A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento e Controle da Produção MBA de Logística e Supply Chain Prof° Marcilio José Bezerra Cunha Mestre em Engenharia de Produção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento e Controle da Produção MBA de Logística e Supply Chain Prof° Marcilio José Bezerra Cunha Mestre em Engenharia de Produção."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento e Controle da Produção MBA de Logística e Supply Chain Prof° Marcilio José Bezerra Cunha Mestre em Engenharia de Produção

2 Produto e Serviço MBA de LOGÍSTICA e SUPPLY CHAIN Fits - 1

3 CONCEITO DE MARKETING MARKETING é um processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas obtem aquilo que necessitam e / ou que desejam com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros.

4 MERCADOS - ALVO Sendo assim, os profissionais de marketing começam pela segmentação do mercado. Identificam e traçam os perfis de grupos distintos de compradores que poderão preferir ou exigir produtos.

5 O MARKETING NA GESTÃO ESTRATÉGICA COMO SATISFAZER O CLIENTE E ATRAIR O NÃO CLIENTE. ?

6 O MARKETING NA GESTÃO ESTRATÉGICA COMO VENCER A CONCORRÊNCIA NA CONQUISTA DO CLIENTE.

7 O MARKETING NA GESTÃO ESTRATÉGICA COMO RESOLVER OS PROBLEMAS OPERACIONAIS DA EMPRESA.

8 O NOVO MERCADO Competição cada vez mais internacionalizada.

9 Marketing orientado para o cliente. O NOVO MERCADO

10 NOVO CENÁRIO DE MERCADO Economia orientada para o cliente.

11 NOVO CENÁRIO DE MERCADO A prioridade é atender às demandas do cliente e do consumidor.

12 NOVO CENÁRIO DE MERCADO Além das qualificações técnicas o produto deve se adequar as expectativas de qualidade do consumidor final.

13 NOVO CENÁRIO DE MERCADO A percepção que o cliente possui do produto vai determinar como será este produto.

14 FOCO NO CLIENTE Lojas cada vez melhores e mais bem equipadas.

15 FOCO NO CLIENTE Leiaute sempre adaptado aos hábitos do cliente.

16 FOCO NO CLIENTE Profissionais cada vez mais capacitados e treinados.

17 FOCO NO CLIENTE Serviços e produtos com qualidade.

18 FOCO NO CLIENTE Sistemas operacionais cada vez mais evoluídos.

19 HÁBITOS DOS CLIENTES Querem ter à disposição produtos e serviços que promovam a comodidade. que promovam a comodidade.

20 HÁBITOS DOS CLIENTES Com pouco tempo disponível, procuram Com pouco tempo disponível, procuram cada vez mais produtos prontos para cada vez mais produtos prontos para consumo. consumo.

21 HÁBITOS DOS CLIENTES Procuram preço baixo, conforto e serviços Procuram preço baixo, conforto e serviços rápidos dentro das lojas. rápidos dentro das lojas.

22 HÁBITOS DOS CLIENTES A tendência é que o auto – atendimento passe a predominar no varejo. passe a predominar no varejo.

23 HÁBITOS DOS CLIENTES O cliente não tem tempo de ficar perdido dentro da loja.

24 HÁBITOS DOS CLIENTES O cliente precisa encontrar o que procura o mais rápido possível, caso contrário não volta mais.

25 O MERCADO O mercado é um conceito amplo e se constitui do número de pessoas ( físicas e / ou jurídica ), localizadas em determinada região, capazes de demandar determinada quantidade de certo produto.

26 O MERCADO Assim, um mercado varia em função de: número de pessoas. número de pessoas. tamanho da área de cobertura. tamanho da área de cobertura. tempo. tempo.

27 CONHECIMENTO DO MERCADO Tamanho do mercado Divisão do mercado Divisão do mercado Proporção das vendas com relação Proporção das vendas com relação ao mercado ao mercado

28 MARKETING ORIENTADO A missão da empresa é satisfazer a um 1- A missão da empresa é satisfazer a um conjunto de desejos definidos de um conjunto de desejos definidos de um grupo de clientes específicos. grupo de clientes específicos.

