A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

02/09/2007Bernadétte & Janae1 Bernadétte Beber, Dra Janae Gonçalves Martins, Dra MINI-CURSO PRODUÇÃO DE MATERIAL.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "02/09/2007Bernadétte & Janae1 Bernadétte Beber, Dra Janae Gonçalves Martins, Dra MINI-CURSO PRODUÇÃO DE MATERIAL."— Transcrição da apresentação:

1

2 02/09/2007Bernadétte & Janae1 Bernadétte Beber, Dra Janae Gonçalves Martins, Dra MINI-CURSO PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Em Busca de Novos Domínios e Novos Públicos Através da Educação a Distância 2 a 5/09 – Curitiba - PR

3 02/09/2007Bernadétte & Janae2 DINÂMICA DE APRESENTAÇÃO A personalização faz a diferença Escolher um objeto pessoal e permitir que o mesmo fale sobre você.

4 02/09/2007Bernadétte & Janae3 Design e cenarização pedagógica em EaD Introdução: princípios pedagógicos para a EaD O texto didático impresso para EaD Recursos e dicas para a produção de material impresso Estratégias de produção textual Considerações finais ROTEIRO

5 02/09/2007Bernadétte & Janae4 ALGUNS QUESTIONAMENTOS 1. QUAL A DIFERENÇA ENTRE O PROCESSO DE APRENDIZAGEM PRESENCIAL E A DISTÂNCIA? 2. QUE CARACTERÍSTICAS DEVEM TER OS MATERIAIS IMPRESSOS PARA A OFERTA DE DISCIPLINAS/CURSOS A DISTÂNCIA?

6 02/09/2007Bernadétte & Janae5

7 02/09/2007Bernadétte & Janae6 QUESTIONAMENTOS Como o design (e a cenarização) dos cursos e materiais didáticos podem contribuir para a eficácia da aprendizagem ao mesmo tempo em que atenda as necessidades e peculiaridades do indivíduo que aprende remotamente Como produzir conteúdo sob medida em quantidade industrial e/ou para uso massificado com qualidade ?

8 02/09/2007Bernadétte & Janae7 DESIGN INSTRUCIONAL Metodologia para o Desenho da Instrução - Didática - planejamento do processo ensino-aprendizagem, incluindo atividades, estratégias, sistemas de avaliação, métodos, recursos e materiais instrucionais.. Ação intencional e sistemática de ensino Processo sistemático e reflexivo de traduzir princípios de cognição e aprendizagem para o planejamento de materiais didáticos, atividades, fontes de informação e processos de avaliação Smith & Ragan (1999)

9 02/09/2007Bernadétte & Janae8 OBJETOS DE APRENDIZAGEM (GRANULARIZAÇÃO DE CONTEÚDO E OBJETIVOS PEDAGÓGICOS) Esses pedaços de conteúdo que vão formar o percurso pedagógico - UM CENÁRIO de acesso a um objetivo pedagógico

10 02/09/2007Bernadétte & Janae9 MATERIAIS E OBJETOS PEDAGÓGICOS? Um conteúdo (material ou recurso digital), sem dúvida senão tiver, de maneira intríseca e/ou extrínseca, uma intenção ou objetivo pedagógico ou se inserir em um cenário de aprendizagem não é Pedagógico. Têm que ser acompanhado das indicações/condições/identificadores de uso ou de inscrição em um cenário de formação Daí a noção de Objetos de Aprendizagem (ou grãos pedagógicos!)

