A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professora: Letícia F. Melo. O que é bioquímica?  É o ramo da química que estuda principalmente as reações químicas dos processos biológicos que ocorrem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professora: Letícia F. Melo. O que é bioquímica?  É o ramo da química que estuda principalmente as reações químicas dos processos biológicos que ocorrem."— Transcrição da apresentação:

1 Professora: Letícia F. Melo

2 O que é bioquímica?  É o ramo da química que estuda principalmente as reações químicas dos processos biológicos que ocorrem em todos os seres vivos

3 Divisões da Bioquímica   Lipídios   Glicídios   Aminoácidos   Proteínas

4 LIPÍDIOS  São biomoléculas compostas por carbono (C), hidrogênio (H) e oxigênio (O), fisicamente caracterizadas por serem insolúveis em água, e solúveis em solventes orgânicosbiomoléculas  São elaborados por organismos vivos, que por hidrólise produzem ácidos graxos.  Em sua constituição há a predominância de ésteres e ácidos graxos. (ácidos monocarboxílicos de cadeia normal, eu geralmente contém um número par de átomos).  São geralmente brancos, insolúveis em água e produzem uma mancha translúcida,  Classificam-se em: glicerídeos, cerídeos, fosfatídeos e cerebrósidos.

5 GLICERÍDEOS  Constituídos por ésteres de ácidos graxos e glicerol.  Ocorrem no estado líquido e sólido.  Líquidos  são as óleos  Sólidos  são as gorduras  Podem ser de dois tipos: Comestíveis e secativos.  Comestíveis: oliva, algodão, dendê, capivara...  Secativos: origem vegetal, vernizes, óleo de linhaça, óleo de rícino...

6 CARACTERÍSTICAS  As gorduras são óleos brancos ou levemente amarelados.  São de origem animal ou vegetal,  Os glicerídeos apresentam duas propriedades importantes:  Hidrogenação – são os óleos que recebem o nome de margarinas  Hidrólise alcalina – produzem o glicerol e uma mistura de sais alcalinos de ácidos graxos que recebem o nome de sabão.

7 REAÇÃO DE SAPONIFICAÇÃO

8 COMO O SABÃO LIMPA?  Graças ao caráter polar e apolar do sabão. A molécula de sabão possui uma parte polar e outra apolar. A cadeia apolar formada por hidrocarbonetos (− CH2) tem afinidade por óleos (apolar) e a extremidade polar (contendo íons) interage com a água. Assim é possível que se forme uma mistura caracterizada pela espuma. É a partir dessa interação entre os componentes do sabão que se torna possível limpar superfícies cheias de gordura.

9 EXEMPLO:

10 GLICÍDIOS OU HIDRATOS DO CARBONO (CARBOIDRATOS)  Essas biomoléculas englobam os açúcares e são formados por C, H e O. São compostos de função mista, formando mais precisamente:   poliidróxi-aldeídos (misto de álcool e aldeído)   poliidróxi-cetonas (misto de álcool e cetona)

11  MONOSSACARÍDEO OU OSES  São "açúcares simples", os glicídios mais simples, que tem duas ou mais hidroxilas sua fórmula é (CH2O)n, sendo que "n" é igual ou maior que 3. Na sua fórmula mais simples são as trioses.  Os monossacarídeos não são hidrolizáveis, são hidrossolúveis e de sabor doce.  As oses são classificadas quanto ao número de carbonos na estrutura: 3C – trioses, 4C – tetroses... 6C – hexoses.  Podem ser classificados em aldoses e cetoses, de acordo com o seu grupamento funcional. Podem ser classificados pelo número de átomos de carbono. Ex. trioses, tetroses e etc.

12  Os monossacarídeos mais encontrados nos alimentos são D-glicose e D-frutose, nos sucos de frutas. A glicose é o açúcar comum.  A glicose e a frutose são isômeros funcionais.

13  Características:  Apresentam Isomeria Estrutural de Função.  Carbono assimétrico.  Isomeria Óptica do tipo:  -Enantiomeria, composto que apresenta imagem especular um do outro.  -Diasterioisomeria, são compostos que diferem pela configuração de um ou mais átomos de carbono.  OBS.: O carbono onde se encontram os grupamentos aldeído e cetona é o carbono anomérico, e é ele que dará a representação das formas alfa e beta.

14

15  OSÍDEOS – são glicídios formados por 2 ou mais oses (monossacarídeos).  São os dissacarídeos (2 oses) e os polissacarídeos (n- oses)  Sofrem hidrólise, transformando-se em oses.  Exemplos:  dissacarídeos: sacarose.  Polissacarídeos: amido, celulose, glicogênio

16  OLIGOSSACARÍDEO  São cadeias curtas de monossacarídeos, é a união de 2 à 10 monossacarídeos, unidos por uma ligação glicosídica União de duas unidades glicídicas e conseqüentemente a perda de uma molécula de H2O. Os oligossacarídeos podem ser classificados de acordo com o número de unidades de monossacarídeos presentes em sua moléculas (dissacarídeos, trissacarídeos etc.). Seus principais representantes na natureza são:  SACAROSE - cana e néctar de flores  LACTOSE - leite dos mamíferos  TREALOSE - bolores, leveduras e hemolinfa dos insetos.  MALTOSE - germinação da cevada - ação da amilase sobre o amido.  RAFINOSE - algodão  CELOBIOSE - celulose hidrolizada.