29 MARKETING ORIENTADO É necessário pesquisar o mercado para 2- É necessário pesquisar o mercado para conhecer esses desejos. conhecer esses desejos.

30 MARKETING ORIENTADO Todas atividades relacionadas com os 3- Todas atividades relacionadas com os clientes devem ser colocadas sob um clientes devem ser colocadas sob um controle integrado do marketing. controle integrado do marketing.

31 MARKETING ORIENTADO 4- Ao fazer um bom trabalho, a empresa conquista a lealdade dos consumidores e faz vendas repetidas.

32 A GLOBALIZAÇÃO E AS ALIANÇAS ESTRATÉGICAS Capital Tecnologia (países desenvolvidos) ( países desenvolvidos) Informações Matéria – Prima Matéria – Prima (Global Sourcing) (Global Sourcing) Mercados Mão de Obra (países desenvolvidos (países desenvolvidos) e em desenvolvimento) Capacidade Gerencial Capacidade Gerencial

33 CADEIA DE ABASTECIMENTO

34 PRODUTO A PRODUÇÃO CENTRAL ( UM SERVIÇO OU UM BEM FABRICADO ) REALIZADA POR UMA EMPRESA, PROPICIANDO BENEFÍCIOS AOS CLIENTES QUE O COMPRAM E USAM.

35 PRODUTO É um complexo de atributos mensuráveis, inclusive embalagem,cor, preço, prestígio desfrutado pelo fabricante, prestígio do revendedor, atendimento e assistência prestados pelo fabricante e revendedor, os quais o comprador pode interpretar como satisfação de suas necessidades e desejos.

36 PRODUTO PRODUTO Produto, também denominado mercadoria ou artigo, é a mola mestra do processo mercadológico. Produto é tudo aquilo, tangível ou não, que a empresa submete ao mercado, na tenta tiva de satisfazer certa necessidade.

37 ATRIBUTOS DO PRODUTO ATRIBUTOS DO PRODUTO 1. QUALIDADE capacidade do produto de desempenhar suas funções. suas funções. 2. CARACTERÍSTICA valor de cada característica para o consumidor em relação ao seu consumidor em relação ao seu custo para empresa. custo para empresa. 3. DESING forma de valorizar o produto forma de valorizar o produto.

38 OBJETIVO: criar um produto que iguale aquilo que os clientes necessitam e desejam. clientes necessitam e desejam.ATENDIMENTO: maior satisfação da clientela. ATRIBUTOS DO PRODUTO ATRIBUTOS DO PRODUTO

39 FATORES A CONSIDERAR: o gosto do consumidor está sempre mudando. mudando. acompanhar a evolução das mudanças acompanhar a evolução das mudanças de gosto. de gosto. desenvolver produtos para atender desenvolver produtos para atender desejos e necessidades. desejos e necessidades. ATRIBUTOS DO PRODUTO ATRIBUTOS DO PRODUTO

40 O QUE É O PRODUTO ? O QUE É O PRODUTO ? VALORES,SATISFAÇÃO,STATUS NECESSIDADES E DESEJOS DESEJOS INSUMOS E PACOTE DE BENEFÍCIOS PRODUTO

41 PRODUTO GENÉRICO É O MÍNIMO NECESSÁRIO PARA DAR AO PRODUTO UMA CHANCE DE ENTRAR NO MERCADO. É O ESSENCIAL, FUNDAMENTAL, PORÉM RUDIMENTAR.

42 PRODUTO ESPERADO SÃO AS EXPECTATIVAS MÍNIMAS DO CLIENTE. NÃO SERVE PARA DIFERENCIAR OS CONCORRENTES. COMPRAR UM CARRO CONCESSIONÁRIA DE VEÍCULOS PREÇO BAIXO PRAZO DE ENTREGA QUALIDADE MANUAIS ASSIST. TÉCNICA GARANTIA PRODUTO ESPERADO

43 PRODUTO AMPLIADO ULTRAPASSA AS EXPECTATIVAS DO CLIENTE, OFERECENDO-LHE MAIS DO QUE ÊLE ESPERA. SERVE PARA DIFERENCIAR OS COM CORRENTES.

