A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo 5 Diego de Souza Santos 08/27801 Fernando Ferreira Bueno 08/28815 Pedro Henrique Cubel Queiroz Gonçalves 08/38331 Victor Dan Favilla 08/42303.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo 5 Diego de Souza Santos 08/27801 Fernando Ferreira Bueno 08/28815 Pedro Henrique Cubel Queiroz Gonçalves 08/38331 Victor Dan Favilla 08/42303."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo 5 Diego de Souza Santos 08/27801 Fernando Ferreira Bueno 08/28815 Pedro Henrique Cubel Queiroz Gonçalves 08/38331 Victor Dan Favilla 08/42303

2 O valor para o cliente é o que o cliente estaria disposto a pagar pelos os produtos e seviços do fornecedor, menos o que o fornecedor recebe como receita. Se o fornecedor aumentar seus preços, e todos os demais permanecerem os mesmos, pode acarretar em volumes menores de compras, ou pior, o cliente comprar de outro fornecedor. Outra interpretação de valor percebido pelo cliente é: Valor = qualidade x serviço ao cliente / preço x prazo de entrega

3 É preciso considerar que existe um efeito em cascata nas margens de vendas. As empresas que conseguirem reduzir esse efeito oneroso para o consumidor vão agregar valor a ele e conquistar um diferencial competitivo difícil de ser alcançado por seus concorrentes. A cadeia de logística integrada, supply chain, surge como a proposta de solução. A proposta do supply chain é o preço que o consumidor final estaria disposto a pagar então aplicar um desconto para se chegar ao preço final de venda. O cálculo é feito do fim para o início.

4 A relação fornecedor- cliente é uma margem que respeita os dois lados, a margem do fornecedor e o valor agregado ao cliente. O resultado final é um aumento nos volumes de vendas e clientes satisfeitos. Reduzindo o time-to- market cria vantagem competitiva, mas também reduz custos e aumenta o volume, gerando maior lucro.

5 Para uma empresa desenvolver e implantar uma estratégia de supply chain, ela deve avaliar a cadeia total de logística.

6 É necessário também atentar a oportunidades e pontos fracos como: níveis de estoque atuais e esperados; capacidades e competências atuas e demandadas tecnologias e sistemas a serem desenvolvidos processos estratégicos que devem ser integrados relacionamento entre os integrantes práticas adotadas por todos os integrantes custo total da cadeia ciclos dos produtos níveis de serviços atuais e esperados valor a ser criados aos clientes

7 Com essa avaliação completada, a empresa estabelece uma visão da cadeia total de logística. Essa visão deve contemplar o papel da empresa como agente na criação de valor para o cliente e ações necessárias para transformar a empresa.


Carregar ppt "Grupo 5 Diego de Souza Santos 08/27801 Fernando Ferreira Bueno 08/28815 Pedro Henrique Cubel Queiroz Gonçalves 08/38331 Victor Dan Favilla 08/42303."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google