A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cap. 05 - Lipídios Professora: Emanuelle Grace As boas amizades são como o bom vinho – melhoram com o tempo. (Monteiro Lobato)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cap. 05 - Lipídios Professora: Emanuelle Grace As boas amizades são como o bom vinho – melhoram com o tempo. (Monteiro Lobato)"— Transcrição da apresentação:

1 Cap Lipídios Professora: Emanuelle Grace As boas amizades são como o bom vinho – melhoram com o tempo. (Monteiro Lobato)

2 Introdução Definição: lipídios são substâncias orgânicas de baixa solubilidade em água, porém solúveis em solventes orgânicos, como álcool, clorofórmio, éter. Exercem função energética, fornecendo duas vezes mais energia por molécula que os carboidratos, e estrutural, ao comporem a membrana celular. Além disso, originam os hormônios sexuais, são isolantes térmicos, impermeabilizam tecidos e protegem os órgãos internos contra impactos. Definição: lipídios são substâncias orgânicas de baixa solubilidade em água, porém solúveis em solventes orgânicos, como álcool, clorofórmio, éter. Exercem função energética, fornecendo duas vezes mais energia por molécula que os carboidratos, e estrutural, ao comporem a membrana celular. Além disso, originam os hormônios sexuais, são isolantes térmicos, impermeabilizam tecidos e protegem os órgãos internos contra impactos. Os lipídios mais comuns são: glicerídeos, esteróides, fosfolipídios, carotenóides e ceras. Os lipídios mais comuns são: glicerídeos, esteróides, fosfolipídios, carotenóides e ceras.

3 Tipos de lipídios 1. Glicerídeos Os glicerídeos, ou triglicerídeos, são os óleos e as gorduras, substâncias de reserva energética presentes nos vegetais e nos animais, respectivamente. Os glicerídeos, ou triglicerídeos, são os óleos e as gorduras, substâncias de reserva energética presentes nos vegetais e nos animais, respectivamente. Nos animais, além de reserva energética, as gorduras podem ser armazenadas em um tecido localizado abaixo da pele, denominado tecido adiposo, e atuar como isolante térmico e conferir proteção ao esqueleto e aos demais órgãos internos contra possíveis impactos. As aves utilizam um óleo, produzido em uma glândula especial, como impermeabilizante das penas. Nos animais, além de reserva energética, as gorduras podem ser armazenadas em um tecido localizado abaixo da pele, denominado tecido adiposo, e atuar como isolante térmico e conferir proteção ao esqueleto e aos demais órgãos internos contra possíveis impactos. As aves utilizam um óleo, produzido em uma glândula especial, como impermeabilizante das penas.

4 Tipos de lipídios 1. Glicerídeos São formados por moléculas de ácidos graxos e uma molécula de glicerol. Os ácidos graxos podem ser saturados e insaturados. Os ácidos graxos saturados, geralmente, são compostos sólidos quando à temperatura ambiente, como por exemplo, a banha animal. Os ácidos graxos insaturados, geralmente são líquidos à temperatura ambiente, como, por exemplo, os óleos vegetais. São formados por moléculas de ácidos graxos e uma molécula de glicerol. Os ácidos graxos podem ser saturados e insaturados. Os ácidos graxos saturados, geralmente, são compostos sólidos quando à temperatura ambiente, como por exemplo, a banha animal. Os ácidos graxos insaturados, geralmente são líquidos à temperatura ambiente, como, por exemplo, os óleos vegetais. o glicerol é um álcool de cadeia pequena formado por três carbonos, aos quais estão ligadas três hidroxilas (-OH). o glicerol é um álcool de cadeia pequena formado por três carbonos, aos quais estão ligadas três hidroxilas (-OH).

5 Tipos de lipídios 1. Glicerídeos Quando as gorduras saturadas depositam-se no interior das artérias, podem endurecê-las e provocar uma doença conhecida como aterosclerose.