44 BENS OBJETOS OU DISPOSITIVOS FÍSICOS QUE PROPICIAM BENEFÍCIOS AOS CLIENTES POR MEIO DE SUA PROPRIEDADE OU USO.

45 CATEGORIAS DE PRODUTOS BENS DE CONSUMO BENS DE INDUSTRIA SERVIÇOS

46 BENS DE CONSUMO PRODUTOS QUE SE DESTINAM AO COM SUMO POR PARTE DE PESSOAS FÍSICAS. ALIMENTOS ROUPAS ELETRO-DOMÉSTICO BEBIDAS JÓIAS

47 BENS DE INDUSTRIA PRODUTOS QUE SE DESTINAM AO CONSUMO POR PARTE DE PESSOAS JURÍDICAS. MATÉRIAS-PRIMAS MATERIAIS AUXILIARES MAQUINAS EQUIPAMENTOS

48 SERVIÇOS PRODUTOS INTANGÍVEIS QUE PODEM, INDESTINTAMENTE, SER CONSUMIDOS POR PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS. PROFISSIONAIS BANCÁRIOS TURÍSTICOS TRANSPORTES

49 O QUE É UM SERVIÇO ? SERVIÇO É UM ATO OU DESEMPENHO OFERECIDO POR UMA PARTE A OUTRA.

50 DEFINIÇÃO CONSTITUEM ATIVIDADES, BENEFÍCIOS OU SATISFAÇÕES COLOCADOS À VENDA ONDE SEM QUE HAJA NA TROCA DE BENS TAN GÍVEIS, UMA TRANSFERÊNCIA DE PROPRIE DADE. SERVIÇOS

51 TRÊS ASPECTOS IMPORTANTES DESSA DEFINIÇÃO 1.OCORRE UMA TROCA DE MERCADO ( CADA PARTE ABRE MÃO DE ALGUMA COISA DE VALOR PARA GANHAR OUTRA COISA DE VALOR ).

52 TRÊS ASPECTOS IMPORTANTES DESSA DEFINIÇÃO O VALOR QUE ESTÁ SENDO ADQUIRIDO PELO 2. O VALOR QUE ESTÁ SENDO ADQUIRIDO PELO COMPRADOR COMPRADOR ( REPRESENTA UMA ATIVIDADE, UM BENEFÍCIO OU UMA SATISFAÇÃO ). OU UMA SATISFAÇÃO ). SERVIÇOS

53 TRÊS ASPECTOS IMPORTANTES DESSA DEFINIÇÃO NÃO OCORRE UMA TROCA DE TÍTULO DE PRO 3. NÃO OCORRE UMA TROCA DE TÍTULO DE PRO PRIEDADE. PRIEDADE. SERVIÇOS

54 CONHECIMENTO DO CONSUMIDOR Quem deseja utilizar o produto? Em que condições esse desejo pode Em que condições esse desejo pode se tornar realidade ? se tornar realidade ? Quantos compradores atuais ou Quantos compradores atuais ou potenciais existem ? potenciais existem ?

55 CONHECIMENTO DO PRODUTO Seu valor Suas qualidades e seus defeitos Suas qualidades e seus defeitos Sua utilização Sua utilização Qualificação de nossos produtos em Qualificação de nossos produtos em comparação a produtos da concorrência. comparação a produtos da concorrência.

56 CONHECIMENTO DA CONCORRÊNCIA Exame dos produtos similares vendidos pela concorrência. pela concorrência. Parte do mercado dominado por cada um Parte do mercado dominado por cada um dos concorrentes. dos concorrentes. Comparação dos preços, métodos de Comparação dos preços, métodos de vendas, propaganda, políticas de crédito, vendas, propaganda, políticas de crédito, canais de distribuição. canais de distribuição.

