A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Universidade Católica de Goiás Engenharia de Produção Desenvolvimento de Novos Produtos Professora: Ms. Tatiany Paço Aula 05 Capítulo 04.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Universidade Católica de Goiás Engenharia de Produção Desenvolvimento de Novos Produtos Professora: Ms. Tatiany Paço Aula 05 Capítulo 04."— Transcrição da apresentação:

1 Universidade Católica de Goiás Engenharia de Produção Desenvolvimento de Novos Produtos Professora: Ms. Tatiany Paço Aula 05 Capítulo 04

2 Desenvolvimento de produto O fator com maior evidência sobre influências no gerenciamento do processo de desenvolvimento de produtos é o grau de inovação do projeto.

3 Classificação do grau de inovação do projeto Pesquisa e desenvolvimento avançados: Objetivo é criar know-how para futuros projetos. Radical: são incorporados grandes inovações no produto e no processo. Nova Geração: incorporam inovações significativas no produto e/ou processo, gerando uma nova família de produto. Derivados: criam um novo produto dentro de uma família.

4 Lembre-se As organizações e o setor em que elas se inserem evoluem em ritmos diferentes, dependendo, de algum modo, da velocidade com que a organização lança no mercado novos produtos.

5 Tendências Globais inter-relacionadas Incorporação de novas tecnologias Personalização Dentro dessas tendências podemos classificar os produtos dentro de duas concepções: – Tradicionais: possuem tecnologia de produto simples, e as inovações ocorrem principalmente no processo produtivo. – Modernos: possuem tecnologia de produto complexa e estão suscetíveis a inovações.

6 Outra evolução dos produtos Produção em massa para customização maciça.

7 Produção em massa Divisão do trabalho Rotinas minuciosamente definidas Organização hierárquica Produtos padronizados Depende da economia de escala, que é alimentada pela demanda estável.

8 Produção em massa -> Customização Maciça Motivos da quebra de paradigma: Globalização Impactos da informática Novas tecnologias de processos e produtos Despertar dos consumidores que devotam a sua fidelidade a um produto Busca para atender as necessidades e desejos dinâmicos dos consumidores.

9 Customização em Massa Criação e utilização de tecnologias flexíveis e métodos de gerenciamento para desenvolver e produzir novos produtos e serviços que mais adequadamente atendam aos gostos individuais dos consumidores. Contempla conceitos como: – Segmentação de mercado – Redução de custos – Satisfação de desejos e necessidades dos clientes

10 Formas de Obtenção de Novos Produtos Licença – pagamento de royalties Empreendimento conjunto - joint venture Aquisição de pacote – Aquisição de projeto e todo processo de fabricação. Desenvolvimento do novo produto – contrata o projeto, o desenvolvimento do produto e sua fabricação. Podendo ser acrescentado: engenharia reversa e imitação criativa

11 Estratégias de Desenvolvimento de Produtos Ofensivas: empresas que querem liderança no mercado. Investimentos em P&D. Defensiva: empresas que querem seguir as empresas líderes. Menos custos e riscos em relação aos concorrentes, mas menor lucratividade. Tradicionais: empresas que atuam em mercados com pouca ou nenhuma demanda e mudanças. Estratégias dependentes: Organizações que não têm autonomia para lançar novos produtos.

12 Estratégias das empresa quanto ao processo de desenvolvimento de novos produtos Novo ao mundo Novo à organização Adição para linhas de produtos existentes Revisão e melhorias de produtos existentes Reposicionamento Redução de custo

13 Concepção Tradicional do Processo de desenvolvimento de produtos Tem como fundamento a especialização funcional. Percepção departamentalizada Trabalho seqüencial Hierarquia Opressiva Baixo envolvimento dos clientes e fornecedores. Desenvolvimento de produtos de forma impírica. Sistemas de Informação deficientes

14 Concepção Moderna do Processo de desenvolvimento de produtos Redução de custos Melhoria da Qualidade Aumento da Flexibilidade Aumento da Confiabilidade Transformação da cultura organizacional Parcerias Sistemas de informação modernos

15 Concepção Moderna – Outros Benefícios Ampliação do ciclo de vida – introdução de novos produtos mais cedo. Aumento da participação do mercado – quanto mais cedo um produto for lançado, maior a probabilidade de consolidação no mercado. Aumento da margem de lucro – produto lançado no mercado antes que se instale um ambiente competitivo. Melhoria da Imagem – lançamento de novos produtos, cria uma imagem de excelência perante aos clientes.