6 Tipos de lipídios 2. Esteróides Os esteróides são lipídios formados por quatro anéis de carbono interligados. Dentre os mais conhecidos está o colesterol, que é o esteróide mais abundante em células animais. Os esteróides são lipídios formados por quatro anéis de carbono interligados. Dentre os mais conhecidos está o colesterol, que é o esteróide mais abundante em células animais. A testosterona (hormônio masculino), o estrógeno e a progesterona (hormônios femininos) são formados a partir do colesterol. A testosterona (hormônio masculino), o estrógeno e a progesterona (hormônios femininos) são formados a partir do colesterol.

7 Tipos de lipídios 2. Esteróides

8 Tipos de lipídios 3. Fosfolipídios Os fosfolipídios são lipídios que contêm uma molécula de fósforo. Eles têm função estrutural, pois compõem a membrana celular. Suas longas moléculas possuem uma extremidade polar (com carga elétrica) e outra apolar (sem carga elétrica). A extremidade polar é hidrófila (atrai água) e a extremidade apolar, que é hidrófoba (repele água), é solúvel em lipídios. Os fosfolipídios são lipídios que contêm uma molécula de fósforo. Eles têm função estrutural, pois compõem a membrana celular. Suas longas moléculas possuem uma extremidade polar (com carga elétrica) e outra apolar (sem carga elétrica). A extremidade polar é hidrófila (atrai água) e a extremidade apolar, que é hidrófoba (repele água), é solúvel em lipídios.

9 Tipos de lipídios 3. Fosfolipídios

10 Tipos de lipídios 4. Carotenóides São lipídios de cor laranja ou vermelha, presentes nas células de vegetais e animais herbívoros. Nos vegetais, na forma de xantofila, auxiliam a fotossíntese. A cenoura e a batata-doce contêm um carotenóide, chamado caroteno, importante para a formação de vitamina A. São lipídios de cor laranja ou vermelha, presentes nas células de vegetais e animais herbívoros. Nos vegetais, na forma de xantofila, auxiliam a fotossíntese. A cenoura e a batata-doce contêm um carotenóide, chamado caroteno, importante para a formação de vitamina A.

11 Tipos de lipídios 5. Ceras Como todos os lipídios, as ceras são insolúveis em água. Nos vegetais, na forma de cutina, impermeabilizam folhas, pétalas e frutos, evitando a perda de água pela evaporação. Como todos os lipídios, as ceras são insolúveis em água. Nos vegetais, na forma de cutina, impermeabilizam folhas, pétalas e frutos, evitando a perda de água pela evaporação. Nos animais, por exemplo, a cera protege a lã das ovelhas e é encontrada nas cavidades do cérebro de certas baleias. Faz parte da composição das secreções de alguns insetos, como as abelhas, que a utilizam para a construção de suas colméias. Nos animais, por exemplo, a cera protege a lã das ovelhas e é encontrada nas cavidades do cérebro de certas baleias. Faz parte da composição das secreções de alguns insetos, como as abelhas, que a utilizam para a construção de suas colméias.

12 Tipos de lipídios 5. Ceras Ceras são lipídios presentes em células animais e vegetais.

13 Resumindo... Os lipídios são substâncias orgânicas pouco solúveis em água. São importantes como reserva energética animal (gorduras, podendo acumular-se no tecido adiposo) e vegetal (óleos, encontrados nas sementes de leguminosas). Têm função impermeabilizante em animais (óleo produzido em uma glândula especial das aves) e vegetais (ceras), e estrutural (os fosfolipídios na membrana celular e os esteróides nos hormônios sexuais). Nos animais, ainda atuam como isolante térmico e protetor de órgãos internos (gordura) e, nos vegetais, auxiliam a fotossíntese na forma de pigmentos (xantofilas).

14


Carregar ppt "Cap. 05 - Lipídios Professora: Emanuelle Grace As boas amizades são como o bom vinho – melhoram com o tempo. (Monteiro Lobato)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google