57 CATEGORIAS DOS BENS DE CONSUMO BENS DE CONVENIÊNCIA. BENS DE CONVENIÊNCIA. BENS DE COMPRA COMPARADA. BENS DE ESPECIALIDADE.

58 BENS DE CONVENIÊNCIA São os bens de consumo da mais alta frequência de recompra, baixo valor unitário, comprados com o mínimo esforço pelo consumidor. Exemplos: pasta de dentes. sabonetes. alimentos em geral. bebidas em geral. revistas e jornais. cigarros. medicamentos.

59 CARACTERÍSTICAS : O tempo de consumo. O tempo de consumo. O tempo de procura. O tempo de procura. Preço unitário baixo. Preço unitário baixo. Margem bruta baixa. Margem bruta baixa.

60 BENS DE COMPRA COMPARADA São bens que a frequência de substituição não é grande, mas exige do consumidor, gastar um certo tempo na sua procura. O preço unitário com certo valor representativo, junto ao consumidor final. Compara o preço e a condição de aquisição com produtos similares da concorrência.

61 BENS DE COMPRA COMPARADA CARACTERÍSTICAS : Envolvem assistência técnica. Envolvem assistência técnica. Envolvem moda e estilo. Envolvem moda e estilo. Envolvem o prestígio do fabricante. Envolvem o prestígio do fabricante.

62 BENS DE COMPRA COMPARADA EXEMPLOS: ELETRODOMÉSTICOS. ELETRODOMÉSTICOS. AUTOMÓVEIS. AUTOMÓVEIS. VESTUÁRIO. VESTUÁRIO.

63 BENS DE ESPECIALIDADE São bens de baixa frequência de substituição de preço unitário elevado para sua categoria e envolvem sofisticação, requinte no seu consumo.EXEMPLOS: CARROS ESPORTIVOS. CARROS ESPORTIVOS. CHARUTOS IMPORTADOS. CHARUTOS IMPORTADOS. OBRAS DE ARTE E JÓIAS. OBRAS DE ARTE E JÓIAS.

64 GRAU DE EXPOSIÇÃO DO PRODUTO NO MERCADO distribuiçãointensiva. distribuição intensiva. distribuiçãoseletiva. distribuição seletiva. distribuiçãoexclusiva. distribuição exclusiva.

65 DISTRIBUIÇÃO INTENSIVA Em função do tipo de produto. Em função do tipo de produto. A empresa quer colocá-la em todos A empresa quer colocá-la em todos os intermediários possíveis. os intermediários possíveis. OBJETIVO: é o volume de vendas. é o volume de vendas.

66 CARACTERÍSTICA: grande número de intermediários. a imagem do intermediário tem a imagem do intermediário tem importância relativamente baixa. importância relativamente baixa. o layout de sua loja é de pequena o layout de sua loja é de pequena importância. importância.

67 INDICADA PARA : venda de bens de conveniência em geral. matérias-primas mais conhecidas matérias-primas mais conhecidas e de alto giro. e de alto giro. maior conveniência possível maior conveniência possível ao consumidor. ao consumidor. produto de baixo produto de baixo valor unitário. valor unitário. DISTRIBUIÇÃO INTENSIVA

68 ARGUMENTOS FAVORÁVEIS : ARGUMENTOS FAVORÁVEIS : pulverização dos riscos. cobertura maior de mercado. cobertura maior de mercado. maior conveniência oferecida maior conveniência oferecida ao consumidor ( o produto é ao consumidor ( o produto é facilmente encontrado ) facilmente encontrado ) DISTRIBUIÇÃO INTENSIVA

69 PROBLEMAS EM GERAL : situam-se nas áreas de logística. na estrutura de crédito e cobrança. na estrutura de crédito e cobrança. nos controles administrativos. nos controles administrativos. no custo da venda pessoal. no custo da venda pessoal. na estrutura administrativa em geral. na estrutura administrativa em geral. DISTRIBUIÇÃO INTENSIVA

70 Chicletes Adams. o Chicletes Adams. o Refrigerantes e Cervejas. o Isqueiros e Cigarros. o Águas Minerais. o Pastas de dentes. DISTRIBUIÇÃO INTENSIVA EXEMPLOS :

71 DISTRIBUIÇÃO SELETIVA O aspecto qualitativo faz parte do O aspecto qualitativo faz parte do processo de comercialização. processo de comercialização. Produto de valor unitário significativo Produto de valor unitário significativo para o médio consumidor final. para o médio consumidor final.