11 02/09/2007Bernadétte & Janae10 OS OBJETOS PEDAGÓGICOS Que se revertem nas possibilidades tecnológicas e pedagógicas de reutilização, atualização, customização e distribuição on line e/ou off line; Minimizam os custos de produção utilizados nos diversos modelos pedagógicos e nos formatos de entrega dos conteúdos Que possibilita conteúdos: adaptáveis, abordáveis, avaliáveis, acessíveis, duráveis, intercambiáveis, interoperáveis, geráveis, confiáveis, reutilizáveis. Grãos de Conteúdos

12 02/09/2007Bernadétte & Janae11 PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS PARA EaD CONCEPÇÃO PEDAGÓGICA: O indivíduo não é apenas ativo, mas interativo, porque constrói conhecimentos e se constitui a partir das relações intra e interpessoais. Aquisição do Conhecimento pela interação com o meio. (Vygotsky)

13 02/09/2007Bernadétte & Janae12 PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS PARA EaD CONCEPÇÃO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Ato educacional: processo interativo que envolve aluno/objeto do conhecimento / professor e pressupõe Interatividade Cooperação Autonomia

14 02/09/2007Bernadétte & Janae13 PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS PARA EaD Por meio de textos impressos ou digitalizados e de outras mídias Por meio de textos impressos ou digitalizados e de outras mídias

15 02/09/2007Bernadétte & Janae14 PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS PARA EaD Relação Professor X Aluno Definir as ferramentas disponíveis adequando o uso à proposta do curso e/ou da disciplina Organizar, orientar e avaliar o processo ensino-aprendizagem do Professor Papel

16 02/09/2007Bernadétte & Janae15 PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS PARA EaD Relação Professor X Aluno Planejar atividades e trabalhos, entre outros, divulgando-os em templo hábil Criar situações de aprendizagem problematizadoras e reflexivas O QUE MAIS????? do Professor Papel

17 02/09/2007Bernadétte & Janae16 PRINCÍPIOS PEDAGÓGICOS PARA EaD Relação Professor X Aluno Aluno Papel do Aprender a aprender Auto-organizar-se: tempo e espaço de estudo Demonstrar autonomia Manter comunicação entre os colegas O QUE MAIS???

18 02/09/2007Bernadétte & Janae17 PLANEJAMENTO DOS MATERIAIS PARA EaD ENVOLVE Grupo de trabalho Perfil do aluno Perfil do curso

19 02/09/2007Bernadétte & Janae18 PLANEJAMENTO DOS MATERIAIS PARA EaD ENVOLVE GRUPO DE TRABALHO Especialistas na elaboração de materiais (pedagogo, revisor, diagramador) Especialistas das disciplinas (conteudistas)

20 02/09/2007Bernadétte & Janae19 PLANEJAMENTO DOS MATERIAIS PARA EaD ENVOLVE PERFIL DO ALUNO Conhecimento prévio em relação aos conteúdos Interesses preocupações dificuldades Perfil de leitura Habilidades no uso das tecnologias a serem empregadas

21 02/09/2007Bernadétte & Janae20 PLANEJAMENTO DOS MATERIAIS PARA EaD ENVOLVE PERFIL DO CURSO/DISCIPLINA Definir os objetivos do curso/disciplina; Identificar e selecionar os núcleos temáticos, conceitos e relações conceituais principais;

22 02/09/2007Bernadétte & Janae21 PLANEJAMENTO DOS MATERIAIS PARA EaD ENVOLVE definir tipos e organização dos materiais. Definir as principais referências bibliográficas dos textos a serem elaborados;

23 02/09/2007Bernadétte & Janae22 Saber tirar o maior proveito da escrita é essencial para quem quer crescer em um mercado de trabalho extremamente competitivo e exigente (OLIVEIRA & MOTTA 2004, p. 5)

24 02/09/2007Bernadétte & Janae23 Quais diferenças e semelhanças existem entre um material impresso utilizado nas aulas presenciais e um material impresso para EaD? TRABALHO DE GRUPO 2

25 02/09/2007Bernadétte & Janae24 No texto que você produz TUDO se torna evidente: porque não dizer sua personalidade seus valores suas crenças seu conhecimento sua metodologia seu envolvimento sua formaçãosua proposta de trabalho sua criatividade sua capacidade de organização sua forma de informação e comunicação O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD CARACTERÍSTICAS BÁSICAS:

26 02/09/2007Bernadétte & Janae25 Sua forma de informação e comunicação tem que ter credibilidade POR ISTO Que o leitor, o aprendente CONFIE EM VOCÊ O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD

