A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE METALURGIA E MATERIAIS – ABM Prof. Dr. Celso Cláudio de H. e Grisi FEA/USP * Sistema de Inteligência Competitiva e a Cadeia produtiva.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE METALURGIA E MATERIAIS – ABM Prof. Dr. Celso Cláudio de H. e Grisi FEA/USP * Sistema de Inteligência Competitiva e a Cadeia produtiva."— Transcrição da apresentação:

1 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE METALURGIA E MATERIAIS – ABM Prof. Dr. Celso Cláudio de H. e Grisi FEA/USP * Sistema de Inteligência Competitiva e a Cadeia produtiva da Metalurgia

2 SISTEMAS DE INTELIGÊNCIA COMPETITIVA

3 Perspectiva Estratégica 2 grandes focos : Análise do Ambiente Análise da Concorrência

4 CONCEITO

5 Conceito A inteligência competitiva ajuda um gerente a tomar decisões de longo prazo ou escolher a tática de mercado certa para determinada situação. (Fuld, 1995) Recolhe-se dados, obtêm-se informações sobre o assunto, realiza-se uma análise das informações, toma-se a decisão segundo a análise feita e os objetivos envolvidos.

6 INFORMAÇÃO INTELIGÊNCIA

7 Toda informação estará sujeita à interpretação do tomador de decisão para o qual ela foi preparada. ( modelos mentais, viéses, percepções, conhecimentos, experiência, etc. )

8 CONCORRENTES Rivalidade FORNECEDORES NOVOS ENTRANTES PRODUTOS SUBSTITUTOS CLIENTES poder de negociação ameaça de novos entrantes ameaça de produtos substitutos Forças Competitivas - Rentabilidade da Indústria ( Porter )

9 Tendências do Ambiente Análise da Concorrência Dinâmica do Mercado INTELIGÊNCIA COMPETITIVA Percepções / Insights Implementação do Planejamento Estratégico Decisões / Reações de Oportunidade ESTRATÉGIA EFICAZ

10

11 Requisitos de inteligência para a análise do concorrente Perguntas-chave: Qual é a estratégia do concorrente? Como esta estratégia ameaça nossa posição estratégica corrente e/ou desejada e nossos objetivos?

12 Mapeamento estratégico do concorrente Requisitos de Inteligência: Elementos essenciais de informação (EEI) Para cada requisito de inteligência, os elementos essenciais de informação devem ser descritos para facilitar a coleta dos dados no futuro.

13 Definindo o spectrum de inteligência Indicadores de inteligência Depois de coletar os dados, estes deverão ser tratados de modo a se tornarem indicadores que orientarão no planejamento estratégico da empresa.

14 DEFINIÇÕES: FATORES DE COMPETITIVIDADE F Intrínsecos : aqueles ligados à habilidade individual de produzir e comercializar com maior eficiência que os competidores F Sistêmicos : aqueles que não são ligados à competência do produtor/comerciante São fatores ditados pelas características da organização social em que o produtor/comerciante está imerso

15 FATORES SISTÊMICOS DE COMPETITIVIDADE : DECORREM DA ANÁLISE MAIS AMPLA DO AMBIENTE F Políticos Institucionais. Estabilidade política. Respeito a Normas. Educação F Macro-Econômicos. Política Cambial Política Monetária. Custo Financeiro Política Fiscal. Tributos. Distribuição da Demanda F Infra-Estrutura e Logística. Transporte. Estrutura Portuária. Energia

16 COMPETITIVIDADE NUMA ECONOMIA FECHADA F A competição se dá na autarquia. F O ambiente autárquico dos fatores sistêmicos de competitividade produzem efeitos semelhantes para todos os competidores. F Assim, numa economia fechada a importância dos fatores sistêmicos para a competitividade é reduzida.

17 COMPETITIVIDADE NUMA ECONOMIA ABERTA F Numa economia aberta a competição é global. F Nesse ambiente os fatores sistêmicos de competitividade produzem efeitos assimétricos para os concorrentes situados em diferentes países. F As empresas disputam os mercados (doméstico e internacional) contra todas as demais empresas do mundo.

18 A GLOBALIZAÇÃO E A COMPETITIVIDADE DA SIDERURGIA F Minério de Ferro abundante e de ótima qualidade. F Usinas modernas. F Setor totalmente privatizado desde 1993, investiu dez bilhões de dólares em melhoria de produtos, processos e proteção do meio ambiente. F Redução do efetivo de mão de obra de para trabalhadores. A Siderurgia Brasileira tem elevada competitividade intrínseca

19 NO DIREITO - Contracts Theory (Henry Carter Adams ) Trabalho sôbre economia e jurisprudência, abrangendo: - as relações entre propriedade e contrato de distribuição, - legislação trabalhista, imigração, serviços públicos, - seguros sociais, monopólio de preços, impostos, etc. Hoje, a linha de pesquisa e de desenvolvimento teórico está na Universidade de Michigan. OS ESTUDOS SOBRE COMPETITIVIDADE SISTÊMICA COMEÇARAM:

20 NA ECONOMIA - Economia Institucional ( Commons ) Trabalho abrangendo: - Custos de Transações - Cadeias Produtivas - Relações Trabalhistas e Economia Linha de Pesquisa iniciada na University of Wisconsin Hoje em Berkeley, University of California, por Oliver Williamson

21 NA ADMINISTRAÇÃO -PRODUÇÃO - Cadeias de Suprimentos (Hoje são cadeias internacionais) -FINANÇAS - Mercados Financeiros Interligados

22 RECURSOS HUMANOS - Liderança - Trabalho em grupo - Visão - Multiculturalismo - etc ADMINISTRAÇÃO GERAL Novos modelos gerenciais: - Negociador - Intra-empreendedor - Holístico - Virtual - etc

23 - MARKETING - Marketing de Relacionamento (Day, Slater, Narver)

24 Marketing de Relacionamento Marketing de Serviços Economia do Relacionamento Marketing de Relacionamento Teoria de Redes Interativas Teoria da Administração Qualidade

25 Custo de terminar o relacionamento Benefícios do relacionamento Valores compartilhados Comunicação Comportamento oportunista Comprometimento Confiança Cooperação PRESSUPOSTOS PARA A ADOÇÃO DO MARKETING DE RELACIONAMENTO

26 Características de uma Organização de Aprendizagem Elementos da cultura organizacional: - Orientação para mercado - Espírito empreendedor Elementos de clima organizacional: -Liderança facilitadora -Estrutura orgânica e aberta -Planejamento descentralizado

27 Estratégia de negócios Reestruturações setoriais. Alianças, fusões e aquisições. Internacionalização das cadeias produtivas. Redução de quantidade de insumos por unidade de produto final. Produtividade como meta crucial. Sistema de Inteligência Competitiva: Há, portanto, que monitorar as ações de cada Player no que diz respeito a O novo ambiente de negócios

28 Gestão de empresas Reengenharia de processos. Redesenho organizacional. Assimilação do e-management.

29 Tecnologia Automação avançada. Mecatrônica/robótica. Assimilação do e-business.

30 Redução do custo total médio de produção. Compressão de margens. Redução dos preços finais.

31 Oferta De Produtos Finais. Elasticidade-preço da procura. Mercados Participação no mercado interno e externo. Maior acesso dos estratos de baixa renda.


Carregar ppt "ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE METALURGIA E MATERIAIS – ABM Prof. Dr. Celso Cláudio de H. e Grisi FEA/USP * Sistema de Inteligência Competitiva e a Cadeia produtiva."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google