16 Concepção Moderna Técnicas, Metodologias e Métodos Técnicas de Criatividade Teoria Inventiva de Solução de Problemas (TRIZ) Realidade Virtual Functional Analysis System technique – FAST – Técnica Sistemática de Análise Funcional Quality function deployment – QFD – Desdobramento da Função Qualidade

17 Concepção Moderna Técnicas, Metodologias e Métodos Engenharia de Valor/Análise de Valor Engenharia Simultânea Fault tree analysis – FTA – Análise da Árvore de Falhas Computer Aided Design – CAD – Projeto de Engenharia Assistido por computador Finite Elements Analysis – FEA – Análise de Elementos Finitos

18 Concepção Moderna Técnicas, Metodologias e Métodos Design of experiments – DOE – Delineamento de Experimentos Método Taguchi Prototipagem Rápida Projeto para Manufatura Tecnologia de Grupo

19 Engenharia Simultânea (ES) Não é uma nova teoria administrativa, mas uma abordagem dos processos produtivos, que, em face do crescimento de novas tecnologias, do aumento da complexidade de certos produtos e do crescimento das organizações, busca novas formas de administrar o processo produtivo.

20 Pontos que norteiam a estruturação da ES Desenvolvimento do produto e processo de forma simultânea e integrada. Existência de um coordenador do projeto por todo o processo desde a fase de concepção até a produção do produto. Formação de uma equipe multidisciplinar Utilização de ferramentas de projeto aplicáveis no momento adequado. Necessitam do envolvimento de todos da organização.

21 Benefícios da Aplicação de ES Otimização do produto. Redução dos problemas e dos conflitos no ciclo de desenvolvimento, reduzindo retrabalhos e a obtenção de prazos menores na produção. A qualidade e satisfação dos clientes são obtidas com custos e prazos menores. O prazo de desenvolvimento do produto e sua disponibilidade para o mercado são medidos desde o conceito até o início da produção planejada, evitando que o produto se torne obsoleto antes do planejado.

22 Casos de Aplicação Chrysler – Equipe Liberty – composta de engenheiros projetistas e de produção trabalhando em conjunto nos novos projetos. General Motors – Novos Veículos – Veículos fabricados utilizando o conceito de Joint Venture. Volkswagem – Equipes multidisciplinares; Redes de transmissão de dados em alta velocidade; Observar a qualidade na origem do processo; Utilização da ferramenta CAD entre outros.

23 Caso Embraer Desenvolvimento do BEM 145 Procurou-se no projeto atender atributos de acesso e manutenção dos sistemas e de confiabilidade. Desenvolvimento de parcerias com fornecedores. Agrupamento dos sistemas e materiais similares. Parcerias do tipo risk sharing Divisão do projeto em nove fases: estudos iniciais, preparação dos memorandos de aprovação do projeto, concepção, detalhamento, liberação de desenho, produção de protótipo, certificação e ensaios, seriação, pós-seriação.

24 Foram criadas duas equipes de gerenciamento e equipe integrada do projeto. Criou-se a diretoria de programas com áreas funcionais, e cada área forneceu indivíduos para formar uma equipe com líder definitivo. As pessoas continuavam a ser subordinadas ao antigo setor, porém trabalhavam na equipe. Para implantar a cultura de equipes multidisciplinares foi contratada uma consultoria que: preparam e estruturam as pessoas, quebram o sentido de propriedade das pessoas e permitiram o acesso de outras pessoas ao trabalho. Caso Embraer Desenvolvimento do BEM 145

25 Utilizaram várias ferramentas dentre elas: – CAD – desenho do projeto – Estrutura única de produtos – Sistema de base de dados únicos e informatizados, relacionados como em um diagrama de árvores. – Mockup Eletrônico – plataforma computacional formada por aplicativos, uma base única de dados e uma interface gráfica. Caso Embraer Desenvolvimento do BEM 145

26 Benefício – Redução no número de horas durante o desenvolvimento em relação ao projeto CBA 123, devido: Maior treinamento dos projetistas Estações computacionais mais rápidas Maior tempo investido na preparação e concepção do projeto A estrutura única de produto englobou o material comprado Participação de parceiros Equipes de metodologia de projeto Equipes multidisciplinares Caso Embraer Desenvolvimento do BEM 145


Carregar ppt "Universidade Católica de Goiás Engenharia de Produção Desenvolvimento de Novos Produtos Professora: Ms. Tatiany Paço Aula 05 Capítulo 04."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google