A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Novas Terapias em Oncologia

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Novas Terapias em Oncologia"— Transcrição da apresentação:

1 Novas Terapias em Oncologia
I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

2 CÂNCER - Inicialmente as terapias tinham o objetivo de inibir e/ou destruir as células malignas. - Atualmente, com o avanço da biologia molecular, os cientistas começaram a entender a maneira como: as células cancerosas adquirem a capacidade de não morrerem; as células multiplicam rapidamente e desordenadamente; formam novos vasos sanguíneos. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

3 Biologia Molecular Do ponto de vista molecular sabemos que cada célula possui uma série de genes e produtos protéicos que “controlam” as funções de crescimento e divisão celular. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

4 AGENTES QUE INTERFIRAM NO CICLO
BIOLOGIA MOLECULAR GENS PRODUTOS PROTÉICOS AGENTES QUE INTERFIRAM NO CICLO BIOLÓGICO DA CÉLULA NEOPLÁSICA I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

5 Terapia alvo Agir diretamente no foco, funcionando como “mísseis teleguiados”. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

6 NCI (Instituto Nacional do Câncer dos EUA): TCGA,http://cancergenome
I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

7 EGFR PROLIFERAÇÃO CELULAR APOPTOSE ANGIOGÊNESE
DISSEMINAÇÃO METASTÁTICA I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

8 Angiogênese A angiogênese associada aos tumores sólidos é um processo em que novos capilares são formados no estroma tumoral a partir de células endoteliais do hospedeiro. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

9 O estímulo constante da angiogênese permite que o tumor passe da fase
dormente para a fase de crescimento exponencial, sustentado pelo contínuo crescimento dos vasos. [Bergers e Benjamin, 2003]. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

10 Inibidores da tirosina quinase
Eles são análogos estruturais do trifosfato de adenosina (ATP), com o qual competem para ligação na molécula da quinase. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

11 Inibidores do proteassoma
Bloqueia o proteassoma, que é um sistema no interior das células que decompõe as proteínas quando estas já não são necessárias. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

12 Anticorpos Monoclonais
Os anticorpos monoclonais reconhecem e se ligam de forma seletiva a antígenos específicos presentes nas células tumorais. Dessa forma, ativam o sistema imunológico para destruir essas células. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

13 I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis
29/09/2007

14 I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis
29/09/2007

15 Novos Fármacos Desatinib (SPRYCEL):
Apresentação: comprimidos revestidos por película de 20 Indicação: LMC e leucemia linfoblástica (LLA) positiva para o cromossoma Filadélfia (Ph+)‏ Mecanismo de ação: inibe a atividade da quinase BCR-ABL. Geftinib (Iressa): inibidores do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) Apresentação: comprimido de 250mg Indicação: câncer de pulmão não pequenas células. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

16 Apresentação: comprimidos de 12,5mg
Sunitinibe (Sutent): O maleato de sunitinib inibe múltiplos receptores da tirosina-quinase que estão implicados no crescimento tumoral, na angiogênese patológica e na progressão metastática do câncer. Apresentação: comprimidos de 12,5mg Indicação: GIST, Câncer renal metastático. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

17 inibidores do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR)
Erlotinib (Tarceva): inibidores do receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) Apresentação: comprimidos de 25, 100 ou 150 mg Indicação: Câncer de pulmão de células não pequenas, câncer pancreático metastático. Imatinib (Glivec): é um inibidor da proteína tirosinacinase. Atua no cromossoma Ph+ e C-Kit Apresentação: cápsulas de 10mg e 400mg Indicação: Leucemia mielóide crônica (LMC), Leucemia linfoblástica aguda Ph+ (LLA Ph+),e GIST I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

18 Bevacizumabe (Avastin): Liga-se ao fator de crescimento do
endotélio vascular (VEGF) Apresentação:100 mg/4 ml e 400 mg/16 ml Indicação: Câncer de cólon retal Cetuximabe (Erbitux): Liga-se ao receptor do fator de crescimento epidérmico (EGFR) que pode ser encontrado à superfície de determinadas células tumorais. Apresentação: Fr/amp de 50ml Indicação: Câncer cólon retal, CCP I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

19 Rituximab (Mabthera):
um anticorpo monoclonal quimérico, que se liga a uma proteína alvo – o antigénio CD20 Apresentação: Fr/amp 100mg/10 e 500mg/50ml Indicação: Linfoma não-Hodgkin, linfoma folicular, artrite reumatóide. Trastuzumab (Hercetpin): ao HER2, receptor para o factor de crescimento epidérmico, que se encontra na superfície de algumas células tumorais. Apresentação: pó liofilizado 440mg Indicação: Câncer de mama avançado, tto adjuvante do câncer de mama. I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007

20 Bibliografia: TARTA C; DA SILVA VD; CHIELE NETO C; PROLLA JC; GUS P – Angiogênese no carcinoma colorretal – revisão e perspectiva. Rev Bras Coloproct, 2000; 20(4): PACHECO F. A., PASCHOAL M. E. M., CARVALHO M. G.C. – Marcadores tumorais No câncer de pulmão: um caminho para a terapia biológica.J. Pneumol 2002;28(3): SOUZA, C.A., PAGNANO, K. – Os desafios no tratamento da Leucemia mielóide crônica na era do Mesilato de Imatinibe. Ver. Bras. Hematol. Hemoter. 2004;26(4): MATHIAS, C. – Um novo anticorpo monoclonal Anti-EGFR. Prática Hospitalar jun/2004. LIMA, E. M., PÁDUA, A. H. M., BRANDÃO, F. S. Associação de Antiangiogênicos e Terapêutica Alvo-Específico no Câncer de Pulmão - Prática Hospitalar Nov-Dez/2006. ANELLI, A., CUBERO, D. I. Terapia Antineoplásica Direcionada a Alvos Moleculares. Prática Hospitalar – Jul-Ago/2004. Reis, Marcelo. Farmacogenética Aplicada ao Câncer. Quimioterapia Individualizada e Especificidade Molecular. Medicina (Ribeirão Preto) 2006;39 (4); TCGA,http://cancergenome.nih.gov I Encontro Multidisciplinar do Centro de Terapia Oncológica de Petrópolis 29/09/2007


Carregar ppt "Novas Terapias em Oncologia"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google