17  POLISSACARÍDEOS  São polímeros encontrados na natureza e podem ter função estrutural ou de reserva.Com a função de reserva temos:  AMIDO - Reserva nos vegetais, principalmente cereais e tubérculos. GLICOGÊNIO - Reserva nos animais e microorganismos, encontrados na maioria nos tecidos do fígado e músculos. Com a função estrutural:  CELULOSE: É a matéria orgânica mais abundante na natureza e se encontra nas partes fibrosas das plantas. A celulose não é digerida por animais vertebrados exceto os animais ruminantes que apresentam no rumem protistas e bactérias., é insolúvel em água.  QUITINA - Forma o exoesqueleto dos artrópodes.

18 HIDRÓLISE DE OSÍDIOS  Nessa reação se forem produzidas duas oses – dissacarídeos e se foram produzidas três ou mais é polissacarídeo.  Ex.: dissacarídio + água  2 oses  C12H22O11 + H2O  Glicose + frutose  Polissacarídios + água  n oses  Amido + água  n glicoses  Celulose + água  n glicoses

19

20

21 Aminoácidos  Os aminoácidos são unidades estruturais básicas das proteínas. Um aminoácido é constituído de um grupamento amina, uma carboxila, um átomo de hidrogênio e um radical R diferenciado, todos ligados a um átomo de carbono. Existem 20 tipos de aminoácidos e eles constituem o alfabeto protéico.

22  Podem ser considerados a menor porção constituinte da proteína.  Os aminoácidos que irão dar origem a proteínas, são os denominados α-aminoácidos.  Qualquer molécula de aminoácido tem um grupo carboxila (COOH) e um grupo amina ligados a um átomo de carbono. Nesses mesmo carbono ficam ligados ainda um átomo de hidrogênio e um radical (R). átomo  O radical (R) representa um radical orgânico, diferente em cada molécula de aminoácido encontrado na matéria viva.

23 Estrutura de um α-aminoácidos:

24 Caráter anfótero dos aminoácidos  Os aminoácidos possuem caráter anfótero, ou seja, quando em solução podem funcionar como ácidos ou como bases.

25  Os aminoácidos são as estruturas fundamentais das proteínas. Cada aminoácido consiste de um grupo amino (-NH2) básico (alcalino), um grupo carboxílico (-COOH) ácido e uma cadeia lateral (grupo R) que é diferente para cada um dos 20 diferentes aminoácidos. proteínas  Cada variação no número ou na seqüência de aminoácidos produz uma proteína diferente, uma grande variedade de proteínas é possível. A situação é semelhante à utilização de um alfabeto de 20 letras para formar palavras. Cada letra seria equivalente a um aminoácido, e cada palavra seria uma proteína diferente.

26 PROTEÍNAS  As proteínas são macromoléculas orgânicas formadas pela sequência de vários aminoácidos, unidos por ligações peptídicas (cadeia polipeptídica).  Desempenha diversas funções no organismo, sendo: estrutural, hormonal, enzimática, imunológico, nutritivo e transporte citoplasmático.

27 ESTRUTURAS DAS PROTEÍNAS  Pertencem à classe dos peptídeos, pois são formadas por aminoácidos ligados entre si por ligações peptídicas. Uma ligação peptídica é a união do grupo amino (-NH 2 ) de um aminoácido com o grupo carboxila (-COOH) de outro aminoácido, através da formação de uma amida.

28  São os constituintes básicos da vida: tanto que seu nome deriva da palavra grega "proteios", que significa "em primeiro lugar". Nos animais, as proteínas correspondem a cerca de 80% do peso dos músculos desidratados, cerca de 70% da pele e 90% do sangue seco. Mesmo nos vegetais as proteínas estão presentes.

29 COMPOSIÇÃO DAS PROTEÍNAS  Todas contêm carbono, hidrogênio, nitrogênio e oxigênio, e quase todas contêm enxofre. Algumas proteínas contêm elementos adicionais, particularmente fósforo, ferro, zinco e cobre. Seu peso molecular é extremamente elevado.  Todas as proteínas, independentemente de sua função ou espécie de origem, são construídas a partir de um conjunto básico de vinte aminoácidos, arranjados em várias seqüências específicas.


Carregar ppt "Professora: Letícia F. Melo. O que é bioquímica?  É o ramo da química que estuda principalmente as reações químicas dos processos biológicos que ocorrem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google