A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão & Empreendedorismo Plano de Negócios O que é e para que serve.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão & Empreendedorismo Plano de Negócios O que é e para que serve."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão & Empreendedorismo Plano de Negócios O que é e para que serve

2 Plano de Negócios – O que é É um documento que reúne informações sobre as características, condições e necessidades do futuro empreendimento, com o objetivo de analisar sua potencialidade e viabilidade, facilitando sua implantação

3 Plano de Negócios – O que é Também é um importante instrumento de ajuda ao empresário para enfrentar obstáculos e mudanças de rumos na economia ou no ramo em que atua

4 Plano de Negócios – O que é Para os empreendedores, que costumam ser mais realizadores do que redatores de propostas, uma ferramenta extremamente útil Um bom plano é uma peça indispensável para o sucesso de qualquer negócio

5 Plano de Negócios – Para que serve Examina a viabilidade do empreendimento nos aspectos mercadológico, financeiro e operacional

6 Plano de Negócios – Para que serve O PN permite desenvolver idéias a sobre como o negócio deve ser conduzido É uma oportunidade para refinar estratégias e cometer erros no papel em lugar da vida real, examinando a viabilidade da empresa sob todos os pontos de vista, tais como o mercadológico, o financeiro e o operacional

7 Plano de Negócios – Para que serve Integra o Planejamento Estratégico O PN é uma ferramenta pela qual o empresário pode avaliar o desempenho atual da empresa ao longo do tempo

8 Plano de Negócios – Para que serve Ex: a parte financeira de um plano de negócios pode ser usada como base para um orçamento operacional e ser cuidadosamente monitorada, para se verificar o quanto a empresa está se mantendo dentro do orçamento

9 Plano de Negócios – Para que serve PN pode e deve ser usado como base para um planejamento estratégico

10 Plano de Negócios – Para que serve Depois de decorrido algum tempo e depois periodicamente, o PN deve ser examinado, para se ver onde a empresa se desviou do rumo e se esse desvio foi benéfico ou danoso e como ela deverá operar no futuro

11 Plano de Negócios – Para que serve É ferramenta de negociação e ajuda a levantar recursos A maior parte dos financiadores ou investidores não colocará dinheiro em uma empresa sem antes ver o seu plano de negócio

12 Plano de Negócios – Para que serve O empreendedor poderá não ser levado a sério, nem mesmo convidado a voltar O PN pode ser usado como uma ferramenta de negociação e contribui para aprovação de empréstimos nos bancos e acesso a linhas de financiamento

13 Plano de Negócios – Para que serve Um velho ditado ensina que se deve ser claro a respeito do que se deseja do investidor, mas vago a respeito naquilo que está disposto a ceder.

14 Plano de Negócios – A quem se destina O PN é um documento confidencial Deve ser distribuído somente àqueles que têm necessidade de vê- lo, tais como a equipe gerencial, conselheiros profissionais e fontes potenciais de recursos

15 Plano de Negócios – A quem se destina Público Alvo Mantenedores de Incubadoras Parceiros – para definição de estratégias e discussão sobre formas de interação entre as partes Bancos – para pleitear financiamentos de equipamentos e instalações, capital de giro, expansão da empresa, etc

16 Plano de Negócios – A quem se destina Público Alvo (cont.) Investidores – entidades de capital de risco, pessoas jurídicas, bancos de investimento etc. Fornecedores – para negociação na compra de mercadorias, matéria- prima e formas de pagamentos

17 Plano de Negócios – A quem se destina Público Alvo (cont.) A própria empresa – para comunicação, interna, da gerência com o conselho de administração e com os empregados Clientes – para venda do produto e/ou serviço e publicidade da empresa

18 Plano de Negócios – A quem se destina Público Alvo (cont.) Sócios – para convencimento em participar do empreendimento e formalização da sociedade A apresentação do PN é formatado mais objetivamente nas ênfases relacionadas com o público específico

19 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio As fontes de financiamento não vêem com bons olhos um plano que está sendo leiloado por aí O ideal é que seja enviado para poucos, no máximo dez fontes financeiras

20 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Nunca se deve enviar os planos às fontes financeiras em seqüência. Esta abordagem pode adiar por anos um sucesso

21 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Ao determinar a quem enviar o plano, pesquise cuidadosamente que espécies de fontes estão interessadas no campo em que eles estão

