A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ACCE - Quais os principais desafios à liderança estratégica do EB para o futuro? - Como tem percebido os resultados da liderança estratégica da organização?

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ACCE - Quais os principais desafios à liderança estratégica do EB para o futuro? - Como tem percebido os resultados da liderança estratégica da organização?"— Transcrição da apresentação:

1 ACCE - Quais os principais desafios à liderança estratégica do EB para o futuro? - Como tem percebido os resultados da liderança estratégica da organização? - Como considera a preparação da liderança estratégica no EB? - Quais as sugestões para a superação dos desafios à liderança estratégica do Exército? PERGUNTAS DO EME

2 ACCE 1)VER LIDERANÇA ESTRATÉGICA COMO REAL- MENTE É: DIREÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO E DA GESTÃO ESTRATÉGICA; 2) CONSTRUIR O LÍDER ESTRATÉGICO DESDE A AMAN, A PARTIR DO LÍDER TÁTICO; 3) ENFATIZAR OS CONCEITOS DE VISÃO ESTRA- TÉGICA E PENSAMENTO SISTÊMICO; 4) REFERIR QUAISQUER PLJ ETTG À CAPACI- TAÇÃO PARA A DISSUASÃO EM CADA HE; 5) TER COMO REGRA: PLANEJAR E AGIR EM CONJUNTO COM AS OUTRAS FORÇAS. SUGESTÕES

3 ACCE ENTÃO, A SÍNTESE DOS DESAFIOS PARA A AÇÃO DE LIDERANÇA ESTRATÉGICA GERAL OU SETORIAL NO EXÉRCITO DEVE SER A BUSCA PERMANENTE DA CAPACIDADE DISSUASÓRIA CONJUNTA, EM FACE DE TODAS AS HIPÓTESES DE EMPREGO. ISSO TEM DE ESTAR SEMPRE EXPRESSO NA VISÃO DE FUTURO DA FORÇA, DOS COMANDOS DE ÁREA E DOS ÓRGÃOS DE DIREÇÃO SETORIAL.

4 ACCE O CONCEITO DE DISSUASÃO MILITAR DEVE SITUAR O HORIZONTE DE CAPACITAÇÃO DAS FORÇAS ARMADAS AQUÉM DA GUERRA DE CONQUISTA (FORA DE COGITAÇÃO PARA O BRASIL) E ALÉM DA GUERRA DEFENSIVA. DISSUASÃO MILITAR

5 ACCE CAPACITAÇÃO MILITAR E AÇÃO DIPLOMÁTICA EM TODAS AS H.E. OS POSSÍVEIS ADVERSÁRIOS TÊM DE : CONHECER E RESPEITAR O NOSSO PODER DE RETALIAÇÃO; ACREDITAR NA NOSSA SÓLIDA VONTADE DE EMPREGÁ-LO, SE ATACADOS OU VITALMENTE AMEAÇADOS; AVALIAR OS DANOS QUE LHES PODEM SER IMPOSTOS POR NOSSA RETALIAÇÃO; ESTIMAR QUE NÃO OS POSSAM SUPORTAR.

6 ACCE CAPACITAÇÃO MILITAR E AÇÃO DIPLOMÁTICA INVERSAMENTE, O BRASIL TEM DE : POSSUIR PODER DE RETALIAÇÃO CAPAZ DE IMPOR DANOS INSUPORTÁVEIS, EM CADA UMA DAS HIPÓTESES DE CONFLITO; DEMONSTRAR UNIVOCAMENTE TER SÓLIDA VONTADE DE EMPREGÁ-LO, SE ATACADO OU VITALMENTE AMEAÇADO; TER GOVERNO E DIPLOMACIA FIRMES E CIOSOS DOS INTERESSES BRASILEIROS.

7 ACCE

8

9 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO & GESTÃO ESTRATÉGICA O ESTRATEGISTA VITORIOSO BUSCA O COMBATE APÓS SEUS PLANOS INDICAREM QUE A VITÓRIA É POSSÍVEL COM ELES. SUN TZU PRESENTE FUTURO DECISÃO LIDERANÇA ESTRATÉGICA ACCE

10 A GESTÃO ESTRATÉGICA DEVE CONDUZIR O SISTEMA PARA O FUTURO, SEM DESCUIDAR DO PRESENTE. FUTURO DESEJADO PRESENTE RECURSOS CENÁRIO ACCE

11 PLANEJAMENTO & GESTÃO ESTRATÉGICA ESTRATÉGIA MUDANÇA CENÁRIOS: BASE NAS HE VISÃO ESTRATÉGICA PENSAMENTO SISTÊMICO DINÂMICA DO SISTEMA EB INTERVENÇÕES NA ESTRATÉGIA ARQUÉTIPOS DE SISTEMA COMPROMETIMENTO DO PESSOAL HUMILDADE PARA A APRENDIZAGEM FUTURO PRESENTE A B C ACCE

12 PLANEJAMENTO & GESTÃO ESTRATÉGICA ESTRATÉGIA MUDANÇA CENÁRIOS: BASE NAS HE VISÃO ESTRATÉGICA PENSAMENTO SISTÊMICO DINÂMICA DO SISTEMA INTERVENÇÕES NA ESTRATÉGIA ARQUÉTIPOS DE SISTEMA COMPROMETIMENTO DO PESSOAL HUMILDADE PARA A APRENDIZAGEM FUTURO PRESENTE A B C ACCE