27 02/09/2007Bernadétte & Janae26 Nenhuma informação, TERÁ VALIDADE, SE TORNARÁ CONHECIMENTO se não atender às necessidades do aprendente. PORQUÊ???? O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD

28 02/09/2007Bernadétte & Janae27 Porque deve estar focada no OBJETIVO PROPOSTO e atender de forma clara, precisa, interessante e convincente as necessidades dos sujeitos envolvidos. O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD

29 02/09/2007Bernadétte & Janae28 Passamos pela era agrícola em que a troca era suficiente; Passamos pela era industrial que produzir em série era unicamente necessário; Estamos na era do conhecimento que requer o saber, um saber qualificado, que atenda as necessidades individuais e do mercado. O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD PARA ISTO PRECISAMOS

30 02/09/2007Bernadétte & Janae29 O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: combinação entre as estratégias de comunicação adequadas e o perfil do aluno seus interesses, seus conhecimentos anteriores, suas preocupações, suas dificuldades; organização das unidades textuais a partir das habilidades e competências que se espera desenvolver;

31 02/09/2007Bernadétte & Janae30 O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: : a escrita se organiza de forma hipertextual o aluno/leitor estará sendo desafiado a todo momento a quebrar a ordem linear do texto, através de links, glossário, dicas de leitura complementar,... fazendo a sua própria caminhada, de modo a construir os sentidos de forma diversa e personalizada. Recursividade e Flexibilidade

32 02/09/2007Bernadétte & Janae31 O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: que transmita ao aluno a idéia de que ele é o interlocutor permanente do professor e que ambos participem de maneira conjunta da construção do conhecimento linguagem clara, direta e expressiva Uma linguagem clara e expressiva não significa banalizar o conteúdo ou suprimir a complexidade dos desenvolvimentos conceituais (SOLETIC, 2001)

33 02/09/2007Bernadétte & Janae32 Tornar a informação mais visual; Utilizar linguagem atualizada; Que os recursos digitais sejam mais inteligentes; Que as informações sejam claras, simples, dinâmicas, personalizadas e objetivas.

34 02/09/2007Bernadétte & Janae33 UM BOM TEXTO REUNE.... imagem certa; linguagem assessível; elementos essenciais para bom entendimento; seleciona as informações adequadas de forma quanti e qulitativamente; conduz o aprendente a ação.

35 02/09/2007Bernadétte & Janae34 ANTES DE COMEÇAR A ESCREVER ORGANIZE-SE... Saiba o que escrever; Para quem escrever; Como escrever. LEMBRE-SE...

36 02/09/2007Bernadétte & Janae35 PARA CADA TIPO DE FESTA EXISTE UM TRAJE ADEQUADO; PARA CADA TIPO DE REUNIÃO EXISTE UM PROTOCOLO ORGANIZADO; PARA CADA TIPO DE CONHECIMENTO EXISTE UMA ESPECIFICIDADE.

37 02/09/2007Bernadétte & Janae36 O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD POSSÍVEIS DIFICULDADES DO PROFESSOR: compreender esse novo gênero de texto: natureza, organização e características (oral x escrito); estabelecer com clareza os critérios de ordem e hierarquia a partir dos quais se organiza um material escrito do tipo expositivo; superar a visão de que o espaço destinado à EAD é um espaço para publicação científica

38 02/09/2007Bernadétte & Janae37 O TEXTO DIDÁTICO IMPRESSO PARA EaD POSSÍVEIS DIFICULDADES DOS ALUNOS: Diferenciar idéias principais e secundárias de um texto (superestrutura) erros de compreensão pelo emprego equivocado de certos termos técnicos e científicos falta de preparo para estudar a partir do próprio esforço

39 02/09/2007Bernadétte & Janae38 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Motivar a aprendizagem; Procurar manter um diálogo e orientação de forma permanente; Estabelecer recomendações para o melhor aprendizado; Controlar e avaliar o aprendizado;

40 02/09/2007Bernadétte & Janae39 Usar linguagem simples, clara, objetiva e direta; Dar indicações ao estudante sobre como ler, apontando leituras complementares; Utilizar fotos, figuras, desenhos, gráficos, charges, ilustrações... RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO

41 02/09/2007Bernadétte & Janae40 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO ORGANIZAÇÃO DO MATERIAL IMPRESSO Apresentação geral Sumário Seqüência das unidades - numeração das páginas Títulos e subtítulos

42 02/09/2007Bernadétte & Janae41 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Os objetivos de aprendizagem de cada unidade devem ser claros Precisos elucidativos escritos de forma simples e de fácil compreensão Recursos visuais: Fotos Figuras Desenhos tabelas...