72 Produto com alguma tecnologia, Produto com alguma tecnologia, estilo ou moda, com certa estilo ou moda, com certa diferenciação em relação diferenciação em relação a produtos similares. a produtos similares. DISTRIBUIÇÃO SELETIVA

73 ARGUMENTOS FAVORÁVEIS : produtos que necessitam de produtos que necessitam de intermediários que possuam intermediários que possuam melhor layout de lojas. melhor layout de lojas. DISTRIBUIÇÃO SELETIVA

74 ARGUMENTOS FAVORÁVEIS : indicada para bens de compra indicada para bens de compra comparada e para alguns bens comparada e para alguns bens industriais de baixo industriais de baixo valor unitário. valor unitário. DISTRIBUIÇÃO SELETIVA

75 melhor nível de atendimento à clientela ( assistência técnica, financiamento, entrega).

76 Intermediários que possuem imagem compatível com aquela que se pretende para o produto.

77 Intermediários localizados em áreas pré-determinadas pelo fabricante do produto.

78 PROBLEMAS EM GERAL : na escolha dos intermediários. na definição das áreas não na definição das áreas não conflitantes para instalação conflitantes para instalação de novos intermediários. de novos intermediários. DISTRIBUIÇÃO SELETIVA

79 PROBLEMAS EM GERAL : na padronização das instalações na padronização das instalações de lojas. de lojas. na seleção e capacitação do na seleção e capacitação do pessoal de atendimento aos pessoal de atendimento aos consumidores. consumidores.

80 EXEMPLO : produtos de beleza ( Boticário, Água di Fiori ) lojas de confecções ( Zoomp, Hugo Boss ) lojas de confecções ( Zoomp, Hugo Boss ) lojas de móveis ( Hobjeto ) lojas de móveis ( Hobjeto ) restaurantes fast-food ( Mc Donalds, Bobs ) restaurantes fast-food ( Mc Donalds, Bobs ) lojas de calçados ( Arezzo, Samelo ). lojas de calçados ( Arezzo, Samelo ). DISTRIBUIÇÃO SELETIVA

81 DISTRIBUIÇÃO EXCLUSIVA Intermediários selecionados em função: # da necessidade de se manter o prestígio do produto. # do status que o produto desfruta.

82 # do trabalho de vendas, oferta de serviços,layout de loja. de loja. # da política de preços,exposição do produto, promoção,manutenção. promoção,manutenção.

83 DISTRIBUIÇÃO EXCLUSIVA VANTAGENS: vínculos fortes, formais com o intermediário. # vínculos fortes, formais com o intermediário. # exigência da exclusividade,definição de modus operandi, respeito à política comercial. operandi, respeito à política comercial. # atendimento de alto nível,venda pessoal em menor quantidade e de alta qualidade. menor quantidade e de alta qualidade. # possibilidade de aumento de prestígio do produto.

84 DESVANTAGENS: menor disponibilidade para recrutamento. # menor disponibilidade para recrutamento. # maior investimento em equipamentos e loja. # menor número de intermediários. # maiores riscos pela concentração. # dificuldade de substituição pela perda de um intermediário. intermediário. DISTRIBUIÇÃO EXCLUSIVA

85 EXEMPLOS: AUTOMÓVEIS AUDI, FERRARI, MERCEDES BENZ. # AUTOMÓVEIS AUDI, FERRARI, MERCEDES BENZ. # JÓIAS NATAN, H. STHER. # CRISTAIS PRADO.

86 ig.com.br


Carregar ppt "Planejamento e Controle da Produção MBA de Logística e Supply Chain Prof° Marcilio José Bezerra Cunha Mestre em Engenharia de Produção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google