A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDUCAÇÃO FÍSICA. Educação Física é um termo usado para designar tanto atividades físicas não-competitivas como competitivas. (wikipédia) Ciência que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDUCAÇÃO FÍSICA. Educação Física é um termo usado para designar tanto atividades físicas não-competitivas como competitivas. (wikipédia) Ciência que."— Transcrição da apresentação:

1 EDUCAÇÃO FÍSICA

2

3 Educação Física é um termo usado para designar tanto atividades físicas não-competitivas como competitivas. (wikipédia) Ciência que fundamenta a correta prática destas atividades. (wikipédia) Um campo acadêmico É uma disciplina escolar

4 Segundo as DCEs a Escola deve garantir o acesso dos alunos ao conhecimento produzido historicamente pela humanidade. Assim, a Educação Física se justifica ao garantir o acesso ao conhecimento e à reflexão crítica das inúmeras manifestações ou práticas corporais historicamente produzidas pela humanidade, partindo de seu objeto de estudo e de ensino que é a Cultura Corporal. Na busca de contribuir com um ideal mais amplo de formação de um ser humano crítico e reflexivo, reconhecendo-se como sujeito, que é produto, mas também agente histórico, político, social e cultural. ( NEIRA - Revista Nova escolas)

5 Colaborar na formação dos alunos para que eles sejam capazes de ler criticamente a sociedade e participar dela atuando para melhorá-la. Investigar e analisar como os grupos sociais se expressam pelos movimentos, criando esportes, jogos, lutas, ginásticas, brinquedos e brincadeiras,e danças. Entender as condições que inspiraram essas criações e experimentá-las, refletindo sobre quais alternativas e alterações são necessárias para vivenciá-las no espaço escolar.

6

7 Este enfoque, possibilitou melhor entendimento da constituição da materialidade corpórea (construída pela relação estabelecida entre o ser humano e a natureza – trabalho). Teorias Críticas da Educação; Enfoque teórico: materialismo histórico- dialético;

8 Objeto de Estudo Cultura Corporal Tem ênfase na reflexão sobre as produções humanas que envolvem o movimento. Antes o currículo privilegiava os esportes, hoje o leque se abre para uma infinidade de manifestações, denominados na DCE como conteúdos estruturante.

9 Primeira leitura da realidade trazida pelos alunos. Proposição de um desafio, que tenha o objetivo de problematizar a primeira leitura da realidade. Disponibilizar aos alunos o conteúdo sistematizado.

10 Processo de assimilação do conhecimento através de práticas corporais, atividades que envolvam a escrita ou apresentações verbais. Nova leitura da realidade e conteúdo proposto, modificada através da proposição dos conteúdos.

11 Conteúdos Estruturantes Conteúdos Básicos Conteúdos Específicos

12 Conhecimentos de grande amplitude, conceitos ou práticas que identificam e organizam os campos de estudos de uma disciplina escolar considerados fundamentais para compreender seu objeto de estudo/ensino. Constituem-se historicamente e são legitimados nas relações sociais. (DCE, 2007, p. 26)

13

14 COMO DEVE SER DIVIDIDO NO ANO? Os cinco Conteúdos Estruturantes devem ser trabalhados ao longo do ano. Os cinco Conteúdos Estruturantes não precisam ser trabalhados obrigatoriamente em todos os bimestres.

15 Conhecimentos fundamentais e necessários para cada série da etapa final do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. (Páginas 83-90)

16 Esporte Coletivos Radicais Individuais

17 Jogos e Brincadeiras

18 Dança

19 Ginástica

20 Lutas

21 São os conteúdos trabalhados no dia-a-dia, levando-se, também, em consideração a cultura local para a sua escolha. O professor tem autonomia para sua escolha. (Páginas 89 e 90)

22 Esporte Coletivos Futebol, voleibol, basquetebol, punhobol, handebol, futebol de salão, futevôlei, rúgbi, beisebol... Individuais Atletismo, Natação, tênis de mesa, tênis de campo, badminton, hipismo... Radicais Skate, rappel, rafting, treking, bungee jumping, surf....

