A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM – UMA VIVÊNCIA NO ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO Autores:Andréia Bartachini Gomes (USP) Cristiane Rocha de Farias (USP) Eliana Rodriguez.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM – UMA VIVÊNCIA NO ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO Autores:Andréia Bartachini Gomes (USP) Cristiane Rocha de Farias (USP) Eliana Rodriguez."— Transcrição da apresentação:

1 COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM – UMA VIVÊNCIA NO ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO Autores:Andréia Bartachini Gomes (USP) Cristiane Rocha de Farias (USP) Eliana Rodriguez Moreno (UNICAMP) Jaciara de Sá Carvalho (USP) Marcelo Pupim Gozzi (USP) Paulo Sérgio Garcia (USP) SÃO PAULO 2008

2 COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Abordagem colaborativa Abordagem cooperativa EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1 COMUNIDADE

3 COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM COMUNIDADE

4 COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM COMUNIDADE

5 COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM COMUNIDADE Difícil delimitar uma fronteira Se tomarmos a intencionalidade como parâmetro, podemos destacar que as comunidades de aprendizagem são aquelas que estão a serviço de cursos ou disciplinas. As trocas ocorridas em quaisquer comunidades podem gerar aprendizagem para seus usuários.

6 COMUNIDADE DE APRENDIZAGEM Um grupo que interage entre si e estabelece relações sociais, durante um determinado período de tempo (permanência), com o propósito de aprender um conceito de interesse comum. desenvolvimento PRESENCIALVIRTUAL

7 “grupo de pessoas que interagem entre si, aprendendo com o trabalho das outras e proporcionando recursos de conhecimento e informação ao grupo, em relação a temas sobre os quais há acordo de interesse mútuo.” (ILLERA, 2007) COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Sentimento de pertencimento; Permanência; Desenvolvimento de um projeto coletivo; Vínculos criados por interesses comuns; Sentimento de co-responsabilidade.

8 “grupo de pessoas que interagem entre si, aprendendo com o trabalho das outras e proporcionando recursos de conhecimento e informação ao grupo, em relação a temas sobre os quais há acordo de interesse mútuo.” (ILLERA, 2007) COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Sentimento de pertencimento; Permanência; Desenvolvimento de um projeto coletivo; Vínculos criados por interesses comuns, não pela questão da proximidade geográfica; Sentimento de co-responsabilidade.

9 VIRTUAL Sentido Filosófico “aquilo que existe apenas em potência e não em ato” (Pierre Lévy, 1999) Resolve- se em uma ATUALIZAÇÃO “virtualidade e atualidade são apenas dois modos da realidade” (Pierre Lévy, 1999) “É virtual toda entidade “desterritorializada”, capaz de gerar diversas manifestações concretas em diferentes momentos e locais determinados, sem contudo estar ela mesma presa a um lugar ou tempo em particular.” (Pierre Lévy, 1999) REALIDADE VIRTUAL REALIDADE ATUAL Experiência em tempo e espaço definido

10 ESPAÇOESPAÇO T E M P O Realidade Virtual Atualiza- ção 1 t1 s1 Atualiza- ção 2 s2 Atualiza- ção 3 s3 t3

11 COMUNIDADE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Abordagem colaborativa Abordagem cooperativa Não existe hierarquia, todos compartilham responsabilidades e autoridade. Esforço contínuo e mútuo para construir soluções. Processo aberto, todos mantém o senso de “fazer juntos”, sem definição clara de tarefas e papéis. Permanência do diálogo. Ação conjunta dentro de uma estrutura hierarquizada. Existência de um comandante, regras e etapas bem definidas. Existência de um objetivo bem definido a ser atingido. Definição de uma estratégia e técnica de trabalho. BARBOSA (2008)

12 EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1 Disciplina cursada na pós-graduação da FEUSP (Profa. Dra. Vani Moreira Kenski); 4 meses (4 encontros presenciais e atividades em ambientes virtuais); Ambientes virtuais: Moodle, Teleduc e Labspace/Colearn; Discussões em fóruns, chats, construção de textos coletivos (wiki), socialização das produções (portifólio), contatos internacionais, videoconferências; Processos colaborativos e cooperativos.

13 EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1 Houve o estabelecimento de relações sociais entre os participantes; Propósito de aprender conceitos de interesse comum; Sentimento de pertencimento à comunidade; Desenvolvimento de diversos projetos; Co-responsabilidade pelo aprendizado e pelos resultados obtidos.

14 EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1 TecnologiasEnsino e Aprendizagem Projetos

15 EDUCANDO EM AMBIENTES VIRTUAIS 1 DADOS GERAIS Fórum 10 fóruns 87 discussões 1512 mensagens Chat 26 sessões 3,27 participantes por sessão (média aritmética simples) Wikis 13 textos coletivos 31 participantes / 4 meses Atividades 28 mapas 28 textos individuais 12 desafios grupais KENSKI; GOZZI; JORDÃO; SILVA (2008)

16 AGRADECEMOS SUA ATENÇÃO Apresentador: Marcelo Pupim Gozzi


Carregar ppt "COMUNIDADES DE APRENDIZAGEM – UMA VIVÊNCIA NO ENSINO DE PÓS-GRADUAÇÃO Autores:Andréia Bartachini Gomes (USP) Cristiane Rocha de Farias (USP) Eliana Rodriguez."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google