A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARTE-TECNOLOGIA MILTON SOGABE. ARTE e TECNOLOGIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARTE-TECNOLOGIA MILTON SOGABE. ARTE e TECNOLOGIA."— Transcrição da apresentação:

1 ARTE-TECNOLOGIA MILTON SOGABE

2 ARTE e TECNOLOGIA

3 ARTE-TECNOLOGIA Arte Cinética Vídeo Arte Holografia Arte-Telecomunicação Web Arte Mídia Arte

4 O termo vai perdendo o seu sentido na medida que toda a produção vai sendo cada vez mais intermediada por uma tecnologia. ARTE-TECNOLOGIA ARTE DIGITAL MÍDIA ARTE

5 PERVERSÃO DOS MEIOS Na maioria das vezes, o artista utiliza os meios existentes pervertendo o seu uso e ampliando o potencial expressivo destes, atitude que já se transformou em uma característica, quase uma metodologia de trabalho adotada por parte dos artistas. Desde os trabalhos mais artesanais até os intermediados por tecnologias esse procedimento está sempre presente.

6 Na pintura também presenciamos a alteração dos formatos e das superfície dos suportes, seja o papel, a madeira ou outros materiais utilizados. No lugar dos pincéis, muitas vezes são criados instrumentos improvisados para obtenção de um resultado desejado, geralmente essencial para a poética do trabalho.

7 “Fumaça como Arte” 1988 Mário Ishikawa

8 “Objeto Cinético” 1986 Abrahan Palatnick

9 Nam June Paik e Shuya Abe “Paik-Abe Video synthesizer”

10 ARTE XEROX

11 Óculos para uma outra visão Júlio Le Parc

12 O cientista busca por tecnologias precisas frente aos fenômenos do real, para observar, medir, registrar ou produzir algo com muita objetividade.

13 Os aparatos tecnológicos também são construídos na busca de um objetivo claro, embora muitas invenções tenham no seu percurso o acaso.

14 Já o artista não tem nenhum compromisso com alguma verdade, com o real ou com normas. No contexto da arte um mesmo aparato tecnológico é utilizado de diversas maneiras, independente da sua “função de fábrica” ou das “normas de utilização”, tal como todos os outros elementos existentes em nosso cotidiano que foram utilizados pelos artistas, seja uma roda ou guidão de bicicleta, uma cadeira etc.

15 “Trempo” é uma obra de Paulo Laurentiz onde “o insight surgiu com a ligação feita entre o ruído de um projetor de slides girando ininterruptamente e o som característico de uma composição férrea em movimento.”

16 PENSAMENTOS MATERIALIZADOS Porém, as máquinas não são meros aparatos físicos, mas pensamentos materializados, tal como as obras de arte e dessa maneira já carregam um indício do humano. A tecnologia de uma época reflete e/ou influencia as características dessa época, e nesse sentido é que o artista as utiliza, em consonância com sua época, havendo sempre releituras e prospectivas pelas lentes dessa tecnologia, ampliando não só o presente como também o passado e o futuro.

17


Carregar ppt "ARTE-TECNOLOGIA MILTON SOGABE. ARTE e TECNOLOGIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google