Glimesec, Azulix METFORMINA Metformina Glifage, Glifage XR, Dimefor, Glucoformin GLITAZONAS RosiglitazonaAvandia PioglitazonaActos GLINIDAS RepaglinidaNovonorm, Prandin, Gluconorm NateglinidaStarlix INIBIDORES DA DPP-IV SitagliptinaJanuvia VildagliptinaGalvus COMBINAÇÕES DE DROGAS Metformina + Glibenclamida Glucovance Metformina + Nateglinida Starform Metformina + Rosiglitazona Avandamet Metformina + Vildagliptina Galvus-Met Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

36  ACCORD: <6,0  22% ↑ mortalidade (?)  23% piora Retinopatia  Não reduz lesões microvasculares, nefro ou neuropatias  ADVANCE  ↓ 10% Compl. Micro e Macrovasculares  ↓ 21% Nefropatias  Efeito cardiovascular não significante  ↑ 80% risco Hipoglicemia: ↑ morte  ? Ativaçao sistema simpático  ? Repolarização cardíaca anormal  ? Aumento trombogênese Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

37  VADT:  Não traz benefícios Microvascular ou cardiovascular  ORIGIN:  Insuliniza pacientes com Intolerancia a Glicose  Resultados em 2012 Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

38  Causa de Morte em DM: Coronariopatia (58%) – AVC (11%)  24% de ocorrência em 12 anos de seguimento  Para cada 1% de aumento na A1C Ocorre aumento de 16% na chance de IAM.  DM x Aterosclerose:  Mais rápido  Estreitamento mais extenso  Comprometimento de mais vasos  Maior mortalidade pós-IAM  ? Resistencia Insulinica ↑ Liberação Acidos Graxos livres Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

39  Estudos: LDL 50  Estatinas:  Redução de risco para DCV é maior em pacientes DM do que nos não-DM.  Recomendações:  Estatinas: LDL < 100 ou < 70 (DM c/aterosclerose)  Após, adicionar Fibrato se TG > 150, HDL < 50  TG isolado > 500: Fibratos  Não associar estatina + Genfibrozil (miopatia, rabdomiólise) Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

40  DM 1: Tres anos após microalbuminúria surge HAS.  DM 2: 40% Hipertensos no diagnóstico  Tratamento de HAS:  Prevenção de DCV  Proteção nefro e retinopatia  ACCORD:  PAS 140 → 120 (Não reduz risco de DCV)  JAMA 07/10:  PAS < 120 ↑ Risco de DCV  MEDICAMENTOS:  Diuréticos  IECA  Antagonista de Angiotensina  Bloqueador de Canais de Calcio  Beta-Bloq Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

41  Diuréticos:  Pequenas doses de Tiazídico ↑ proteção DCV  Pode aumentar glicemia  ↑ chance de DM  IECA / Antagonista Angiotensina:  ↑ sensibilidade insulina  ↓ Incidência de DM 2  ↓ Progressão de Nefropatia (DM 1)  ↓ Risco de DCV  Efeitos Colaterais: Tosse e aumento de potássio  Bloqueador de Canais de Calcio:  Eficaz na redução de PA  Não afeta metabolismo lipídico nem glicídico  Beta-bloqueador:  Eficaz em reduzir PA  Mascára acidente hipoglicemico  Exacerba Dç Vascular Periférica  Pode piorar controle glicemico IMPORTANTE: O Controle Glicemico mostra mais benefícios na prevenção de complicações cardiovasculares do que o controle pressórico!!! Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

42

43

44  SULFONILURÉIAS  Glibenclamida  Glipizida  Gliclazida  Glimepirida  METFORMINA  GLITAZONAS  Rosiglitazona  Pioglitazona  GLINIDAS  Repaglinida  Nateglinida  INIBIDORES DA DPP-IV  Sitagliptina  Vildagliptina  COMBINAÇÕES DE DROGAS  Metformina + Glibenclamida  Metformina + Nateglinida  Metformina + Rosiglitazona  Metformina + Vildagliptina Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

45

46

47  GLIBENCLAMIDA  METFORMINA  INSULINA NPH  INSULINA REGULAR Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

48  GALVUS: 180,00  BYETTA: 410,00  ACTOS 30 mg: 200,00  Amaryl: 50,00 (4mg)  Insulina glargina: Lantus 300,00 (10ml)  Insulina ultra rapida: Humalog 85,00 (10ml) Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé

49 TER ESPERANÇA E ACREDITAR NO PROCESSO DE MUDANÇA É SONHAR COM UM FUTURO MELHOR... ARRISCAR-SE A EXPOR OS SEUS SONHOS, PODERÁ LHE TRAZER DECEPÇÕES... MAS...É PRECISO CORRER RISCOS... PORQUE O MAIOR AZAR DA VIDA, É NÃO ARRISCAR NADA... PESSOAS QUE NÃO ARRISCAM, QUE NADA FAZEM, NADA SÃO... PODEM ESTAR EVITANDO O SOFRIMENTO E A TRISTEZA...MAS NADA FAZEM COM MEDO DE MUDAR.... VAMOS APRENDER QUE OS SONHOS DEPENDEM DE CADA UM DE NÓS... VAMOS APRENDER A SENTIR, MUDAR, AMAR E VIVER... POIS SÓ ASSIM NOS TORNAREMOS LIVRES... “ARRISCAR-SE É PERDER O PÉ POR ALGUM TEMPO... NÃO ARRISCAR-SE É PERDER A VIDA...”


Carregar ppt "Luiz Carlos Braga - UFRJ/Macaé - 2012. Níveis de prevenção do Diabetes SEM DIABETES DIABETES SEM SINTOMAS PROGRESSÃO DO DIABETES INÍCIO DETECÇÃO HABITUALPREVENÇÃO:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google