A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INICIATIVAS E PRÁTICAS NA SCM Grupo 21H. Continuous Replenishment – CR Reposição Contínua Complementou (substituiu) o VMI (Estoque Gerenciado pelo Consumidor);

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INICIATIVAS E PRÁTICAS NA SCM Grupo 21H. Continuous Replenishment – CR Reposição Contínua Complementou (substituiu) o VMI (Estoque Gerenciado pelo Consumidor);"— Transcrição da apresentação:

1 INICIATIVAS E PRÁTICAS NA SCM Grupo 21H

2 Continuous Replenishment – CR Reposição Contínua Complementou (substituiu) o VMI (Estoque Gerenciado pelo Consumidor); Surgida nos anos 90, busca atender os quatro processos: promoções, reposições de estoques, mix de produtos, introdução de novos produtos; Estoques baseados na previsão das vendas e construída com base no histórico de demanda; Cálculo feito pelo produtor com o uso de algoritmos; Dependente da habilidade do analista que gerencia a CR.

3 Collaborative Planning, Forecasting and Replenishmente (CPFR) CPFR – Planejamento, Previsão e Reposição Colaborativa; Marco inicial com a prática do Wal Mart e da Warner-Lambert; Ferramenta que visa facilitar a colaboração entre empresas, principalmente na previsão de vendas; É tratada como uma evolução natural do VMI e ECR, por exemplo;

4 Para Barratt e Oliveira, o CPFR aborda aspectos inéditos: A influência das promoções no cálculo da previsão de vendas; A prática de manter grandes estoques para garantir a disponibilidade do produto; A falta de coordenação entre as lojas; A falta de sincronização/integração entre os processos executados nos diversos setores da manufatura. Collaborative Planning, Forecasting and Replenishmente (Cont.)

5 Principais benefícios: Ciclos de atendimentos de pedidos mais previsíveis; Carregamentos/despachos menores; Maior agilidade e precisão no fluxo de informação; Diminuição dos stockouts e overstocks; Aumento no nível de serviço ao cliente; Maior integração na SC; Redução de custos (estoques). Collaborative Planning, Forecasting and Replenishmente (Cont.)

6 Inibidores: Reposição ineficiente em resposta às variações de demanda; Planejamento ineficiente; Dificuldades de gerenciar as exceções da demanda; Foco em etapas convencionais da SC; Obtenção de escalas de produção adequadas; TI insuficiente; Ruídos nas informações transmitidas na SC. Collaborative Planning, Forecasting and Replenishmente (Cont.)

7 Facilitadores: Preparar o ambiente adequado, por meio da confiança mútua e da tecnologia; Definir os pontos em comum para cada parceiro de negócio; Definir uma agende de colaboração; Garantir um fluxo contínuo e compartilhamento de informações. Collaborative Planning, Forecasting and Replenishmente (Cont.)

8 Definição: prática em que parte do conjunto de produtos e serviços utilizados por uma empresa é providenciada por uma empresa externa, num relacionamento colaborativo e interdependente. A lógica básica é transferir atividades e processos realizados internamente para fornecedores externos, liberando recursos e esforços para o core business. Outsourcing

9 Motivações: Reduzir e controlar custos operacionais; Aumentar o foco da companhia; Acessar capacitação de classe mundial; Liberar recursos para outros propósitos; Ausência de recursos internos; Acelerar benefícios da reengenharia; Compartilhar riscos; Injetar recursos no caixa. Outsourcing

10 Análise e tomada de decisão: Outsourcing ReorganizarMarter Outsource Necessário Analisar Competitividade BaixaAlta Baixa Importância Estratégica


Carregar ppt "INICIATIVAS E PRÁTICAS NA SCM Grupo 21H. Continuous Replenishment – CR Reposição Contínua Complementou (substituiu) o VMI (Estoque Gerenciado pelo Consumidor);"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google