A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESQUISAS EM AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NO CONTEXTO DO TRÂNSITO Joneia Mayumi Tawamoto CRP08/06460.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESQUISAS EM AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NO CONTEXTO DO TRÂNSITO Joneia Mayumi Tawamoto CRP08/06460."— Transcrição da apresentação:

1 PESQUISAS EM AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NO CONTEXTO DO TRÂNSITO Joneia Mayumi Tawamoto CRP08/06460

2 Na avaliação psicológica no contexto do trânsito, as investigações dos fenômenos psicológicos, ou seja, das capacidades gerais, bem como das específicas do indivíduo, são de suma importância, pois proporcionam indicadores para a tomada de decisões em relação às condições de esse indivíduo estar apto ou inapto para dirigir. Essa constatação nos remete à necessidade de uma preocupação, por parte dos profissionais de psicologia, em atuar de forma preventiva e preditiva, buscando inferir de uma forma que os motoristas não se exponham a situação de perigo a si e aos outros (LAMOUNIER; RUEDA, 2005).

3 C ONTEXTO : Exames psicotécnico para redução de acidentes: Rio de Janeiro, em 2 de abril de Tenente Coronel Geraldo de Menezes Cortês Primeiras avaliações no Rio de Janeiro, como método para redução de acidentes Instituto de Seleção e Orientação Profissional (ISOP) da Fundação Getúlio Vargas – Primeiras avaliações. Levantamento Profissiográfico (normas para a população brasileira).

4 Testes da França e Espanha. França, o sistema de Lahy; Tempo de reação, Exame da sugestibilidade motriz, Exame da atenção difusa, Irritabilidade, Avaliação da velocidade e distância, Resistência à fadiga motriz, Rapidez de compreensão de imagem e o Teste da plataforma Espanha, Avaliação de distância, com o perceptotaquímetro de Mira, Inteligência mecânica: o puzzle mecânico de Heider, Inteligência mecânica, com as polias de Moede, Coordenação óculo-manual, com o ambidextrógrafo de Moede, Memória articular, aparelho de Zimmermann, Prova de direção, de Klemm e a Prova de direção global, de Rupp

5 Em 8 de junho de 1953, o CONTRAN torna obrigatório o exame psicotécnico para todo aspirante à profissão de motorista. Ascensão da indústria automobilística. No ano de 1962 aprovada pelo CONTRAN a extensão do exame a todos os candidatos à CNH : Ditadura Militar

6 Década de 80 : questões sobre o resultado do psicotécnico. Reprovações e acidentes de trânsito. Estudos sobre testes psicológicos : O CFP, em 1988, criou a Comissão Especial do Exame Psicológico para Condutores sob a presidência do psicólogo Reinier Rozestraten acompanhado de Efrain Rojas-Boccalandro e J. A. Della Coleta. Após 30 da implantação do psicotécnico 6 artigos são sobre validade do exame psicológico publicados (Spagnhol, 1985).

7 Autor / AnoTema de investigaçãoInstrumentoDelineamento Andrade (1983)Estudo sobre o nível de inteligência e a relação com o conhecimento para dirigir. Teste de Matrizes Progressivas (Raven) Descritivo-exploratório. Miranda et al. (1984) Estudo sobre validade e padronização. Aptitude Tester for Automobile Drivers (Simulador TKK) Descritivo-exploratório. Andrade (1985)Análise e elaboração de modelo para análise de teste psicológico. Teste de Inteligência Não –Verbal – Forma C (INV-C) Pesquisa fatorial (classificação de itens em agrupamentos verificando o poder explicativo). Rozestraten (1990)3.ppt3.ppt Estudos de validade e padronização. Teste de Atenção Difusa, Teste de Atenção Concentrada (AC), Aptidão para Motorista Militar, Tempo de Reação, Reprodução de Figuras, Disco de Walter, Group Embedded Figures Test, Testes dos 3 Labirintos, Teste de Interesse (Kuder), Teste de Inteligência Não –Verbal – Forma C (INV-C). Pesquisa comparativa (divisão de participantes em dois grupos) Chiança & Chiança (1999a). 4.pptx 4.pptx Construção de normas de padronização (tabelas normativas). Teste Não Verba de Inteligência (R- 1) Descritivo-exploratório. Verificação de resultado em um grupo Chiança & Chiança (1999b) Construção de normas de padronização. Teste de Atenção Concentrada (AC)Descritivo-exploratório. Fonte: Silva e Alchieri (2008)

8 Autor / AnoTemas de InvestigaçãoInstrumentoMétodos Delineamentos Hashimoto e Ribeiro (1991). Estudos de Validade e Padronização. Bender Projetivo Um grupo de sujeitos e verificação do resultado no(s) instrumento(s). Grisci (1991).Relação entre acidentes, infrações e variáveis de personalidade. Bender Projetivo Divisão dos participantes em dois ou mais grupos comparando-os. Alves e cols (1998). Relação de traços de personalidade e gênero, idade e/ou nível educacional. PMKDivisão dos participantes em dois ou mais grupos comparando-os.