23 Jogos e brincadeiras Jogos e brincadeiras populares Amarelinha, elástico, 5 Maria, mãe pega... Brincadeiras e cantigas de roda Gato e rato, adoletá, capelinha de melão, atirei o pau no gato... Jogos de tabuleiro Dama, trilha, resta um, xadrez... Jogos dramáticos improvisação, imitação, mímica... Jogos cooperativos futpar, veloçol, dança da cadeira cooperativo, salve-se com um abraço...

24 Dança Danças folclóricas Fandango, quadrilha, dança da fita, frevo, samba de roda... Danças de salão Valsa, merengue, forró, vanerão, samba, bolero... Danças de rua break, funk, house... Danças criativas elementos de movimento ( tempo, espaço, peso e fluência ), qualidade de movimento, improvisação, atividade de expressão corporal Danças circulares Contemporânea, folclóricas, sagradas

25 Ginástica Ginástica artística / olímpica Solo, salto sobre o cavalo, barra fixa, argola, paralelas... Ginástica rítmica Corda, arco, bola, fitas... Ginástica de condicionamento físico Alongamento, ginástica aeróbica, ginástica localizada... Ginástica circense Malabares, tecido, trapézio, acrobacias, trampolim Ginástica Geral Jogos gimnicos, movimentos gimnicos (balancinha, vela, rolamentos, paradas, estrelas, rodante, ponte)

26 Lutas Lutas de aproximação judô, luta olímpica, jiu-jitsu, sumô... Lutas que mantêm a distância Karatê, boxe, muay thai, taekwondo... Lutas com instrumento mediador esgrima, kendô... Capoeira Angola, regional

27 Pontos de ligação entre os diferentes conteúdos estruturantes. Eles devem estar em todos os momentos das aulas, dando sentido aos conteúdos estruturantes, servindo ora como meio, ora como fim do processo de ensino-aprendizagem.

28 Cultura Corporal e Ludicidade; Cultura Corporal e Saúde; Cultura Corporal e Mundo do trabalho; Cultura Corporal e Desportivização

29 Cultura Corporal - Tática e Técnica; Cultura Corporal e Lazer; Cultura Corporal e Corpo; Cultura Corporal e Diversidade; Cultura Corporal e Mídia. (Página 53-61)

30 A avaliação deve estar a serviço da aprendizagem de todos os alunos, de modo que permeie o conjunto das ações pedagógicas e não seja um elemento externo a esse processo. Deve estar vinculada ao projeto político pedagógico da escola, com critérios estabelecidos de forma clara, a fim de priorizar a qualidade de ensino.

31 Ela deve estar relacionada aos encaminhamentos metodológicos, constituindo-se na forma de resgatar as experiências e sistematizações realizadas durante o processo de aprendizagem.

32 A realização de provas e trabalhos escritos podem ser utilizados para avaliação das aulas de Educação Física, desde que a nota não sirva exclusivamente para hierarquizar e classificar os alunos em melhores ou piores; aprovados e reprovados; mas que sirva, também, como referência para redimensionar sua ação pedagógica.

33 Por fim, os professores devem ter clareza de que a avaliação não deve ser pensada a parte do processo de ensino aprendizado da escola. Deve, sim, avançar dialogando com as discussões sobre as estratégias didático-metodológicas entendendo esse processo como algo contínuo, permanente e cumulativo.

34 Comprometimento e envolvimento das questões práticas: -Se houve assimilação dos conteúdos propostos, por meio da re-criação de jogos e regras; -Se o aluno consegue resolver de, maneira criativa, situações problemas sem desconsiderar a opinião do outro, respeitando o posicionamento do grupo e propondo soluções para as divergências; (Página 77)

35 (44) (44)

36 Bibliografia NEIRA, Marcos Garcia. Na Educação Física, em vez de formar atletas, analisar a cultura corporal. Disponível: cao-fisica/fundamentos/vez-formar-atletas-analisar-cultura-corporal shtmlhttp://revistaescola.abril.com.br/educa cao-fisica/fundamentos/vez-formar-atletas-analisar-cultura-corporal shtml PARANÁ. Diretrizes curriculares da educação básica – Educação Física. Secretaria de Estado da Educação. Superintendência da Educação, Curitiba, 2008.


Carregar ppt "EDUCAÇÃO FÍSICA. Educação Física é um termo usado para designar tanto atividades físicas não-competitivas como competitivas. (wikipédia) Ciência que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google