43 02/09/2007Bernadétte & Janae42 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO O uso desses recursos e outros tipos de linguagens facilitam, e motivam o aprendizado, auxiliando o aluno na relação teoria-prática. LAASER(1997)

44 02/09/2007Bernadétte & Janae43 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Por quê ? Torna a mensagem mais clara; Quebra a monotonia do texto corrido; Ajuda os alunos a lembrar mais facilmente as informações; Motiva;

45 02/09/2007Bernadétte & Janae44 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Torna o impresso mais atrativo; Aumenta a atenção; Ajuda a tornar a aprendizagem mais real; Permite a universalização da comunicação.

46 02/09/2007Bernadétte & Janae45 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Caixa de texto (Box), hipertextos ou links são recursos que possibilitam a inserção de fatos, informações adicionais e exemplos que ilustram o conteúdo, sem quebrar a idéia principal que vem sendo desenvolvida no texto.

47 02/09/2007Bernadétte & Janae46 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Textos como cartoon e charge são recursos informativos que auxiliam na interpretação crítica de determinadas situações e conferem uma leveza ao texto, situação desejável para a auto-aprendizagem

48 02/09/2007Bernadétte & Janae47

49 02/09/2007Bernadétte & Janae48 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Cuidado com o plágio Observar as instruções sistematizadas nas normas da ABNT Referências Bibliográficas e Citações

50 02/09/2007Bernadétte & Janae49 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO SÃO DE INTEIRA RESPONSABILIDADE DO PROFESSOR Isso significa que as fontes utilizadas para sua organização devem ser sempre indicadas. Quando se tratar de texto adaptado, sugere-se que no início do texto utilizado, seja dado crédito ao autor original. a disciplina e o conteúdo

51 02/09/2007Bernadétte & Janae50 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Em lugar de notas de rodapé dispor de recurso da caixa de texto e outros Referência deve aparecer no final de cada unidade Bibliografia comentada e complementar

52 02/09/2007Bernadétte & Janae51 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Diagramação e Editoração Os diagramadores e editores procuram dar um ganho visual na organização do texto, a partir das ferramentas de comunicação. Os especialistas em EaD auxiliam com estratégias que favoreçam a auto- aprendizagem O professor é o RESPONSÁVEL pelo conteúdo

53 02/09/2007Bernadétte & Janae52 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Diagramação e Editoração Um material didático deve trabalhar com equilíbrio os elementos disponíveis. Não será uma página muito enfeitada, colorida (poluída) que vai chamar à leitura. Isso, na verdade, pode afugentar o leitor, o aluno que se dispõe a aprender a distância;

54 02/09/2007Bernadétte & Janae53 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Diagramação e Editoração Para facilitar o processo de editoração, o professor deve encaminhar os textos, fotos e quadros de forma organizada para que a diagramação seja facilitada;

55 02/09/2007Bernadétte & Janae54 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Diagramação e Editoração É extremamente importante que o professor acompanhe a elaboração do material, pois algumas idéias sobre a organização do texto são de sua responsabilidade.

56 02/09/2007Bernadétte & Janae55 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Exercícios e Atividades são importantes e possibilitam avaliar e auto-avaliar o processo de ensino-aprendizagem

57 02/09/2007Bernadétte & Janae56 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Exercícios e Atividades devem estar disponibilizados, preferencialmente no AVA, possibilitando maior participação e acesso aos alunos. Desta forma, o professor não precisa disponibilizar exercícios no impresso, e sim orientar o acadêmico na busca destes no ambiente.