9 o No novo Código de Trânsito Brasileiro, a partir da Resolução nº. 80/98 a avaliação psicológica passa a ter quesitos específicos a serem avaliados. o Título de Perito Examinador do Trânsito : curso de capacitação 120 horas. o Avaliação Psicológica – Entrevista o Anexo II.5.6. O psicólogo credenciado deve reciclar-se periodicamente, elevando o nível de conhecimento e a contribuição a oferecer aos sistemas de Trânsito a critério dos setores de Psicologia de cada Unidade da Federação. o Veto Presidencial

10 Autor / AnoTemas de InvestigaçãoInstrumen to Métodos Delineamentos Bardella e cols (2001). Construção de tabelas padronizadas. Relação entre traços de personalidade e gênero, idade e/ou nível educacional. PMKDivisão dos participantes em dois ou mais grupos comparando-os. Costa (2001).Construção de tabelas padronizadas. Relação entre traços de personalidade e gênero, idade e/ou nível educacional. PMKDivisão dos participantes em dois ou mais grupos comparando-os. Frasson e Souza (2002). Relação entre acidente, infrações e variáveis de personalidade. RorschachUm grupo de sujeitos e verificação do resultado no(s) instrumento(s). Pressa (2002).Relação entre acidente, infrações e variáveis de personalidade. STAXIDivisão dos participantes em dois ou mais grupos comparando-os.

11 o Em 2003, o CFP publicou a Resolução n°002/2003, definindo a regulamentação pela qual o instrumento deve ser construído de acordo com os princípios reconhecidos pela comunidade científica, especialmente os desenvolvidos pela Psicometria. o Ênfase as pesquisas.

12 Autor / AnoTemas de InvestigaçãoInstrumentoMétodos Delineamentos Sisto et al. (2005).TCR.p ptxTCR.p ptx Estudo sobre validade e padronização. Nível de inteligência e a relação com conhecimento para dirigir Teste Conciso de Raciocínio (TCR).Estudo correlacional (um grupo de participantes, observando em relação as variáveis). Ávila & Benezik (2005). Relação entre acidentes, infrações e variáveis de habilidade, inteligência e personalidade Teste de Atenção Concentrada (AC) e Teste Não Verbal de Inteligência (R1) Estudo de caso Montiel et al. (2006).1.ppt1.ppt Estudo sobre validade e padronização Teste de Atenção Concentrada Toulosse-Piéron e Teste de Atenção Concentrada para Motorista – forma A (Tacom A) Estudo correlacional (um grupo de participantes, observando em relação as variáveis). Noronha et al. (2006).2.ppt2.ppt Estudo sobre validade e padronização Teste de Atenção Concentrada (AC) e Teste de Atenção Sustentada (AS) Estudo correlacional. Sisto el al. (2006). Estudo sobre validade e padronização Teste Não Verbal de Inteligência (R1) e Teste Conciso de Raciocínio (TCR) Estudo correlacional. Rueda (2006).Estudo sobre validade e padronização. Teste Conciso de Raciocínio (TCR) e Teste Pictórico de Memória (TEPIC-M). Estudo correlacional.

13 Autor / AnoTemas de InvestigaçãoInstrumentoMétodos Delineamentos Esteves e cols. (2004). Comparação de tabelas padronizadas em diferentes estados. PMKComparação entre amostras de diferentes contextos brasileiros. Alves e Esteves (2004) Estudos sobre validade e padronização. Teste Palográfico. Divisão dos participantes dois ou mais grupos comparando-os. Lamounier e Rueda (2005a) Estudos sobre validade e padronização. PMKDivisão dos participantes dois ou mais grupos comparando-os. Ávila e Benczik (2005) Relação entre acidentes, infrações e variáveis de personalidade. PMKEstudo de Caso Ral e cols (2005) Construção de tabelas padronizadas. Estudos sobre validade e padronização. PMK-RDEstudo transcultural Ral e cols (2006) Estudos sobre validade e padronização. PMK-RDEstudo transcultural Lamounier e Rueda (2006) Relação entre traços de personalidade e gênero, idade e/ou nível educacional PMKDivisão dos participantes dois ou mais grupos comparando-os.

14 Autor / AnoTemas de InvestigaçãoInstrumento Métodos Delineamentos Lamounier e Villemor- Amaral (2006) Estudos sobre validade e padronização. Rorschach Divisão dos participantes dois ou mais grupos comparando-os. Tawamoto (2008) Estudos sobre validade e padronização. PfisterDivisão dos participantes dois ou mais grupos comparando-os.

15 CRÍTICAS EM RELAÇÃO AS PESQUISAS Amostra não representa motoristas e sim candidatos a CNH. Pouco estudos relacionado a amostra que apresentam comportamento de risco no trânsito. Tabelas normativas de candidatos a CNH com grupos que não motoristas. Estudos indicam fraca evidencia de validade. Maioria dos Estudos descritivos e não correlacional.

16 RESULTADOS PARA APROVAÇÃO E INAPTIDÃO Critérios para a aprovação: Preocupação no resultado do teste e não no que o teste avalia. Foco no teste. Desconhecimento do construto avaliado. Será que tem um critério?

17 P ESQUISAS Primi e Nunes, Pesquisas com grupos: Acidentados ou infrator contumaz? Hoffman, 2005 – Conhecer fenômenos psicológicos envolvidos na atividade de conduzir o veículos. Silva e Alchieri (2008)- Estudos de delineamento logintudinal. Resolução CFP nº 009/2011 os estudos considerados mais importantes no que se refere à base científica do instrumento são os de validade de critério que procuram demonstrar que determinado construto (atenção, por exemplo) está associado a algum evento importante do contexto social que se pretenda prevenir (acidentes causados por imprudência) e/ou reforçar (direção segura e respeito às leis).

18 Fim!


Carregar ppt "PESQUISAS EM AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA NO CONTEXTO DO TRÂNSITO Joneia Mayumi Tawamoto CRP08/06460."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google