22 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Espere a resposta de cada instituição, antes de passar à seguinte Alguns bancos somente emprestam em certas áreas geográficas Alguns investidores só investem em determinados tipos de empresas

23 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Dentro de uma organização, algumas pessoas ou departamentos podem lidar com planos de negócios

24 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Eles também podem ser divididos por critérios geográficos, por grupo de negócios ou de alguma outra forma

25 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) É importante fazer com que o PN chegue ao grupo certo e, melhor ainda, à pessoa certa

26 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Se houver dúvidas sobre o destino dado ao documento, pode-se solicitar que o destinatário assine um termo confidencial para minimizar as chances de que informações-chave da empresa ou da idéia sejam utilizadas ou divulgadas a terceiros

27 Plano de Negócios – A quem se destina Cuidados importantes ao redigir um Plano de Negócio (cont.) Não se recomenda a produção de grande quantidade de cópias, nem que sejam confeccionadas de forma diferenciada do usual

28 Plano de Negócios – Objetivos Ser empreendedor não é só ganhar muito dinheiro, ser independente ou realizar algo É também ter um custo que muitos não estão dispostos a pagar 40 horas x semana, 2ª a 6ª das 8h às 18h e com duas horas de almoço

29 Plano de Negócios – Objetivos Normalmente, o empreendedor trabalha de 12 a 16 h X dia, sete dias por semana Ele sabe o valor do seu tempo e procura utilizá-lo trabalhando arduamente na consecução de seus objetivos

30 Plano de Negócios – Objetivos O sucesso na criação de um negócio próprio depende basicamente do desenvolvimento, pelo empreendedor, de três etapas:

31 Plano de Negócios – Objetivos Identificar a oportunidade de negócio e levantar informações Desenvolver o conceito do negócio, com base nas informações coletadas na primeira, identificar experiências similares e avaliar os riscos, quantificar o potencial de lucro e crescimento e definir a estratégia competitiva

32 Plano de Negócios – Objetivos Detalhar o empreendimento, definir as necessidades de recursos, calcular a viabilidade econômica, completar o plano

33 Plano de Negócios – Cuidados As informações devem ser precisas, mas transmitindo uma sensação de otimismo e entusiasmo Tenha sempre em mente o objetivo para o qual ele está sendo escrito O tom deve ser empresarial, sem sentimentalismo, para ser levado a sério

34 Plano de Negócios – Cuidados Os possíveis investidores reagirão bem a uma apresentação positiva e interessante, mas reagirão com indiferença diante uma apresentação vaga, prolongada, ou que não tenha sido bem ponderada e organizada

35 Plano de Negócios – Cuidados Cuidado ao dar ênfase no preenchimento a argumentos exclusivamente de venda da idéia. Esta ênfase pode levá-lo a redigir um plano exagerado, destituído de objetividade

36 Plano de Negócios – Cuidados Transmitir de forma clara e legível as metas e métodos básicos da empresa Apresentar informações reais e que possam ser comprovadas quando solicitadas

37 Plano de Negócios – Cuidados Não tenha pressa ao elaborar o seu Plano de Negócio Um bom PN deve cobrir informações abrangentes, bem resumidas e pertinentes Muitas vezes, estas informações não se encontram facilmente consolidadas

38 Plano de Negócios – Cuidados Elas devem ser procuradas, trabalhadas e manipuladas É recomendável que se escreva o Plano gradativamente na medida em que as informações forem obtidas, Nem muito longo, nem muito curto

39 Plano de Negócios – Cuidados O tamanho ideal é de 20 a 25 páginas, dependendo do objetivo, porte e situação da empresa Mantenha a objetividade, colocando apenas as informações relevantes Material complementar ou ilustrativo somente no final

40 Plano de Negócios – Cuidados Não esqueça da revisão ortográfica Uma palavra de cautela a respeito da gramática e ortografia: esses erros podem gerar uma imagem negativa sobre o empreendedor e sobre todo o empreendimento

41 Plano de Negócios – Cuidados Faça com que alguém qualificado nessa área Às vezes uma pergunta-chave é negligenciada contrata-se mão-de-obra, ou inauguram-se as instalações, e, após o início das operações com vendas em andamento

42 Plano de Negócios – Cuidados Descobre-se que algumas autorizações ou licenças eram necessárias antes de se abrir a empresa e outros falhas eventuais


Carregar ppt "Gestão & Empreendedorismo Plano de Negócios O que é e para que serve."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google