A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O perfil do novo profissional da área de transmissão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O perfil do novo profissional da área de transmissão."— Transcrição da apresentação:

1 O perfil do novo profissional da área de transmissão

2 Assuntos abordados Novos tempos, novos contextos Formação de novos profissionais para o setor elétrico Estratégia para esses novos tempos Aplicações Tecnológicas e Inovação Alinhamento dos novos profissionais Novos papéis Visão dos Novos Profissionais do Setor Competências necessárias Considerações Finais

3 Os tempos são outros: mudança de Paradigmas

4 Alguns pontos de foco e atenção das Empresas Ambiente de Aplicações Tecnológicas e Inovadoras Ambiente de Incertezas e Riscos Ambiente de convergência e de valorização do fator humano

5 Setor estratégico para nossa trajetória de desenvolvimento; Ritmo de expansão acelerada, com alguns entraves; Grandes canteiros de obras espalhados pelo País; Demanda crescente por + MW instalado, transporte e distribuição de energia elétrica; O Brasil tem passado por uma janela de oportunidades ímpar em sua história; Um País de convergências no contexto internacional, apesar de suas dificuldades internas. O Setor de Energia Elétrica

6 Aumento da demanda por engenheiros e demais especializações técnicas decorrentes; As universidades não conseguem fazer frente a demanda por engenheiros do País; Certa dificuldade de atratividade pela carreira da engenharia elétrica; Existem outras opções consideradas mais atraentes; Um desafio enorme do setor para superar essa dificuldade; Trabalho integrado entre universidades, empresas e outras instituições. O desafio da formação de Engenheiros para o Setor

7 Existe uma preferência das novas gerações por outras áreas de conhecimento; Ciências ligadas ao cálculo, a matemática aplicada e a estatística com menor atratividade; Os estudantes em geral apresentam dificuldades em disciplinas relacionadas a matemática; Carência de relevância estratégica nos programas de cursos mais tradicionais como Engenharia; Carência de Inovação e quebra de paradigmas. Um traço das novas gerações e nossas carências

8 O Profissional deve estar atento Mudanças urgentes na grade curricular de alguns cursos de engenharia elétrica Está faltando atratividade para engenharia elétrica. A evasão aumentou! A formação acadêmica é apenas a base para o profissional de hoje Acomodar-se, nem pensar!

9 Primeiramente, clareza quanto ao diagnóstico; Atuação integrada entre Universidades e Empresas; Atuação estratégica da gestão das empresas; Atrair e reter talentos: um enorme desafio; Alinhar o posicionamento estratégico adotado à nova realidade; É preciso investir numa agenda estratégica de desenvolvimento de pessoas; Agregação de valor para os negócios a partir da percepção de valor das pessoas; Flexibilizar mais nossos ambientes organizacionais. O que fazer diante desse quadro?

10 Tendências do Ambiente Organizacional Ambientes Organizacionais Mais relacionais Mais flexíveis Maior intensidade Maior diversidade

11 Algumas características do cenário desejado Uma nova perspectiva para as Pessoas Contexto de Oportunidades Novas Competências Mais Compromisso com Resultados Novo Ambiente Organizacional

12 A EDUCAÇÃO CORPORATIVA DO SISTEMA ELETROBRAS Processo de consolidação das novas gerações nas organizações: engenheiros, advogados, administradores, economistas, contadores, técnicos, profissional de TI, etc.

13 Estratégia Básica Investir em aplicações tecnológicas e ter políticas claras de incentivo a Inovação.

14 A base para fortalecer Aplicações Tecnológicas e Inovação no ambiente corporativo Ambiente organizacional favorável Inovação como Valor, como componente da cultura interna Valorização da criatividade, dos insights e permitir o erro Meritocracia e o jovem talento Ambiente de aprendizado Investimento em Pesquisas e Tecnologias portadoras de futuro Sentido da Inovação no nível Estratégico Inserir os mais jovens em experiências com outras culturas e costumes Investimento no desenvolvimento das pessoas

15 Fatores críticos para Alinhar as pessoas com os valores e com a estratégia Planejar de forma integrada, com diversas assinaturas; Compromisso da gestão com o crescimento das pessoas; Uma plataforma dinâmica e flexível de ações e projetos; Apoio irrestrito e participação ativa da Alta Direção; Criar um ambiente desafiador e recompensador; Transparência da gestão; Estratégia que leve a um ambiente de oportunidades, mesmo que haja riscos.

16 MODELO EDUCATIVO PARA O SISTEMA ELETROBRAS Funções e papéis emergentes: facilitadores da mudança, craques em mídia social, articuladores de networks, especialistas em equipes virtuais, coach, mentores, líderes educadores, talento para resultados e criação de valor, redes e times de inovação e criatividade.

17 A base educativa dos novos profissionais

18 Visão dos Novos Profissionais do Setor Saber o porquê, para quê isso, qual o ganho disso e como será feito. Que o aprendizado ocorra a partir do problema e não de conteúdos oferecidos Que seu aprendizado gere resultados concretos para o seu dia-a-dia Que sua autoestima seja preservada, sua satisfação e ou sua qualidade de vida As coisas precisam fazer sentido. Em busca de benefícios e ganhos tangíveis, claros. O valor da experiência, do aprender fazendo. A escala de importância para algumas coisas foi allterada.

19 Contexto Desafiador

20 O caminho das Competências Competências Gerais Competências Específicas Competências Críticas para o Negócio

21 Competências Necessárias Pessoas Processos e Desempenho Negócios e Mercado

22 Visão Holística do Setor, da Empresa e de seus Negócios Educação Continuada Mapeamento e Retenção de Talentos Alinhamento das Pessoas com os Valores e com a Estratégia Empresarial Agenda da Tecnologia e da Inovação Cultura de Excelência e de Resultados Governança Corporativa Visão Financeira e de Riscos Conhecimentos da Regulação e do Modelo de Negócios Questões Transversais: Competitividade, Rentabilidade, Integração e Sustentabilidade Excelência Operacional Estratégias de Mercado Liderança Responsabilidade Social e Ambiental

23 Considerações Finais Estamos num amplo processo de transições, nas perspectivas empresarial, relações humanas, tecnológica, cultural, ambiental, etc. Precisamos de profissionais com visão global, vínculos locais e capacidade de interagir adequadamente em meio a tanta complexidade. O Profissional do setor precisa aprender a desaprender e rapidamente aprender novamente. Essa é uma capacidade inerente a esses novos tempos. Como saber viver com as ambiguidades, incertezas e riscos, precisando gerar resultados e preservando a saúde e a qualidade de vida. Todos os dias devem significar para nós oportunidades de aprendizado e crescimento.

24 Muito Obrigado!

25 Joazir Nunes Fonseca Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Rio de Janeiro – RJ (21)


Carregar ppt "O perfil do novo profissional da área de transmissão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google