A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula de Química Intensivo 31/10/2012. Polímeros Polímeros são macromoléculas de um ou mais monômeros. Cada polímero pode ser caracterizado por suas unidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula de Química Intensivo 31/10/2012. Polímeros Polímeros são macromoléculas de um ou mais monômeros. Cada polímero pode ser caracterizado por suas unidades."— Transcrição da apresentação:

1 Aula de Química Intensivo 31/10/2012

2 Polímeros Polímeros são macromoléculas de um ou mais monômeros. Cada polímero pode ser caracterizado por suas unidades de repetição.

3 Polimerização por adição Os monômeros se ligam por meio de uma reação de adição: quebra da dupla ligação entre átomos de uma molécula do monômero, que fica com elétrons desemparelhados. Em seguida, ocorre a formação de ligação sigma entre moléculas do monômero.

4 Polímeros de adição

5

6 Polimerização por condensação Grupos funcionais diferentes reagem entre si com a eliminação de uma molécula pequena, frequentemente de água. Exemplos: poliésteres, poliamidas

7 Poliamida

8 Poliéster

9 Baquelite

10 Biomoléculas - Carboidratos Monossacarídeos e sua forma cíclica

11 Biomoléculas - Carboidratos Dissacarídeos

12 Biomoléculas - Carboidratos Polissacarídeos: –O amido ocorre com grânulos microscópicos em raízes, nos tubérculos e nas sementes dos vegetais. –A maioria dos amidos apresenta de 10 a 20% de amilose e de 80 a 90% de amilopectina.

13 Biomoléculas - Carboidratos Amilose (não ramificada): mais de 1000 unidades de D-glicopiranosídeo, conectados com ligações entre C1 de uma unidade e C4 da unidade seguinte.

14 Biomoléculas - Carboidratos Amilopectina (ramificada): ligações entre C1 de uma unidade e C4 da unidade seguinte e ligações entre o C6 de uma unidade de glicose e o C1 de outra unidade (ramificações). Ramificações ocorrem no intervalo de 20 a 25 unidades de glicose.

15 Biomoléculas - Carboidratos Celulose: contém unidades de D-glicopiranosídeo ligados de modo (14), em cadeias muito longas e não ramificadas. Em razão dessas ligações, as cadeias de celulose são lineares e não tendem a se enrolar.

16 Biomoléculas - Lipídeos Correspondem aos óleos e gorduras. Quimicamente, são triésteres do glicerol (R 1, R 2 e R 3 são longas cadeias carbônicas).

17 Biomoléculas - Lipídeos A hidrólise básica de um lipídeo origina um sabão.

18 Sabões e detergentes

19 Biomoléculas - Aminoácidos Aminoácidos apolares (hidrófobos)

20 Biomoléculas - Aminoácidos Aminoácidos polares neutros

21 Biomoléculas - Aminoácidos Aminoácidos ácidos (hidrófilos)

22 Biomoléculas - Aminoácidos Aminoácidos básicos (hidrófilos)

23 Biomoléculas - Proteínas São polímeros de condensação de vários aminoácidos. São resultantes da reação ácido-base entre um grupo amino de uma molécula e uma carboxila de outra molécula. Portanto, tratam-se de poliamidas. H 2 N–C–COOH + H 2 N – C–COOH H 2 N–C–CO–NH–C – COOH HIHI HIHI HIHI HIHI IRIR IRIR IRIR IRIR

24 Biomoléculas - Proteínas Estrutura primária: sequência de aminoácidos (ligação peptídica: covalente) Estrutura secundária: conformação helicoidal ou folha pregueada (ligações de hidrogênio) Estrutura terciária: maneira como a molécula de proteína se enrola sobre ela própria (ligações entre pontos distantes da molécula: covalente, ligação de hidrogênio, interação entre íons) Estrutura quaternária: duas ou mais cadeias polipeptídicas formam a proteína (ligações covalentes, interações intermoleculares, interação entre íons)

25 DNA

26 DNA – Bases nitrogenadas

27

28 DNA – Ribose

29 DNA

30 Vitaminas lipossolúveis A K D E

31 Vitaminas hidrossolúveis C B2 B1 B5 B6


Carregar ppt "Aula de Química Intensivo 31/10/2012. Polímeros Polímeros são macromoléculas de um ou mais monômeros. Cada polímero pode ser caracterizado por suas unidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google