A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

100.03.10 Gestão de Estoque na Cadeia de Logística Integrada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "100.03.10 Gestão de Estoque na Cadeia de Logística Integrada."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão de Estoque na Cadeia de Logística Integrada

2 Valor Agregado ao Cliente Proporcionar ao cliente produtos e serviços que têm um valor maior que os oferecidos por concorrentes.

3 Valor para o cliente Valor para cliente = disposto a pagar – o preço que o cliente paga

4 Valor para o cliente Valor = Qualidade x Serviço ao cliente ÷ Preço x Prazo de entrega

5 Cadeia de Logística Tradicional Time-to-market (ciclo de reposição) muito extenso Estoque elevado Efeito cascata na margem de vendas onde o consumidor acaba pagando mais

6 Cadeia de Logística Integrada Supply chain melhora os processos de fabricação Proposta de solução para reduzir o efeito oneroso para o consumidor Economia é repassada para os integrantes da cadeia Valor agregado para o cliente como diferencial competitivo

7 Cadeia de Logística Integrada Avaliar a cadeia de logística Listar oportunidades e pontos fracos Estabelecer visão da cadeia de logística

8 Cadeia Logística Integrada Logística de suprimento: Relação fornecedor-empresa (distribuição de matéria-prima) Logística de produção: Parte desenvolvida totalmente pela empresa Logística de distribuição: Relações empresa-cliente- consumidor (distribuição física do produto acabado)

9 Cadeia Logística Integrada Nível um: Transações da cadeia, buscando a melhoria das áreas afins entre os integrantes da cadeia Nível dois: Processos da cadeia, buscando a integração desses processos Nível três: Estratégias da cadeia logística, buscando os elos estratégicos

10 Desafios da Cadeia Logística Alinhar diferentes objetivos de negócios Destruir a relutância de partilhar informações Lidar com os conflitos com outras relações de negócios

11 Logística de Suprimento Suprimentos: Fonte de todas as matérias-primas Para obter eficiência é vital integrar os processos da empresa com os fornecedores e estabelecer relações estreitas e duradouras Não se deve subestimar a importância estratégica de suprimentos

12 Logística de Suprimento Alta verticalização = Alta agregação de valor interna Baixa verticalização = Baixa agregação de valor interna

13 Requisitos para a eficiência Área de sistemas e processos: Sistemas de informação integrados, processos integrados com os fornecedores, etc. Área organizacional: Estratégias de suprimento adequadas, análise de contratos, times multifuncionais, etc. Área de RH: Incentivos motivacionais, alto nível educacional, treinamento contínuo, etc.

14 Armadilhas Potenciais Solução única Enxugamento de fornecedores como fim Viés de seleção Negociação ganha-perde Estratégia solo

15 Integração com Fornecedores Benefícios como parceiros mais fortes, melhor controle do processo, mais confiabilidade, menos burocracia, entre outros Interface funcional versus multifuncional

16 Parcerias com Fornecedores Critérios de seleção: Ambiente cultural das empresas Visão de negócios Filosofia e estilo gerenciais Perspectiva de confiança múltipla Semelhança entre empresas

17 Colaborador versus Parceiro Confiança na qualidade do produto Entrega programada Demanda pull e push Confiança total JIT Demanda pull

18 Certificação dos Fornecedores Forma de integração utilizada entre empresa e fornecedores.

19 Estratégias de Suprimento Integração com fornecedores; Efetividade organizacional; Benchmark; Gerenciamento da cadeia de suprimentos; Global Sourcing.

20 Determinação das Estratégias de Suprimento Avaliação: de grupos; Análise: identificação dos fornecedores; Implantação: integração com fornecedores.

21 /05/2009 Responsável: Juliana Torelly Componentes: Bárbara Neves Débora Freitas Ellen Sarmento Marcela Azevedo


Carregar ppt "100.03.10 Gestão de Estoque na Cadeia de Logística Integrada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google