A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Nome:Cláudia Isabelle Série:6 série tarde Professora:Cris Washington Soares.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Nome:Cláudia Isabelle Série:6 série tarde Professora:Cris Washington Soares."— Transcrição da apresentação:

1 Nome:Cláudia Isabelle Série:6 série tarde Professora:Cris Washington Soares

2 Quixadá

3 Área 2.019,816 km² km² População hab. est hab. 2006hab Densidade 37,5 hab./km² hab.km²hab.km² Altitude 189 metros metros Clima Semi-árido Fuso horário Fuso horário UTC -3 UTC -3

4 Apenas uma definição é consenso quanto à origem do nome Quixadá. É uma palavra derivada de alguma das línguas indígenas faladas no território cearense antes do descobrimento. Exceto isto, há grandes controvérsias. Em alguns documentos antigos figura como Queixada ou Quixedá. Para Paulino Nogueira, em seu livro vocabulário indígena em uso na província do Ceará (1887), presume que o nome vem da tribo Tapuia dos Quixaras.

5 Para Teodoro Sampaio, a palavra pertence a Língua Cariri e não tem significado. Segundo Martins, significa "Oh! Eu sou o Senhor, Qui = oh, Xé = eu e Uará = senhor, tendo-se corrompido em Quixadá. Pompeu Sobrinho atribuiu, em princípio, a esse topônimo a origem tupi e deu-lhe a seguinte interpretação: Qui = ponta, Chai = gancho ou torcida e Ita = pedra, donde se conclui: pedra da ponta encurvada ou torcida.

6 Começou com a colonização da área compreendida atualmente pelo município de Quixadá através da penetração do Rio Jaguaribe, seguindo seu afluente o Rio Banabuiú e depois o Rio Sitiá., cujo objetivo principal era a conquista de terras para a pecuária de corte e leiteira.

7 A região foi habitada pelos índios Canindés e Genipapos pertences ao grupo dos Tararíus, resistindo à invasão portuguesa no início do século XVII, sendo pacificados em 1705, quando Manoel Gomes de Oliveira e André Moreira Barros ocuparam as terras quixadaenses.

8 A primeira escritura pública foi a do Mosteiro Beneditino, hoje Casa de Repouso São José, Serra do Estevão, onde hoje é o distrito de Dom Maurício, em Manoel da Silva Lima, alegando ter descoberto dois olhos d'água, obteve uma sesmaria, era o processo de compra na época. Essas terras, inicialmente de Carlos Azevedo, eram o "Sítio Quixadá" adquirido por compra conforme escritura de 18 de dezembro de 1728.

9 Quixeramobim

10 Área 3.275,838 km² População hab. est Densidade 18,1 hab./km² Altitude 191 metros ClimaSemi-árido Fuso horário UTC -3

11 A origem da palavra Quixeramobim tem várias versões gramaticais e dentre elas a "Carne Gorda" por ser a única tradicional, significando como corruptela de quixá, gorda e mobim, carne. Por sua vez, Pompeu Sobrinho, historiador cearense, menciona que "primitivamente a palavra Quixeramobim se aplicava não ao rio, mas a uma serrota da atual cidade". A antiga grafia era kieramobim, sendo Kierá corruptela de prirá ou Kirá (pássaro) e obim, verde. Julga-se ser um nome de dicção indígena.

12 A cidade é o mais antigo município do Sertão Central e tem hoje mais que habitantes. Ela é banhada pelo rio Quixeramobim, o maior afluente esquerdo do Rio Banabuiú. Quixeramobim é um município de uma grande riqueza cultural, terra de filhos ilustres, como Antônio Conselheiro (tendo nascido em Quixeramobim em 13 de Março de 1830) líder da guerra de Canudos e Fausto Nilo, arquiteto e grande compositor da música popular brasileira; terra onde se deu início a Confederação do Equador e muitas páginas tem escrito na história do Brasil, como a primeira comunidade a ter sua energia gerada por Biodielsel, a Serrinha de Santa Maria.

13 Encravado no Vale Monumental do Ceará, onde a paisagem de monólitos e caatinga atrai os visitantes, o Município Coração do Ceará se destaca pela existência dos sítios arqueológicos e por seus atributos históricos e culturais.

14 Antônio Conselheiro e guerra de canudos

15 Antônio Vicente Mendes Maciel (Vila do Campo Maior, 13 de março de 1830 Canudos, 22 de setembro de 1897), melhor conhecido na História do Brasil como Antônio Conselheiro, foi um líder social brasileiro. Figura carismática, adquiriu uma dimensão messiânica ao liderar o arraial de Canudos, um pequeno vilarejo no sertão da Bahia, que atraiu milhares de sertanejos, entre escravos e camponeses, o que conduziu à chamada Guerra de Canudos. A imprensa dos primeiros anos da República e muitos historiadores, retrataram-no como um louco, fanático religioso e contra-revolucionário monarquista perigoso.

16 A Guerra de Canudos, revolução de Canudos ou insurreição de Canudos foi um movimento político-religioso brasileiro que durou de 1893 a 1897, ocorrida na cidade de Canudos no interior do Estado da Bahia. Decorrente da grave crise econômica e social que encontrava a região, aonde havia latifúndios improdutivos, seguida de secas cíclicas, desemprego crescente, e um pessoal bastante religioso.

17 Usina de biodiesel

18 Açude do Cedro

19 Eu adorei a aula de campo em Quixadá e Quixeramobim!!! Cláudia Isabelle.


Carregar ppt "Nome:Cláudia Isabelle Série:6 série tarde Professora:Cris Washington Soares."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google