A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programa de redução de patógenos em carcaças de frango em abatedouros com SIF- IN 70/2003 Elenita Ruttscheidt Albuquerque FFA – Médica Veterinária DICAO/CGI/DIPOABrasília/2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programa de redução de patógenos em carcaças de frango em abatedouros com SIF- IN 70/2003 Elenita Ruttscheidt Albuquerque FFA – Médica Veterinária DICAO/CGI/DIPOABrasília/2008."— Transcrição da apresentação:

1 Programa de redução de patógenos em carcaças de frango em abatedouros com SIF- IN 70/2003 Elenita Ruttscheidt Albuquerque FFA – Médica Veterinária DICAO/CGI/DIPOABrasília/2008

2 Programa de Redução de Patógenos Instrução Normativa 70/2003 (www.agricultura.gov.br)

3 Objetivo do PRP O Programa implementa a análise laboratorial sistemática e contínua de carcaças de frangos e perus "in natura", para pesquisa de Salmonella spp, envolvendo todos os estabelecimentos de abate registrados no Serviço de Inspeção Federal (SIF), do DIPOA (mercado interno e externo)

4 Objetivo do PRP A principal função do monitoramento microbiológico é construir um sistema de informações para avaliação da contaminação dos produtos examinados, viabilizando a determinação do nível adequado de proteção ao agente, o que permite a melhor eficiência das medidas de controle, como componente importante da Análise de Risco Microbiológico.

5 Execução do PRP Coleta oficial - SIF (local de coleta) Amostragem conforme o volume de abate Análise em laboratórios reconhecidos Metodologias validadas pela CGAL/SDA/MAPA Análises semanais de supervisão (Lab. Oficial)

6 Amostragem Carcaça inteira colhida após pré- resfriamento/resfriamento, antes da embalagem primária; As análises laboratoriais deverão ser realizadas colhendo 25g, das regiões pericloacal, asa e pescoço, de acordo com metodologia aprovada pela CGAL/SDA. AbateN° Amostras (carcaça) <30 mil aves ou perus1/semana mil aves2/semana mil aves3/semana >100 mil aves ou >1000 perus1/turno de abate

7 Critério de avaliação n= 51; c= 12 Ciclos compostos por 51 amostras (n=51) Máximo de positivos aceitável será de 12 amostras (c=12)

8 Resultados do PRP 2005 e amostras analisadas Rede Oficial: resultados 187 estabelecimentos de abate de aves no Brasil 5,2 bilhões de aves abatidas

9 % (+) Média7,36% Erro padrão0,98% Mediana3,92% Desvio padrão8,35% Variância da amostra0,70% Nível de confiança(95,0%)1,96% Resultados Laboratórios Oficiais

10 Prevalência Mundial (Fonte FAO) PaísPrevalência em carne de aves Argentina15,4 Canadá21,1 Espanha35,8 EUA12,5 Brasil7/4 Dinamarca1,6 Nova Zelândia2 Suécia0,2

11

12 c = 12 c = 7

13 Surtos de DTA por Salmonella spp e número de doentes, Brasil, 1999 – 2006* (fonte MS)

14 Surtos de DTA por Salmonella spp e tipo de alimento contaminado, Brasil, 1999 – 2006 (fonte SVS/MS)

15 Metas para 2009: Grupo Técnico DSA/MAPA – controles integrados aplicados à cadeia produtiva Revisão da legislação de Ovos Verificação oficial de cadeia produtiva (incluindo granjas e insumos) baseada em autocontrole Redução do c Inclusão outros patógenos: -Campylobacter -Listeria monocytogenes (RTE)

16

17

18 msn:


Carregar ppt "Programa de redução de patógenos em carcaças de frango em abatedouros com SIF- IN 70/2003 Elenita Ruttscheidt Albuquerque FFA – Médica Veterinária DICAO/CGI/DIPOABrasília/2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google