A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prática Pedagógica Revisão de prova: a reconstrução da aprendizagem Gloria Cardoso de Almeida Cruz.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prática Pedagógica Revisão de prova: a reconstrução da aprendizagem Gloria Cardoso de Almeida Cruz."— Transcrição da apresentação:

1

2 Prática Pedagógica Revisão de prova: a reconstrução da aprendizagem Gloria Cardoso de Almeida Cruz

3 Identificação da Temática A avaliação da aprendizagem é um momento privilegiado de estudo e não um acerto de contas (MORETTO, 2002). A avaliação da aprendizagem é um tema discutido intensamente nas reuniões de professores. Discute-se a forma, o conteúdo, a abrangência e a eficiência da avaliação. Entretanto existe um momento precioso que está sendo desperdiçado, que é o da revisão de prova. Atualmente, os docentes temem o momento da revisão de prova. O aluno está sempre questionando a nota, o que importa é a nota, nada mais, nem o respeito recíproco.

4 Identificação da Temática A sociedade atual está inserida num mundo globalizado, os paradigmas estão sendo transformados de uma forma dinâmica, estamos no olho do furacão de uma revolução tecnológica que já tingiu todas as classes sociais. Nesta perspectiva, o ensino tradicional já foi sufocado por esta nova realidade. A perspectiva construtivista sociointeracionista propõe uma nova relação entre o professor, o aluno e o conhecimento. (...) O aluno não é um simples acumulador de informações, ou seja, um mero receptor- repetidor. Ele é o construtor do próprio conhecimento. Essa construção se dá com a mediação do professor (...) A construção do conhecimento é um processo interior do sujeito da aprendizagem, estimulado por condições exteriores criadas pelo professor (MORETTO, 2002).

5 A revisão da aprendizagem precisa ser analisada sob novos parâmetros. Identificação da Temática O aprendizado parte não só dos acertos, mas principalmente dos erros cometidos pelos alunos durante a avaliação. o professor deve aproveitar o momento da revisão para mediar e facilitar a construção do aprendizado.

6 Principais Ações I - Pré-avaliação 1. Elaborar um texto claro e específico do conteúdo a ser avaliado; 2. Definir de forma clara e concisa os enunciados das questões, preferencialmente com uma base teórica; 3. Estabelecer os parâmetros das questões formuladas, com clareza e objetividade, sem deixar dúvidas sobre a resposta que o docente quer do aluno; 4. Especificar a pontuação de cada questão. 5.Estabelecer uma matriz de correção.

7 Principais Ações II - Avaliação 1. Corrigir cada uma das questões da prova pontuando os acertos e principalmente os erros, que deverão ser justificados pelo professor; 2. Apresentar gabarito retirado das repostas dos próprios alunos; 3. Diversificar a escolha dos alunos, cujas respostas serão indicadas como gabarito; 4. Evitar escolher respostas dos melhores alunos; 5.Valorizar as respostas dos alunos com maiores dificuldades no aprendizado. COMO? Corrigir a questão 1 de todos os alunos, a 2, a 3...

8 Principais Ações III – Pós-avaliação 1. Ao final da revisão, escolher junto com os alunos, um tema da prova que foi discutido na revisão e que gerou divergências; 2. Propor uma análise mais profunda do tema escolhido, que poderá ser realizado: a) através de debates num fórum virtual, mediado pelo professor. b) através de discussão de doutrina disponibilizada na sala de aula virtual; c) através de material fornecido pelos alunos. A prática revelou os seguintes resultados positivos: - o aluno sente que aquele momento é útil e comparece; -reconstrução do conhecimento ( as dúvidas dos alunos não o acompanhem até fim do curso). --Inexistência de pedido de revisão de prova por banca revisora.

9 Considerações Finais Sob esta perspectiva o aluno tem a oportunidade de reconstruir sua aprendizagem através da revisão de prova. Aprender é construir significados e ensinar é oportunizar esta construção (MORETTO, 2002). Referências Bibliográficas: DEMO, Pedro. Avaliação sob um olhar propedêutico.São Paulo:Papirus,1996. MORETTO, Vasco Pedro. Prova um momento privilegiado de estudo – não um acerto de contas. Rio de Janeiro, DP&A, 2002


Carregar ppt "Prática Pedagógica Revisão de prova: a reconstrução da aprendizagem Gloria Cardoso de Almeida Cruz."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google