58 02/09/2007Bernadétte & Janae57 RECURSOS E DICAS PARA A PRODUÇÃO DE MATERIAL IMPRESSO Exercícios e Atividades Contextualizados; Problematizados; Ter clareza no que se quer, no que se pretende; Enfatizar a pesquisa e a construção de novos conhecimentos DEVEM SER :

59 02/09/2007Bernadétte & Janae58 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL Antes de começar, faça a si mesmo(a) as seguintes perguntas: Por que escrevo sobre ele? O que se pode dizer do tema? Que tipo de texto vou utilizar? Para quem escrevo?

60 02/09/2007Bernadétte & Janae59 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL dê preferência às frases curtas, na ordem direta (sujeito, verbo, complemento). Intercale-as com frases maiores porém não muito longas; adote um estilo claro, conciso, preciso, fluido e facilmente compreensível;

61 02/09/2007Bernadétte & Janae60 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL dê preferência às frases curtas, na ordem direta (sujeito, verbo, complemento). Intercale-as com frases maiores porém não muito longas; adote um estilo claro, conciso, preciso, fluido e facilmente compreensível;

62 02/09/2007Bernadétte & Janae61 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL prefira verbos ativos e diretos, evite voz passiva e uso do gerúndio explique todos os termos técnicos e as siglas (utilize o hipertexto) evite o uso excessivo do que

63 02/09/2007Bernadétte & Janae62 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL evite o uso excessivo de palavras impessoais como este, isso ou o qual use palavras concretas. Corte os adjetivos que não informam faça sugestões bibliográficas e de links na Internet

64 02/09/2007Bernadétte & Janae63 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL evite o uso excessivo de negações seja coloquial: use você, eu e nós; evite clichês, frases feitas e jargão acadêmico

65 02/09/2007Bernadétte & Janae64 ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL use analogias, repetições, exemplos e comparações ao adaptar textos complexos, alterne trechos abstratos com formas mais simples de exposição

66 02/09/2007Bernadétte & Janae65 CoesãoTextual Os parágrafos devem apresentar apenas uma ou duas idéias relacionadas Os subtítulos são úteis para que os alunos possam ver que você está Apresentando uma idéia nova A construção de pontes é importante, pois representam elementos de transição entre as seções ou parágrafos As idéias principais devem ser recapituladas ao final de cada módulo ESTRATÉGIAS DE PRODUÇÃO TEXTUAL

67 02/09/2007Bernadétte & Janae66 1. Decidir sobre o assunto do curso 2. Definir o perfil do público alvo 3. Descrição do módulo: pré-requisitos para participar do curso conteúdo, objetivos, avaliação 4. Listagem dos recursos: recursos humanos, tecnológicos, materiais e de infra-estrutura física 5. Definição do estilo de curso: padrão de design, layout, ergonomia Descrição da seqüência do módulo: definição do mapa conceitual, se será linear ou não 7. Decisão dos recursos e das ferramentas, de acordo com as necessidades do curso e do público alvo 8. Desenho dos storyboards: cada página definida no mapa conceitual é projetada Projeto EaD

68 02/09/2007Bernadétte & Janae67 CONSIDERAÇÕES FINAIS O material didático impresso é um dos recursos para aprendizagem significativa na modalidade EaD, e pode tornar-se ainda mais interessante se aliado a outras estratégias de aprendizagem.

69 02/09/2007Bernadétte & Janae68 CONSIDERAÇÕES FINAIS O material impresso tem sido utilizado de forma cada vez mais integrada com outras mídias na EaD, aumentando as exigências por qualidade em sua elaboração.

70 02/09/2007Bernadétte & Janae69 Bernadétte Beber, Dra (47) Janae Gonçalves Martins, Dra (47) OBRIGADA !!


Carregar ppt "02/09/2007Bernadétte & Janae1 Bernadétte Beber, Dra Janae Gonçalves Martins, Dra MINI-CURSO PRODUÇÃO DE MATERIAL."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google