13 O LÍDER SEGUNDO SUN TZU O COMANDANTE REPRESENTA AS VIRTUDES SABEDORIA JUSTIÇA HUMANIDADE CORAGEM AUSTERIDADE ACCE

14 HÁ CINCO DEFEITOS PERIGOSOS QUE PODEM ACOMETER UM GENERAL (LÍDER ESTRATÉGICO): IMPRUDÊNCIA, QUE LEVA À DESTRUIÇÃO; COVARDIA, QUE LEVA À RENDIÇÃO; TEMPERAMENTO IMPETUOSO, QUE PODE SER PROVOCADO COM FACILIDADE PELO INIMIGO; SENTIMENTO DE HONRADEZ SENSÍVEL, QUE O TORNA VULNERÁVEL À CALÚNIA; EXCESSIVA SOLICITUDE PARA COM OS SUBORDINADOS, QUE O PODE EXPOR A PREOCUPAÇÃO E A PROBLEMAS. SUN TZU ACCE

15 PLANEJAMENTO & GESTÃO ESTRATÉGICA ESTRATÉGIA MUDANÇA CENÁRIOS VISÃO ESTRATÉGICA PENSAMENTO SISTÊMICO DINÂMICA DO SISTEMA INTERVENÇÕES NA ESTRATÉGIA ARQUÉTIPOS DE SISTEMA COMPROMETIMENTO DO PESSOAL HUMILDADE PARA A APRENDIZAGEM FUTURO PRESENTE A B C ACCE

16 GESTÃO ESTRATÉGICA DE SISTEMAS BASES PARA ESBOÇAR O PERFIL DO LÍDER CENÁRIOS: 1) EVENTOS PORTADORES, 2)SIMULAÇÃO DAS ESTRATÉGIAS, 3) AVALIAÇÃO DAS TENDÊNCIAS. ESTRATÉGIA: 1) GESTÃO CORRENTE, 2) CONDUÇÃO PARA O FUTURO DESEJADO, 3) MUDANÇA, 4) MAPA ESTRATÉGICO, 5) INSERÇÃO DE FEEDFORWARD. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO: CONTINUADO. GESTÃO ESTRATÉGICA: 1) VISÃO ESTRATÉGICA, 2) PENSAMENTO SISTÊMICO, 3) CONTROLE DA DINÂMICA DO SISTEMA, 4) VISÃO SISTÊMICA DOS PONTOS DE ALAVANCAGEM E DOS EFEITOS DAS INTERVENÇÕES, 5) CONTROLE DOS FEEDBACKS, 6) IDENTIFICAÇÃO DOS ARQUÉTIPOS. ORGANIZAÇÃO PREDISPOSTA À APRENDIZAGEM. COMPROMETIMENTO DO PESSOAL. ACCE

17 TEM DE SER CAPAZ DE: EXTRAIR O MÁXIMO DOS CENÁRIOS, PARA ORIENTAR O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO. SINTETIZAR CADA POSSÍVEL ESTRATÉGIA COM AS TENDÊNCIAS DOS CENÁRIOS. DIRIGIR A GESTÃO CORRENTE DO SISTEMA SEM PERDER DE VISTA AS METAS DE MÉDIO E LONGO PRAZO. PAUTAR A ESTRATÉGIA PELAS MUDANÇAS QUE PERMITIRÃO A INSERÇÃO DO EXÉRCITO NO CENÁRIO ALMEJADO OU POSSÍVEL. ATRIBUTOS DO LÍDER ESTRATÉGICO

18 ACCE ESTABELECER METAS ESTRATÉGICAS PARCIAIS QUE CONVIRJAM PARA A META FINAL E SIRVAM DE REFERÊNCIA PARA O COMPROMETIMENTO DO PESSOAL. ESTABELECER, EM SUAS DIRETRIZES PA- RA PLANOS ALTERNATIVOS, OS PONTOS- CHAVE PARA EVENTUAIS INTERVENÇÕES NA ESTRATÉGIA. DEFINIR O MOMENTO E A DOSE EXATOS PARA INSERIR FEEDFORWARD NA ESTRA- TÉGIA. COORDENAR O PLANEJAMENTO ESTRA- TÉGICO CONTINUADO COM A EXECUÇÃO DA ESTRATÉGIA CORRENTE. PERFIL DO LÍDER ESTRATÉGICO

19 ACCE PERFIL DO LÍDER ESTRATÉGICO PREVER OS IMPACTOS DAS INTERVEN- ÇÕES NA ESTRATÉGIA SOBRE TODO O SISTEMA DO EXÉRCITO. ACOMPANHAR O PROCESSO NATURAL DE HOMEOSTASE DO SISTEMA E PERCEBER O MOMENTO EM QUE DEVE INTERVIR NA ES- TRATÉGIA. DECIDIR OPORTUNAMENTE ENTRE FEED- BACK POSITIVO OU NEGATIVO PARA COM- PENSAR DEFICIÊNCIA NA HOMEOSTASE. DISTINGUIR ENTRE ARQUÉTIPOS E CAU- SAS REAIS DE DESEMPENHO INSATISFATÓ- RIO DO SISTEMA.

20 ACCE PERFIL DO LÍDER ESTRATÉGICO ARTICULAR AS GESTÕES DO CONHECI- MENTO, DO RISCO E DE CRISE, DE MODO A MANTER A INICIATIVA DIANTE DE POSSÍVEIS DIFICULDADES. GERENCIAR AS CRISES DE MODO QUE O EXÉRCITO AS ENFRENTE EVOLUINDO. INDUZIR ATITUDE DE PREDISPOSIÇÃO PARA APRENDIZAGEM NA CULTURA DA ORGANIZA- ÇÃO. ORIENTAR POLÍTICA DE RECURSOS HUMA- NOS QUE INDUZA O COMPROMETIMENTO DO PESSOAL. CONHECER O AMBIENTE NO QUAL O SISTE- MA SE INSERE.


Carregar ppt "ACCE - Quais os principais desafios à liderança estratégica do EB para o futuro? - Como tem percebido os resultados da liderança estratégica da organização?"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google